quarta-feira, novembro 17, 2004

É PRECISO DAR VAZÃO AOS SENTIMENTOS

Deve ser uma pegadinha. Tava eu ontem, naquela de bobeira total, assistindo o jornal na TV. Apresentador: ?Cai o presidente do Banco do Brasil. Cássio Casseb será substituído pelo funcionário de carreira Rossano Maranhão Pinto?. Sim, meu caro rockloquete, vc leu direito. O NOME DO CARA É ROSSANO PINTO. Deve ser uma pegadinha (opa). Tem que ser. Depois nego fica se perguntando por que o Brasil não é um país sério. Porra, tem um cara Rossano Pinto lá na banana (epa) do BB. Esse país não precisa de mais humoristas. A concorrência de Brasília é muito pesada.
Rock, agora. Pra quem ainda agüenta o White Stripes, existe uma séria possibilidade da dupla Jack e Meg se tornarem um trio no próximo álbum. Brendan Benson, cantor e compositor americano bacana que já teve um belo clip circulando pela MTV local deve produzir e tocar o aguardado (por quem, mesmo?) quinto CD dos Stripes. Benson tb é de Detroit, e segundo o Omelete, Jack disse à The Observer Music Monthly que "nós provavelmente vamos trabalhar com Brendan Benson e gravar na casa dele. Ele mora bem perto e eu gosto de gravar com ele. Eu não tenho mais nada a dizer sobre o disco." Bom, certo é que nada está certo ainda. Aguardemos, pra ver se eles fazem alguma coisa diferente. Ou igual, porém melhor. Sei lá, enjoei do White Stripes. Muito hype, muita frescura. Dei uma enjoada tb do Franz Ferdinand. A banda é boa, mas nem um décimo tão boa quanto tentaram nos convencer. Esse negócio de ficar hypando banda é o primeiro passo para joga-la na lama depois. Vamo parar com isso?

Perguntar não ofende: quem precisa de um disco (pigarro) novo do U2? Alguém? Alguém? Ferris? Na boa, a essa altura, um disco novo do U2 me parece tão relevante quanto... um filme novo do Eddie Murphy. É sempre a mesma coisa. Ou eu estou errado? (Como sempre, aliás...)

Shows, shows, shows:

Theatro de Seraphin, Mr. Grieves, DJ Júpiter Cebola e DJ Prê no Colapso, sexta, 19.
brincando de deus e Ronei Jorge e os Ladrões de Bicicleta no Tangolomango, domingo, 21.
Retrofoguetes e Guizzzmo no Teatro do Sesi, quinta, 25.
O Canto dos Malditos, No Comply e Declinium no Bar Astrolábio (Camaça City), sábado, 27.
Pitty, Sangria, Roney Jorge e Los Canos, na Concha Acústica, domingo, 28.

Ah, meus parabéns ao companheiro Luciano Matos pela coluna no site da MTV. Se tem um cara que merece e faz por onde, é o menino El Cabong. Força, velhinho.

11 comentários:

Anônimo disse...

hahahaha
Rossano Pinto??? Puta q pariu.
Cléo

Franchico disse...

pois é, Cléo. depois do jornal ainda assisti a mega liga de vjs e o casseta, e nenhum dos dois programas me fez rir tanto quanto essa notícia. é brincadeira....

Anônimo disse...

Vc não sabe... risos... amanhã vou defender minha monografia q fala de alguns planos de financiamento à exportação concedidos pelo Banco do Brasil reunião do COPOM... e tem alguns pontos q terei que mencionar o presidente do banco...e vou tentar não rir a qnd falar da substituição... quem sabe fazer uma piadinha (vai ser inevitável)... risos
Cléo

Anônimo disse...

Vc não sabe... risos... amanhã vou defender minha monografia q fala de alguns planos de financiamento à exportação concedidos pelo Banco do Brasil reunião do COPOM... e tem alguns pontos q terei que mencionar o presidente do banco...e vou tentar não rir a qnd falar da substituição... quem sabe fazer uma piadinha (vai ser inevitável)... risos
Cléo

Franchico disse...

mas q situação, hein? nessas horas eu não consigo me segurar não, vou te contar...

lcf disse...

look at me home page http://www.not-exist.net/~lcf/

marcos rodrigues disse...

Saudações Chico e a todos do Rock Loco. Seguinte; temos duas cortesias para a equipe do programa, no show da Theatro de Séraphin amanhã no Calypso. Infelizmente são só duas. Caso algum de vcs resolva aparecer, deixa até amanhã pela manhã os nomes (pode ser por email). Vai ter uma listinha. Ah, Luciano Matos e Big já têm entrada vip, independente dessas duas aqui. É isso. Abçs.

Anônimo disse...

De Volta ao Rock
(fim da greve dos estudantes da UFBA)
Com as bandas: Abre-te Sesamo (cover de Raul), Pã, Los Canos e The Honkers
Local: Inst. de Geociencias UFBA
Horário: 22:00
Preço: R$ 3,00
SEXTA - 19/11
Endereço: Ondina
Salvador - BA

Gabriela R. Almeida disse...

Hahahhahahaahahaha. Passei o dia inteiro rindo sozinha. Chicão, sempre impagável.

Ernesto Ribeiro disse...

O CU2 É A MAIOR FARSA JÁ INVENTADA PELA INDÚSTRIA --- junto com Madonna.


Enrolation


Então, você acredita que rock n roll é fazer a platéia rezar a ave-maria, num show ridicularizado como "o sermão da montanha" (enquanto os músicos faziam força pra não dar risada da cara dos fãs otários); é fazer pose de messias, de salvador, de bom moço que vai mudar o mundo, apenas pedindo bondade a todos os governantes (inclusive ditadores sanguinários); é ser papagaio de político corrupto e baba-ovo dos poderosos, apertar a mão dos mafiosos da ONU, jantar com presidentes, desfilar nos salões do poder com um sorriso idiota na cara e fazendo o gesto de hippie; é agradar todo mundo pra ser unanimidade, como um político em campanha permanente pelo Nobel da Paz.


É ser um poser canastrão aviadado da voz fina e fraca, se dobrando no palco como se estivesse com caganeira, e a bocona arreganhada pra engolir o microfone, chamando aquilo de "emoção"; ficar só fazendo baladinha mela-cueca e discoteca vagabunda com pop farofa pra tocar nas FMs pros criticuzinhos dizerem que "é uma superbanda de rock" ; cantar axé no trio elétrico em Salvador com Ivéti e o Ministro; falar as maiores merdas que só enganam o seu público de retardados ("meu sonho sempre foi conhecer Brasília") comer um churrasco na Granja do Torto pago com dinheiro público, posar pra fotos com o presidente ladrão e dar um violão de presente pra matar a fome dos pobres de todo o planeta; enfim, é ser o maior vaselina que já se viu, um arroz-de-festa que aparece em toda parte, paparicado por todos, sempre na mídia fazendo média com todo mundo, bajulado como um demagogo da pior espécie, sempre numa pose ridícula, empostada e pretensiosa.


Se pensa que isso é ser uma banda de rock, então você não sabe o que é rock n roll.


O U2 é a negação de tudo o que o rock significa, tanto pela música que eles não tocam (blues + country x agressividade = rock n roll) como na atitude que eles nunca tiveram: irreverência, despretensão, simplicidade.


Qualquer criança de 9 anos com QI normal saca na hora que toda aquela pose é completamente falsa, patética, podre de dar vontade de vomitar. Basta olhar pras fotos dos fanzocas do U2 e somar 2 + 2: são todos completos imbecis de pai e mãe, adolescentes e menininhas com cara de débil mental. Uns manés alienados que não sacam nada da realidade do mundo que querem salvar, nem do falso messias que eles idolatram.

Ernesto Ribeiro disse...

Não é coincidência que tantos fãs do U2 sejam uns cabecinhas-de-vento que não vivem no mundo real e acreditam piamente em asneiras como "Bush = HITLER" ou "Capitalismo = NAZISMO" ou "América = DITADURA" e "o terror islâmico é provocado pelo Ocidente". Quem admitiu isso foi um repórter da Folha, ele próprio fã do U2.

Entre os músicos autênticos, os militantes de butique são alvos de cusparadas. Começando pelo mestre do cuspe, Johnny Rotten, dos Sex Pistols, comentando Bono Bosta (eleito O Picareta do Século pelos roqueiros): “Ele é ridículo. Toda vez que eu vejo o Bono com aqueles óculos enormes de mosca e calças apertadas de couro, não consigo comprar a idéia. Eu não vejo aquilo como uma solução para os problemas do mundo. Ele fica esmagando os testículos em calças apertadas pela paz mundial.”

Punk mesmo foi a queimação que ele levou ao vivo da Patti Smith. Quando o cara apareceu na tela de um programa de auditório com aquele sorriso falso, chamando-a de "minha irmã e musa inspiradora", Patti foi mais direta: "Vá se foder."

E enquanto tocava "I stiiill haven't fooound what I'm looking fooor" ela rebatou o título da baba das FMs: "Espero que você nunca encontre o que procura, sucker."

O CU2 não inspira respeito em nenhum rocker de verdade. Aquele inofensivo grupelho de armação fabricado pela indústria não tem moral
com ninguém que saiba o que é rock & roll - ou que simplesmente saiba a diferença entre música de verdade e poses vazias.

Às vezes dá pra sacar um poser só pelo nome artístico, pomposo e metido a besta: "Prince" (o Pequeno "Príncipe" depois trocou o nominho por um símbolo, noooffa...) "Bono Vox" ("Boa Voz", que patético) ou "The Edge" ("O Limite", quá quá quá). Só se for pra ninguém dizer que o rei está nu: o vocalista tem voz de mosquito e o guitarrista só faz a guitarra chorar - de pena.


E dá-lhe farsa de político de 5ª categoria: a imprensa daqui até lhe deu o apelido de “BONO VOTO” ; eles lançaram não uma, mas 2 babas “em homenagem” a Martin Luther King em 2 discos diferentes pra vender a mesma choradeira 2 vezes. Pra conquistar o mercado ianque, regravaram outra baba com um coral gospel que os fãs mongolóides declamam como "um hino". ( Yeah, só faltou os nerds botarem a mão no peito, olhando a bandeira... muuuito rock )


Fizeram videoclipes dirigidos por Wim Wenders pra tirar onda de cultos & refinados e um filmeco no cinema em preto & branco
pra dar um ar "sério" e no final o panaca ordenar á multidão de patetas: "Em nome do reverendo Martin Luther King, digam: 'Nunca mais ! Nunca mais !' " - e os babaquinhas repetem que nem papagaio: 'Nunca mais ! Nunca mais !'...


Então vamos lá, galera: cantem com o poser, evribári !
"En-ro-leei-xiooon, En-ro-leeei-xiooon"...