segunda-feira, maio 23, 2005

SANGUINHO NOVO NO ROCK LOCO

Mais um post, que o negócio aqui é agilidade nessa bagaça! E agradeçam.

Esse namoro só podia mesmo acabar em casamento. Após meses de mão naquilo e aquilo na mão (opa), o Rock Loco e o Clash City Rockers se unem todas as noites de quarta-feira. A partir desta semana, a esperta trupe Clash City assume as quartas-feiras do Rock Loco lá no Vale das Pedrinhas. Brama e Big se retiram para a recém inaugurada Unidade de Novas Tecnologias do Rock Loco, onde desbravarão novas fronteiras para nosso estimado programa, bravamente levando o Rock Loco aonde nenhum programa jamais esteve. Na minha humirde opinião, esse programa não poderia mesmo cair em melhores mãos. Gente que entende do riscado, sem medo de fazer e falar. Olha só o time: Marcão, Miguelão Cordeiro, Claudão Esc, The Martinez Bros, Fernandão Ribeiro e mais uma uma pá de gente que me escapa agora, foi mal. Portanto, amiguinhos e inimiguinhos, NÃO percam a sensacional estréia (aqueles que conseguem ouvir a rádia, claro) nesta quarta, às 20 horas da Night Clash City Rockers no Rock Loco. Bem vindos, meus caros. Tomara que continuemos juntos por muitos e muitos invernos por vir.

Aliás, a família Rock Loco não pára de crescer. Depois de Yara Vasku substituindo Mário Jorge às quintas, tivemos também o companheiro Tiago Fernandes substituindo Roney Jorge às terças, com Luciano Matos, fato que passou meio batido por aqui, dado o perfil low profile do rapaz. Mas bem-vindo atrasado ao brother Tiago, tb, né, por favor...

HEY HEY MY MY INDIE ROCK NEVER DIES - Deu na Dynamite! Deu no Omelete! A sensacional e fundamental Stone Roses deve voltar, quem sabe, ainda esse ano. Segundo Noel Gallagher, guitarrista do Oasis, os caras do Stone Roses " seriam idiotas se não voltassem a tocar". Ou melhor: seriam idiotas se não colocassem a mão em toda a $$$$$$$$$$ que eles deverão ganhar voltando. Viva o indie rock! E danem-se os maletas que querem enterra-lo precipitadamente em favor de bandas modistas e passageiras. É isso aí. Leia a notícia no portal Dynamite aqui.

SENHORES DA CIDADE CÃO - Califórnia, anos 70. Uma onda de calor desgraçado assola uma trupe de surfistas, que, entediados, criam a cultura do skate radical ao invadir casas abandonadas para esvaziar as piscinas e cair com o skate lá dentro e fazer as mais loucas manobras, até então nunca vistas. O excelente documentário Dogtown and The Z-Boys, de Stacy Peralta, já comentado aqui no Rock Loco, dá origem à um filme com atores como Heath Ledger e Johnny Knoxville, a estrear nos EUA em 5 de junho. Lords of Dogtown promete, já que a história é sensacional (e real). É como eu disse no post sobre o documentário: Califórnia, anos 70, hard rock clássico, skates, tédio, loucura. Que mais um adolescente (tardio) pode querer de um filme? Saiba mais no Omelete, clicando aqui.

2 comentários:

Bel (M.W.) disse...

Salut Chiquito.
Assisti o filme (do Peralta) ontem. Comprei o dvd cheio de extras. Tô ansiosa para ver a versão da Hardwicke.
Por incrivel que pareça, acho que esse vai ser um daqueles casos em que a ficção pode acabar sendo mais 'verdadeira' do que o documentário. Pelo fato do cara estar contando a sua própria história, o filme tem um certo tom de celebração (bom e necessário), mas acho que fica muito difícil para ele explorar o 'lado negro da força'. Dogtown and Z-Boys, de vez em quando, fica meio 'institucional'. Fui apresentada para a diretora no Festival do Rio, figuraça, fica fazendo caricatura dos outros na rua e dando de presente. Ela virava e dizia: "olha, é assim que eu te vejo". Ela desenhou um galã da globo como um ET, acho que ele não curtiu...
Enfim, gosto dela, Thirteen é massa, bem sincero.
No mais, muita saudade. Beijão

Franchico disse...

ô, Belzita, que surpresa boa danada tever por aqui. Tô ansioso pra ver esse filme tb, sem dúvida. como vão as coisas aí em cima? até Daniels tá fazendo mestrado agora, né? uma hora dessas eu perco meu medo da chuva e entro nessa tb, que nem a patroa lá em casa e vcs aí. sei que já disse isso antes, mas não custa repetir: cês fazem uma falta danada por aqui. grande beijo e muitas saudades.