segunda-feira, agosto 03, 2009

OPUS EM PROGRESSO

Banda Opus Incertum lança EP de estreia nesta quinta, na Boomerangue

Rock simples, dançante, direto, com letras em português e influências de Camisa de Vênus, Raulzito e Elvis. Esta é a banda Opus Incertum (ao lado, em foto de Carol Bandeira), que lança seu primeiro registro em CD nesta quinta-feira, com show recheado de convidados na Boomerangue.

Com quatro faixas e uma bela capa de Bruno Aziz, o EP foi auto-produzido, e, diferentemente do que costuma ocorrer quando bandas iniciantes se autoproduzem em estúdio, a qualidade do disquinho se mostrou acima da média.

"Cresci ouvindo muito Elvis e Raul, mas nossas influências são livres. Desde o rock dos anos 50 até...", descreve Elmo Maneiro Amorim, vocal. Completam a banda Fábio Gomes (baixo), Nino Mendes (bateria) e Luciano Andrade (guitarra).

"Conheci o Nino em um luau na ilha há alguns anos atrás. Papo vai, papo vem, rolou a afinidade e resolvemos fazer a banda em 2004. Mas só começamos a a nos inserir no circuito do Rio Vermelho a partir de 2006", continua Elmo, que quando menino estudou em colégio de freiras.

"Toco violão e piano desde os nove anos. Naquele tempo ainda tinha aula de música nas escolas, né?", conta.

Apesar de já contar com repertório para fazer um disco cheio, a opção pelo EP com quatro faixas foi estratégica: "Questão de grana, mesmo. Nem todo mundo tem bala na agulha pra gravar com um andré t. Mas o negócio é esse, ninguém falou que ia ser fácil. Estamos aí, na batalha, tentando quebrar a barreira do clubinho", alfineta, só de sarro.

No show desta quinta, muito rock ‘n‘ roll. "O pessoal diz que se diverte nos nossos shows, dá para entender as letras, é dançante, não é aquela coisa pesadona. E tá dando uma mulherada", ri.

Opus Incertum
Lançamento do EP homônimo
Abertura: ET XXVI
Quinta-feira (dia 6), 22 horas
Boomerangue
R$ 7 (mulher não paga), R$ 10 depois da meia-noite


NUETAS

Clube do Balcão

Amantes do som encorpado dos discos de vinil têm encontro marcado amanhã, no Balcão Botequim, no happy hour Clube do Vinil Sessions. Para começar, o rapaz de óculos que co-assina esta coluna. A partir das 18 h, sem couvert.

Starla & Matiz

As duas bandas ocupam durante o mês de agosto as Quartas da Boomerangue em shows no primeiro piso da casa. A Starla apresenta seu show Starlight, com versões acústicas de músicas próprias e covers, nos dias 5 e 19 de agosto. Já a segunda faz seu Boteco Matiz nos dias 12 e 26. Sempre às 21 horas, por R$ 8.

Warm-Up de Big

Rogério Big Brother manda avisar que a dupla electro rock Julia Says, de Pernambuco, faz o primeiro aquecimento para seu festival Big Bands, que vai rolar até o fim do ano. A JS se apresenta com os locais do Coletivo Übber Glam dia 14 [sexta], na Boomerangue. E em setembro tem a sensacional banda londrina- piracicabana Wry, que lançou disco novo recentemente. Ueba!

40 comentários:

Franchico disse...

Esse lance da discotecagem do Balcão é quarta-feira. Quem quiser aparecer e levar seu disquinho pra ouvir lá, tá convidado.

Franchico disse...

A propósito, o show da Relespública no sábado foi do caralho. Banda afiadíssima, o baixista é um monstro, totalmente The Who a pegada. Alguém aí foi no tributo da Lo Han ao AC/DC? Queria ter ido, mas ainda não me aperfeiçoei no meu processo de mitose para poder estar em dois lugares ao mesmo tempo.

Anônimo disse...

MITOSE?

TENTA A ONIPRESENÇA
é só deixar de brincar.... e ser.

abcs

reverendo T

teclas pretas disse...

WHITE DENIM - "I START TO RUN"

http://www.youtube.com/watch?v=VW26TBF1boo&feature=related

nice.
GLAUBER

Anônimo disse...

elmo, vá em frente rapaz...sua banda pode render muito ainda...mantenha sua humildade porque isso está em falta no meio musical da cidade...existem muitas "tietes de auditório" das retroescavadeiras, mas roqueiros como ti estão em falta...
cláudio moreira

Nei Bahia disse...

Vou colar chicão!!!!

Anônimo disse...

Não entendo qual é a vantagem de ser um roqueiro de verdade... Beavis e Butthead com camisetas do AC/DC e Metallica? Parece que sim!

Anônimo disse...

melhor q chocalhar no chachachá. tah precisando mesmo é de uma renca de claudio moreira

Anônimo disse...

Vixe Maria... Não acompanhei esses últimos dias... Correndo o risco de por lenha nessa fogueira toda (e já me prometi que não faria mais isso), esse rock baiano está mais conservador do que os supostos algozes!
Ainda bem que não sou roqueiro. Ainda bem que sou integrado!
Abraços a todos,
andré t

Franchico disse...

Vamos nélson, Nei Bahia!

teclas pretas disse...

MACACO BONG. muito bom!

http://www.youtube.com/watch?v=7NC1Xuz7-HA

o som do video não tá lá essas coca-cola...

GLAUBER

teclas pretas disse...

aqui dá pra ouvir melhor:

http://www.myspace.com/macacobong

GLAUBER

Anônimo disse...

Claudio Moreira nunca foi roqueiro. É apenas um fã daquela banda que fez o jingle pro comercial daquele carro...

Franchico disse...

Ai.

Anônimo disse...

pq todo mundo aqui fica querendo ensinar ao outro oq é rock, e oq é ser roqueiro?

a coisa mais careta do mundo é essa pretensa atitude de roqueiro.

e eu vi essa opus incertum tocando beatles uma vez na cia da pizza. foi muito ruim. nunca ouvi as músicas próprias, mas lá parecia banda de colégio...

marcio plane

teclas pretas disse...

WHITE DENIM - "IEIEI"

http://www.youtube.com/watch?v=PFdUmIXY8eE

goodvibessss...

GLAUBER

Franchico disse...

Todo mundo é dono da verdade? Ou da sua própria verdade?

Anônimo disse...

o clubinho está com medo da hora chegar. o rock baiano integrado caetaniou e ficou odara. se liguem caras. tem muito mais gente criticando voces de q voces pensam.

Anônimo disse...

Quero mais é que critiquem... porra de elogios.

Ass: Chefe do Clubinho.

Anônimo disse...

tinha mais gente no boomerangue com tributo ac/dc q nas 2 noites no groove com as bandas do clubinho. se ligue rock caetanave

Anônimo disse...

cada um tem de saber do seu gosto cultural, de suas preferências existenciais...ninguém quer impor nada aqui...qdo se bota uma banda aqui é para dá um toque...isso não é um espaço dedicado ao rock e a cultura pop em geral????!!!!
eu acho que abrir o peito para se dizer roqueiro (uma palavra considerada cafona nas rodas dos pós-moderninhos de plantão) nesses tempos mais do que voláteis não tem nada de incorporar modelito de fora para dentro...é algo inserido no processo de individuação da pessoa na vida...sem essa de caricatura de dupla de roqueiros radicais, bobos e burros exibida na mtv...
as minhas referências pelo menos são outras...meu espírito é livre...o rock e outras músicas que gosto só fazem sentido para mim se forem sinônimo de liberdade...camisa-de-força estilística jamais!
cláudio moreira

Anônimo disse...

ah, sim e antes que me esqueça: eu adoro desde os 13 anos ac/dc (principalmente a fase com bon scott) e o fato da música deles entrar num comercial de montadora multinacional não muda nada seu valor estético..."back in black", música composta em homenagem a bon scott, será sempre aquilo que sempre foi: uma certeira canção hard and heavy
cláudio moreira

Anônimo disse...

fique relax claudio e quem concorda com vc. man esse pessoal do clubinho é tudo cheiro mole. tocam pra caralho, são fodãos nos instrumentos e nos butões de mesa mas são cheiro mole de filosofia. tem um guitarrista dominic q tocou em muitas bandas aqui e é musico de estudio no rio e ele encontrou com caetano numa pizzaria de lá e ficou conversando e dominic brincou dizendo: e aí caetano o pessoal do rock da bahia sacaneava com vc e agora o pessoal novo de lá de rock são seus broder. q historia é essa? e caetano disse: é esse pesoal mais novo é mais ingenuo né? é por aí. é tudo cheiro mole mesmo

Anônimo disse...

o clubinho tá ganhando dinheiro com o rock, e vcs ai cheios de filosofia, cheios de idealismo, cheios de atitude...

o rock tá pagando as contas de muita gnt, especialmente do clubinho. pq será? pq eles sao mais bonitinhos? nao. pq são bons, organizados, tem um produto bom pra vender pro publico. acho que é o verbo bom mesmo é trabalhar. bem melhor que o invejar, especialidade da casa (leia-se claudio "despeitado" escoria moreira). na real o verbo bom mesmo é caetanavear... esse sim tá dando grana...

Anônimo disse...

mil vezes as bandas do clubinho que opus incerto, teatro de serafim e essas coisas que vcs gostam aqui hein?

Anônimo disse...

para muitos o dinheiro por si só é um valor existencial...todos que vivem inseridos numa sociedade de mercado precisam de grana para o provimento material da sua sobrevivência...muitos do rock de salvador deveriam ter continuado suas faculdades para seguir uma carreira de profissional liberal ao invés de estabelerem esse espírito artístico comercial esvaziado que rola na cena daqui...reconhecimento é melhor do que sucesso...esse público que lota hoje as casas noturnas daqui para certos shows badalados, podem amanhã abandonar as mesmas bandas embalados por outro modismo...
cláudio moreira

Anônimo disse...

pagar conta com cachê de show de 200 pagantes é foda hein? vcs acham mesmo é suficiente pra dizer q tão ganhando dinheiro com rock?? vai estudar roqueiro de 200 pagantes. a MODA passa e o clubinho fecha. depois vai pagar as contas com q? sendo roadie de caetano e gravando disco dos romeros é?

Anônimo disse...

chicão, abre o olho.
seu blog tá virando ponto de encontro dos ressentidos e dos invejosos. tá pior que o blog de luciano matos.

acaba logo com a molequeira...

L.R. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

lívia,
eu só me fiz me expressar aberta e francamente sobre música...
carterinha?! nem carteira de habilitação de motorista eu tenho mais...
abraços para ti
cláudio moreira

teclas pretas disse...

jeezziiss...a capacidade de análise da moçada tá bastante comprometida. parece jogo dos 7 erros...nem dá pra apontar os equívocos, são muitos!
olha, uma coisa é certa: o que não se precisa é essa torre de babel virtual. mas tudo bem, faz parte. a caravana passará...sempre passa.

GLAUBER

Anônimo disse...

ê lê lê....roqui baianu...as formiguinhas mal queridas duelando contra as baratinhas esprivitadas, todos muito preocupados com o destino delas, tadinhas...alguém consegue um baygon aí?

O detetizador

Anônimo disse...

precisa de baygon não. basta umas xineladas e a gente se livra desse chachachá

L.R. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

oxente! não se pode mais falar mais mal dos retro não é? Que daí vira difamação e denigrinhagem? faça-me uma dose de cicuta!!
Vamos lá, meu povo, todos juntos: São os maiores, são os maiores....se não é difamação!!
processe-me.

O detetizador

Nei Bahia disse...

Cláudio,vc está precisando gastar energia.
Tem coisas novas na área, vindas de Sampa, material altamente recomendável.
Se quiser, te passo o canal.

octagon disse...

todo anonimo fica valente.

Anônimo disse...

oxente. octagon é nome de gente?
ele é anônimo ou não passa
de uma bruta dor de dente?

Para LR: Por que não faz como o Sarneyzinho jr. e tenta impedir a publicação de coments "ofensivos" aos retroinatacáveis?

Franchico disse...

Sinceramente, nem sei mais o que dizer. Até me arrependi de ter incluído - na inocência, juro - o comentário de Elmo sobre "o clubinho" (de resto, uma tola ficção), na hora muito en passant, "de sarro" mesmo, como escrevi.

Sinto que logo o meu quintal tenha virado esse muro de lamentações sem norte, sem sentido e mal intencionadas.

O que me espanta é que, ao contrário do que disse um anônimo aí, não tem ninguém "ganhando dinheiro" com o rock, muito menos, "caetanaveando" por aí.

Até onde sei, todo mundo que se acusa de ser do "clubinho" está na batalha, tocando muito, compondo, gravando, planejando. TRABALHANDO, enfim.

E quer saber de uma coisa? Como já disse pra Cury uma vez, "democracia na internet é para principiantes".

Existe um limite entre crítica - aberta, franca, ponderada e ASSINADA - e mera perseguição. Esta é renitente, insistente, limitada, rasa e, excetuando-se Cládio Esc, ANÔNIMA.

E o limite entre as duas modalidades já foi ultrapassado neste blog faz tempo.

Sagitariano que sou, eu vou aguentando, aguentando, até explodir uma hora e aí eu simplesmente recolho a bola e ninguém joga mais.

Pelo menos, não neste campinho.

Então ficamos combinados assim: a moderação de comentários está ativada, até segunda ordem mais uma vez neste blog, até que os ânimos se acalmem e a sanha difamatória dos anônimos também.

Essa nigrinhagem por aqui acaba agora.

E quem não gostou que vá ciscar n'outro galinheiro.

Abraços a todos os leitores.

Franchico disse...

Ainda hoje (quarta, 5), posto algo novo pra ver se passa essa uruca.

Ah! Aproveitando: leiam neste domingo, na revista Muito, do periódico da Tancredo Neves, um entrevistão que fiz com Marcelo Nova.

Matéria de capa.

Gigantesca, só coube 1/3 do total do bate-papo na revista. Semana que vem, posto tudo aqui na íntegra.

Ou seja: senta, que lá vem história.

Aproveito e agradeço em alto e bom som ao meu amigo rockloquista Osvaldo Braminha, por ter ajeitado a bola na cara do gol pro papai aqui. Foi minha melhor entrevista, man. Tranquilamente. Isso não tem preço.