quinta-feira, julho 31, 2014

HERÓIS ESPACIAIS PARA UMA NOVA GERAÇÃO

Aposta ousada da Marvel, o filme Guardiões da Galáxia traz para o primeiro plano grupo obscuro das HQs, com um gostinho de Star Wars

Gamora, Peter Quill, Rocky, Drax e Groot
Guardiões da Galáxia, o novo (e divertidíssimo) filme da Marvel que estreia hoje, nasceu de uma impossibilidade.

Financeiramente quebrada na segunda metade dos anos 1990, a editora vendeu os direitos de filmagem de algumas de suas mais famosas propriedades intelectuais para grandes estúdios de cinema.

O Homem-Aranha ficou com a Sony. X-Men e Quarteto Fantástico couberam à Fox. Ambos os estúdios detém os direitos sobre esses personagens até hoje e não dão sinal de largar o osso tão cedo.

A partir da criação dos estúdios de cinema da própria editora (Marvel Studios) e do sucesso estrondoso de Homem de Ferro, Thor e Capitão América, desembocando em Vingadores, a Marvel se viu defenestrada de alguns dos seus personagens mais queridos para fazer mais filmes e uní-los todos em um universo ficcional coeso, como já o faz nos seus quadrinhos.

Impossibilitada de fazer Homem-Aranha, Wolverine e Homem de Ferro se encontrarem em um mesmo filme, só restou à Marvel fuçar em seu vasto catálogo, que conta com mais de cinco mil personagens.

Os antigos Guardiões
E foi de lá que seus executivos saíram com essa pequena pérola de FC juvenil amalucada que é Guardiões da Galáxia.

Criada em 1969 por Arnold Drake (roteiro) e Gene Colan (desenhos), a equipe foi ativada e desativada pela editora por algumas vezes ao longo das décadas seguintes – além de ter surgido com uma formação completamente diferente desta que se vê no filme.

Em 2008,  a editora apostou (pela terceira ou quarta vez) em um novo gibi dos Guardiões, escrito pela dupla Dan Abnett e Andy Lanning, especializada em FC, apresentando pela primeira vez a formação que está no filme. Apesar das boas críticas, a  HQ só durou 25 números e foi novamente cancelada.

É nas HQs dessa fase que os Marvel Studios foram se basear para o filme que estreia hoje. Com o filme já em produção, a editora relançou mais uma vez a HQ do grupo – publicada no Brasil na revista mensal Universo Marvel (Panini).

Pois bem. Salvo exageros, é bem possível que Guardiões da Galáxia, o filme, tenha para a molecada de hoje o mesmo efeito que Guerra nas Estrelas - Star Wars teve para a molecada de 1977.

Por que tudo o que tornava Star Wars mágico aos olhos de crianças e adolescentes está em Guardiões.

Naves e batalhas espaciais de tirar o fôlego
Há o  herói improvável, atingido pela tragédia (Peter Quill, interpretado pelo engraçadíssimo Chris Pratt, da sitcom Parks & Recreation).

Há a interação cômica instável entre os personagens – a velha mecânica de começarem se detestando e terminarem unidos.

Há um vilão poderosíssimo (Ronan, O Acusador, interpretado por Lee Pace) com um outro, ainda mais poderoso, controlando tudo da sombra.

Há os efeitos espaciais emprestando realismo a planetas estranhos, criaturas alienígenas bizarras e batalhas espaciais de tirar o fôlego.

Tudo começa quando Peter Quill, a serviço de um grupo de contrabandistas espaciais aos quais deve dinheiro, invade um  templo abandonado em um planeta morto e  rouba uma esfera metálica com um objeto muito valioso em seu interior.

Rocky e Groot, uma dupla foda pra caralho
Depois de muita perseguição, porrada, tiroteios laser e tiradas cômicas, Quill é jogado em uma penitenciária intergaláctica com a mortal Gamora (Zoe Saldaña), o grandalhão Drax (Dave Bautista), o guaxinim falante e pavio curto Rocky (voz de Bradley Cooper) e a árvore ambulante Groot (voz de Vin Diesel).

Eventualmente, o grupo se une – mesmo a contragosto inicial – foge da Lemos Brito espacial e começa seu périplo para recuperar o tal objeto e, claro, salvar o universo.

Para antigos leitores da Marvel, as referências e aparições de personagens cósmicos da Marvel são uma atração a parte.

Lee Pace está perfeito como o Kree fundamentalista Ronan, O Acusador
Aqui e ali aparecem o Colecionador (Benicio Del Toro), o Guardião original Yondu (Michael Rooker), a vilã Nebulosa (Karen Gillan),a Tropa Nova e até mesmo um Celestial (deus espacial).

Em tempo: este filme tem a melhor citação de Footloose - Ritmo Louco em todos os tempos.

E para quem não conhece nada, tenham o prazer: esta é sua nova Star Wars. Divirtam-se.

Guardiões da Galáxia / de James Gunn / Com Chris Pratt, Zoe Saldaña, Bradley Cooper, Vin Diesel, Dave Bautista, Michael Rooker, Lee Pace, Benicio Del Toro / Em cartaz

CONHEÇA SEUS GUARDIÕES

Peter Quill - Senhor das Estrelas - Abduzido da Terra por uma nave no dia da morte de sua mãe, Peter é o bravo guerreiro líder do grupo – além de um puta gaiato e fã de soul music
Drax, o Destruidor - O grandalhão da equipe, obcecado em vingar a morte de sua mulher e filha nas mãos de Thanos, o titã louco. Ainda assim, é até um sujeito doce e sensível
Gamora - A fêmea mais mortífera da galáxia é outra obcecada em se vingar de Thanos, que após destruir seu mundo, a adotou como filha. Está aprendendo a dançar soul com Peter
Groot - Basicamente uma árvore que anda, estica galhos que usa como armas e cresce flores que dá de presente. Diz apenas uma frase: “Eu sou Groot” - que pode ter vários significados, quase sempre com efeito cômico. Amigo de Rocky 

Rocky Racoon - Guaxinim geneticamente modificado e com implantes cibernéticos que ainda é atirador de elite. Casca-grossa, língua solta, mal- -humorado. O mais carismático da gangue.





54 comentários:

Caio Tuy disse...

É com isso que eu tou encucado, Chicão. Adam Warlock não fazia parte desta equipe, junto com Serpente da Lua, o cachorro telepata (dentinho?) e o Imp?

Franchico disse...

Warlock, não, Caio.

Dentinho é dos Inumanos.

E Serpente da Lua foi dos Vingadores.

Imp eu não tô ligado /lembrado quem é.

Gamora é que foi parceira de Warlock por muito tempo, naquela época áurea de Warlock escrita e desenhada por Jim Starlin.

A equipe original dos Guardiões era essa aqui: Major Vance Astro (também conhecido como Major Victory), o único humano do grupo; Martinex T’Naga, um humanoide cristalino criado artificialmente; Capitão Charlie-27, de Júpiter; e Yondu Udonta, um zatoano do planeta Centauri IV.

Leia mais aqui:

http://www.universohq.com/materias/quem-sao-os-guardioes-da-galaxia/

Nos anos 80 eu não vi nadados Guardiões por aqui. Já no início dos anos 90, a revista Marvel Force,da Editora Globo, publicou várias HQs do grupo, da fase Jim Valentino (que depois foi para a Image).

Só fui topar de novo com o grupo quando a Panini lançou um encadernado com os primeiros números da fase Abnett / Lanning, com essa formação nova, que deu origem a esse filme.

E agora, na mensal Universo Marvel está saindo revista nova dos Guardiões, escrita por Brian Michael Bendis, que é bem legal, mas já nessa linha bem cinematográfica, pensada para acompanhar o filme mesmo. Inclusive, o Homem de Ferro está "estagiando" com os Guardiões, passando um tempo no espaço com eles agora.

Agora,estou na expectativa da HQ de Rocky que saiu agora e está com ótimas críticas.

Franchico disse...

Ah! E o Peter Quill / Senhor das Estrelas teve algumas HQs publicadas aqui nos bons tempos da Herois da TV (com arte de John Byrne em grande fase, lembro bem) e na revista P&B Aventura & Ficção, um número só dele.

Drax apareceu muito nas HQs do Capitão Marvel.Era um personagem completamente demente. No sentido de burro, mesmo.

Franchico disse...

....e a galerinha do seriado da Shield finalmente ganha revista própria.

http://omelete.uol.com.br/shield-tv/quadrinhos/agents-shield-personagens-da-serie-vao-ganhar-hq-com-roteiro-de-mark-waid

Até demorou. O roteirista é de primeira.

Caio Tuy disse...

Lembro da antiga formação, muito embora não tenha lido estas HQs, porém ficou na minha memória de que estes personagens que citei faziam parte dos guardiões da galáxia, pois recordo que cada um deles (ou a grande maioria) ficou responsável por uma das joias do infinito, logo após o tribunal vivo determinar que elas não poderiam funcionar em Uníssono novamente.

Ah, o nome não era Imp, e sim Pippin (um anão que fumava charuto e parecia um hobbit. Vai aqui uma foto!

http://www.marvel616.com/2007/08/em-foco-aniquilao.html

Devo ter viajado na maionese e trocado as bolas!

Caio Tuy disse...

Olha que bacana, descrição completa da galera!

http://protocolosmarvel.wordpress.com/

Franchico disse...

Ah, Pip eu lembro! Era parceiro do Warlock!

Franchico disse...

Então é isso,galerinha.

Estou de férias.

Os posts aqui vão dar uma parada.

Os comments eu continuo liberando do celular.

Qualquer coisa, me procurem no bangalô mega VIP do resort 7 estrelas Mauritius Islands Fucking Luxury Ultra Hadouken Beauty Bungalows.

Ou mejor: NÃO ME PROCUREM.

Fui!

Ernesto Ribeiro disse...

Divirta-se, Francis.

Mas nada me impede de também ir dar uma esticada aí no Emperor Hotel Resort Special Presidential Suit.


Quanto aos Guardiões: Drax ficou debilóide somente após sofrer morte cerebral no desfecho de uma aventura de 1977, ao lado do Capitão Mar-Vell (que ele ia matar, por mera frustração de não ter conseguido cumprir seu "destino manifesto" razão de sua existência: matar Thanos). Mas ele recuperou a mente e assassinou i titã louco, arrancando o coração de Thanos ao final da saga ANIQUILAÇÃO.


O que queima o filme mesmo é o bixinho fofinho peludinho de animação digitalizada.


Ô praga...


Ernesto Ribeiro disse...

Divirta-se Francis.


Qualquer dia desses eu também vou esticar as férias aí no Emperor Plaza Hotel Resort Special Castle Presidential Palace.


Ernesto Ribeiro disse...

Quanto aos Guardiões: só o que queima o filme é aquela retardadice que já se tornou epidemia no cinemão americano do século 21: o bixim fofim peludim animadim digitalizadim.


Já o Drax só ficou debilóide ao sofrer morte cerebral no fim de uma confrontação com a Serpente da Lua.


Antes disso, estrelou uma saga ao lado do Capitão Mar-Vell, escrita e desenhada por Jim Starlin imediatamente após as mortes de Thanos e Warlock, em 1976.


(Isso porque Drax queria matar o Capitão, só pra descontar a frustração de não ter conseguido realizar o seu "destino manifesto" de matar Thanos, pois essa era a razão de sua existência.)


Mas como a morte nos quadrinhos nunca teve moral, todo mundo ressuscitou, e nos anos 2000, Drax recuperou a sanidade e no desfecho da saga ANIQUILAÇÃO, Drax matou Thanos, arrancando-lhe o coração ainda batendo, com a própria mão nua.


Grande Drax.

Ernesto Ribeiro disse...

.


Christiane F — Sua Segunda Vida é Tão Assombrosa Quanto a Primeira



Acabo de ler o segundo (e evidentemente o último) livro da senhora Vera Felscherinow: Eu, Christiane F : A Vida, Apesar de Tudo. Parte do conteúdo eu já conhecia nas minhas pesquisas em reportagens sobre ela na imprensa européia, quando eu editei e publiquei a única cobertura em português sobre a vida dela pós-livro, com todas as dezenas de fotos até então raras.


(Frank, você pode conferir o meu Dossiê Christiane F em um dos CDs de dados que eu lhe dei: TEXTOS - pasta BLOGS-DOSSIÊS - Cultura Pop)


É ela mesma. 35 anos depois, o estilo narrativo de Christiane F é o mesmo, inconfundível, com o mesmo humor trágico alemão, sincero e brutal. E o mesmo espírito de "jornalismo investigativo mundo cão" com a mesma missão de apavorar e fazer a sociedade olhar as suas próprias entranhas podres, cancerígenas e escondidas que a mídia nunca mostrou. A única diferença é que, se antes ela falava como uma vítima inocente, agora se expressa num tom tão cínico de culpada que chega a a ser perturbadora.


Se no primeiro livro as intervenções eram outros depoimentos de profissionais da área (médicos, policiais, psiquiatras, clínicos, investigadores, a mãe e outros junkies) desta vez a única segunda voz é alguém que cobre todos esses setores e com estômago para encarar o insuportável: a jornalista Sonja Vukovic, acostumada a lidar com os temas mais pesados e indigestos.


É Sonja que complementa a narrativa de CF, escancarando o horror da estória do famigerado "Parque das Seringas" em Zurique — por azar, a mesma cidade suiça onde CF morou, alternando o luxo e o lixo — e contando como a Cena da Heroína degradou a cidade como um câncer, que ao ser removida do parque, apenas espalhou as metástases para outros pontos da cidade, até matar um bairro inteiro na guerra de quadrilhas entre traficantes muçulmanos de 3 países islâmicos, com criminosos de 3 continentes.


E vou te dizer uma coisa: a Rainha da Podreira, do Sofrimento e da Degradação continua no trono. Insuperável. Perto disso, todas as biografias de astros do rock doidões se mostram o que de fato são: conversa fiada. Pose e purpurina pra levar sua grana. A Coisa Real é a Junkie Suprema, baby.


NADA supera a drogada ex-prostituída da Estação Zoo em termos de história real Barra-Pesada deprimente, tão chocante quanto instigante. São fatos horrendos, de fazer o leitor arrancar os cabelos e dizer: "Que porra é essa, é o fim do mundo, onde estamos?!?" até ficar sem palavras, estarrecido. Mundo cão mesmo.


Só o primeiro capítulo já é o mais fundo soco no estômago, que te dá vontade de vomitar na hora. Christiane F nunca esconde nada mesmo: ela faz questão de descrever minuciosamente todos os detalhes da sua atual condição física de falta de saúde. Agora, o pior de tudo é que ela está morrendo desde 1989 — e não morreu ainda!?


Ela passou quase um ano num presídio, quase foi assassinada com uma pá, lutou para sobreviver, subornou as detentas, colecionou abortos e relacionamentos fracassados em quantidades que competiam entre si. Entre outras desventuras, ela sequestrou o próprio filho. Ou o resgatou das garras da Lei. Depende do ponto de vista.


Ernesto Ribeiro disse...

.


Apenas um erro de tradução brasileira: logo após citar sua amizade com Nina Hagen, Christiane F se refere á outra cantora alemã: NENA, e não Nina, como aparece na versão em português.


E é outra constatação surpreendente: foi mesmo Christiane F quem tornou Nena famosa mundialmente, quando Chris participou do programa de rádio de Rodney Biggenheimer e tocou uma fita cassete com o sucesso "99 Luftbalons" que a própria Nena regravou em inglês como "99 Red Balloons" um hit instantâneo. A canção marcou tanto os anos 80 que figura na trilha de Watchmen.



Isso sem contar a desmoralização de certas figuras famosas. Ao dizer certas verdades que NINGUÉM se atreve a dizer em público (e nem em privado) Christiane F cumpre o mesmo dever de Johnny Rotten na autobiografia dele e também desanca sem piedade até mesmo David Bowie. "Eu o acho um gênio das finanças, com centenas de negócios no mundo todo, que têm nada a ver com música. Mas desde os anos 80 David Bowie se tornou um músico medíocre. Desde o álbum Let's Dance, ele deixou de ser aquele artista criativo homem-cachorro de Diamond Dogs e passou a fazer música fácil para o mainstream eletrônico. No último disco dele, The Next Day (2013), o primeiro single, é "Where Are We Now"? ("Onde Nós Estamos Agora?") Eu respondo a ele: "Onde sempre estivemos, David. A verdade é que giramos tanto e nunca saímos do mesmo lugar." Toda vez em que nos encontrávamos, só dizíamos coisas superficiais um para o outro. Foi um choque quando o conheci na mansão dele na Suíça. Ele é pequeno e fraco, como meu pai. Foi uma grande decepção. Uma parte vital morreu para mim."


Nem mesmo o amigo Rodney Biggenheimer sobrevive ao escrutínio de raio-X: "A existência dele se resume a viver na aba de estrelas famosas. Ele apenas gravita em torno delas. Mas sem isso, não há mais nada; a vida interior dele é vazia. É muito triste." Ninguém escapa impune mesmo. Principalmente ela própria.



Ela viveu no topo do mundo, trabalhando como office girl e secretária da editora Diogenes do casal Keel e bancando a babá dos filhos deles, cuidando de evitar que os adolescentes crescessem alienados do mundo real, tendo Christiane F como conselheira. Ela agendava todos os compromissos com os autores da editora e os recepcionava. Foram 3 anos de glória e glamour na Suíça, convivendo com gente rica e famosa e intelectuais e escritores como Federico Fellini, Patricia Highsmith, Patrick Süskind...


Só papo cabeça. E, surpresa: a filosofia alemã punk venceu.


Ernesto Ribeiro disse...

.


O grande superpoder de Christiane F sempre foi a sua incrível empatia: a capacidade de ver e entender os conflitos internos na alma de cada pessoa com quem interage e daí perceber a origem de tantos tormentos. Foi assim quando ela diagnosticou a psique do pai que a espancava aos 8 anos, da mãe que engravidou cedo para se casar logo e sair da casa dos avós nazistas. Além do talento para se expressar filosofando sobre a condição humana de uma maneira que só os existencialistas alemães conseguem, mas numa linguagem que qualquer adolescente consegue entender e se identificar.


Por isso que o relato dela é absolutamente ÚNICO, original, insuperável. Não adianta tentarem imitar. Jamais haverá outra Christiane F. Nenhum outro relato se iguala ou chega aos pés do "livro-bomba" que explodiu nossas consciências.



"Tudo o que Christiane diz já vem quase pronto para ser impresso. Ela consegue dizer tudo o que outros nunca conseguiriam verbalizar, e com uma força literária real." diz Horst Hieck, o repórter que a entrevistou por 2 meses em 1978 para um simples depoimento que se tornou um série de reportagens e cresceu até encher um livro. Desta vez, foram 3 anos de pesquisa e checagem de fatos antes do novo livro ir para o prelo.



Todos os amigos dela já morreram. Da mesma causa mortis.

Um monte de Lendas do Rock já subiram no telhado.

O ídolo máximo David Bowie teve um piripaque e não pode mais fazer shows.



Aos 52 anos, mesmo caindo aos pedaços, Christiane Vera Felscherinow continua de pé.

Rodrigo Sputter disse...

Chicong meu fio, tb lembro EXATAMENTE dessas 2 hqs que vc falou, antes de ler seus comentários eu fiz a pesquisa das 2:

http://4.bp.blogspot.com/-Os1b_cGh1mQ/TyBvaJ-kFxI/AAAAAAAABGM/wWyswmoqXv4/s1600/01.jpg

http://mlb-s2-p.mlstatic.com/revista-aventura-e-ficco-2-abril-bonellihq-8049-MLB5320338208_112013-F.jpg

http://2.bp.blogspot.com/-2XGJypo52wg/TqmyPbbk4BI/AAAAAAAAKvc/CMl2m-4crPw/s1600/Af+02.jpg


Tem pra baixar se alguém quiser...dou o link...

e esse cara com o "cinto estrela" né o sr das estrelas tb:

http://www.universohq.com/wp-content/uploads/2014/02/guardians_galaxy1990.jpg

lembro de algo assim...li nos anos 80 algo deles...assim que fui alfabetizado em 1985 (6 anos) li TUDO que saia nas bancas, li até animal e aventura e ficção, acho que minha demência em disso-heehhehe

Vi o filme hoje com meu sobrinho, falei até do blog pra um cara que tava lá...achei legal, divertido...mas esse papo de 'racionalização" de heróis, até nas roupas, colé, é legal algumas roupas, poderia ser usada em filme tb...e acredito que no quadrinho num tem esse papo da mãe dele chamá-lo de sr das estrelas...vamos separar as coisas...mas é bem bacana o filme...e o legal é que coloca essa idéia de irmandade, amizade, companheirismo em quem assiste, principalmente os guris...falei pra meu sobrinho q tu disse q o filme era bacana e gostamos...ele tem 14 anos...fomos na 3a tentar ver a sessão 3d de planetas dos macacos, mas ia rolar "o iluminado" e num podemos ver, fomos hj, já sabendo que iríamos ver esse dos heróis, pois só tinha sessao 3d legendada às 20:40, pra voltar do centro de buzão é barril...falei brincando na bilheteria que vou dizer pra claúdio marques que ele tá ajudando na "burrificação" da galera...de 4 sessões só 1 legendada? e meu sobrinho até veria alguns meses atrás, mas tou colocando na cabeça dele que é uma merda...teve horas que quase chorei (como em star wars, o 1o da série, dos anos 70), veio lágrimas nos olhos...mas sou durão e cult...num posso chorar em filmes hollywoodianos-hehehe

E a Atriz que faz gamorra hein?
mesmo verde ela é um tesão, tem um jeito sexy...fiz até a alegria da rapeize (ou das meninas que gostam tb) e fiz uma pesquisa dela, mas cuidado viu Chico, pra num estragar suas férias quando a patroa ver vc fuçando os links abaixo-ehhehehe

Ó PÁ ISSO VÉI:

http://3.bp.blogspot.com/-MvKBqy-GgWo/TnjncS1IfLI/AAAAAAAAFIE/lKlwPr1kJbM/s1600/zoe-saldana-nude11.jpg

http://www.genxnews.com/wp-content/uploads/2010/03/zoe_saldana.jpg

http://www.perola-negra.com/blog/wp-content/uploads/2013/05/zoe-03.jpg

http://img.trekmovie.com/images/st09/details1209zoe-2.jpg

http://img.trekmovie.com/images/st09/details1209zoe-1-t.jpg

http://jerseychaser.com/zoe-saldana-is-my-t-fine-in-calvin-klein/

http://jsolovely.files.wordpress.com/2010/08/zoe-saldana-gallery.jpg

http://www.vip.it/wp-content/uploads/2010/07/Zoe-Saldana-topless-08.jpg

ps.: man, vc libera comentários do cel?? tá chic...moderno...eu nem sei mexer nessas zorras...daqui a pouco vc entra no face-hheeheh
eu sai de lá desde março...num perdi nada...

Ernesto Ribeiro disse...

Rodrigo, com todo o respeio ao seu trabalho de pesquisa de fotos dela, essa Zoe Saldana não vale nada.


Aquela mulherzinha magricela é completamente vulgar, sem um pingo de classe.


Além da cara de cavalo em Star Trek, a mais representativa "performance" dela foi em Avatar. Talvez nesse Guardiões ela esteja melhor, até passável.


Mais uma estrelinha inflada pela máquina de propaganda de Hollywood e pelos críticos, sem nenhum mérito próprio.


Como a inexpressiva Halle Berry, uma das mais escandalosas fraudes da história do cinema. Ela mesma sabe tão bem que não mereceu o Oscar de melhor atriz. Antes ou depois disso, tentou o suicídio.


Eu vejo esse tipo de fraude desde sempre, com mocréias horrendas como Glen Close, Julia Roberts e Jamie Lee Curtis.

Ernesto Ribeiro disse...

.

Detalhe: durante anos, eu acreditei piamente que Jamie Lee Curtis fosse um HOMEM. principalmente quando assisti "True Lies" e me horrorizei: "Porra, o Arnold tá contracenando com um traveco! Que faz o papel da esposa dele. Sacanagem!"


Tive essa mesma certeza quando passava diante da TV e via Glen Close naquela fantasia ridícula de "Atração Fatal" e "Ligações Perigosas."


Definitivamente, Hollywood é um antro de pervertidos. Dominada por sociopatas cada vez mais degenerados.

Rodrigo Sputter disse...

Rapá, num tou falando dela como atriz...ontem fui me divertir, não ver cinema (embora o filme tenha coisas de cinema), tou falando que ela é gostosa...e acho bonita...tem mais lindas que ela...mas ela me passou um tesão no filme...pelo menos ontem...sei que se ela quiser, nem precisa de luz roxa dentro da nave do senhos das estrelas pra notar as perversões-hheheehehe

Ernesto Ribeiro disse...

.


O Eterno Tema Musical do Sexo com Amor:


Je t'aime... Moi Non Plus


Nada... NADA jamais vai superar o arrepio de escândalo, vergonha e pudor provocado em qualquer época, cultura ou pessoa, ao ouvir a voz da ninfa Jane Birkin arfando, gemendo e sussurrando em pleno êxtase de prazer sexual, quase sem fôlego: "Ohhh, mon amour..."



"Je t'aime... Moi Non Plus" é uma canção do cantor e compositor francês Serge Gainsbourg que, apesar de PROIBIDA em diversos países, como Brasil, Portugal, Espanha e Reino Unido, tornou-se um sucesso mundial.


A versão original foi gravada em 1967 na voz de Brigitte Bardot. Pena que tal versão foi CENSURADA e somente lançada em 1986. Quem canta aqui é Jane Birkin em dueto com o namorado Serge Gainsbourg, no videoclipe desse Clássico absoluto da Música Francesa --- e do Erotismo refinado e de bom gosto, que fechou com chave de ouro a Década da Libertação: os anos 60. Nada pode ser mais francês do que isso. E tinha que ser em Paris...


Com vocês, o tema eterno de todos os amantes:


Je t'aime... Moi Non Plus


http://www.youtube.com/watch?v=GlpDf6XX_j0



Serge Gainsbourg & Jane Birkin

videoclipe original 1969

Mirdad disse...

Experiência ancestrodélica na quarta 13, EP da Orange Poem com Mateus Aleluia no vocal: http://elmirdad.blogspot.com.br/2014/08/orange-poem-lanca-o-ep-ancient-na.html

Ernesto Ribeiro disse...

José Wilker --- palestras e melhores entrevistas :



José Wilker — palestra no Sesc

http://www.youtube.com/watch?v=b55ytOizOQM


José Wilker — Entrevista Vitrine

http://www.youtube.com/watch?v=NXNb-mknbCo



José Wilker — Entrevista no Revista do Cinema

http://www.youtube.com/watch?v=X8_WqZ7fac8



José Wilker — Entrevistas no Jô Soares


http://www.youtube.com/watch?v=m-ByHeZ0cNo


http://www.youtube.com/watch?v=K-YuZjBbO0c



E o Melhor de Tudo :



José Wilker — Palestra 1986


http://www.youtube.com/watch?v=XK7zMFJZX3Y



Uma divertida e deliciosa aula sobre Arte Engajada, Teatro de Protesto, Cinema Político, Prisão na Ditadura, as manobras da Rede Globo durante as Diretas Já, a Hipocrisia da Nova República, o encontro com o real Homem da Capa Preta e a construção de um personagem assustador para o próprio ator no seu trabalho mais difícil e desafiante em pleno apogeu de sua carreira.

Rodrigo Sputter disse...

E aí Caio??
gostou do som?
tava tudo desmoronando, foi o show menos legal que fizemos esse ano...mas me diverti apesar dos pesares...

Ernesto Ribeiro disse...

Pitty foi uma dos 5 Melhores Bateristas do Rock Brasileiro e uma dos 50 Melhores Bateristas do Rock Mundial, tocando na espetacular banda de punk rock SHES em 1997-1999. Não apenas como baterista feminina, mas superando quase todos os homens também.


Uma coisa genial no som das Shes é que os vocais de fundo são ainda mais inspirados e empolgantes do que os vocais principais. Elas sabiam mesmo fazer um arranjo sonoro perfeito, pop e violento.


Todas as 4 integrantes da SHES eram extraordinariamente talentosas. E Pitty Leone fez um trabalho impressionante na bateria naquela que foi a fase mais brilhante da carreira dela.

Caio Tuy disse...

Muito bacana o show, Rodrigo! a noite toda foi bacana, com o clima de festival então, foi melhor ainda. Salvador precisa ter mais festivais como esse e Big merece toda reverência do que resta da cena rocker baiana.
Show bacana mesmo, me fala quando vai ser o próximo!!

rodrigo sputter disse...

blz man quando tiver te falo, o show foi mais ou menos...mas deu pra se divertir...vc já viu outros né?

Pena que Ernesto num é + punk como antigamente e num vai mais nos shows undergrounds-hehehehehehe

fica só elogiando os medalhões-hehehehe

Fez falta lá, comentamos a ausência de sua presença-hehehehe

E Caio todo sério na foto, de Paletó, nem reconheci na hora...hehehehehe

Ernesto Ribeiro disse...

A Rede Globo não presta. Essa merda de emissora faz tudo pra tentar destruir a audiência de 24 Horas no Brasil: põe no pior horário, no pior dia da semana, com 2 episódios emendados NUM MESMO SEGMENTO, mutilando o espaço do relógio de intervalo pra juntar tudo e confundir o telespectador.


Enfim: aqui no Inferno do Terceiro Mundo nada de ruim surpreende. São sempre os piores psicopatas no poder em todas as áreas desse país esgoto. Surpresa seria se algum dia alguém fizesse uma coisa certa. Tipo, matar o Silvio Santos, Faustão e Com o Cu Liberado, ou esfolar o diretor / editor daquela bosta carioca.

Ernesto Ribeiro disse...

.


Gustavo Müllem de bigodão está quase idêntico ao filósofo Friedrich Nietzsche nesta foto:



http://americanofilosim.blogspot.com.br/2014/08/gustavo-mullem-e-ernesto-ribeiro.html

rodrigo sputter disse...

Ernestão, quando ele bater esse bigode me avise:

http://www.fotolog.com/teenage_idol/147000000000027617/


hehehhehehe

e olha que já deixei maior...

Ernesto Ribeiro disse...

.

Galera:

Alguém aí tem algo a dizer sobre os suicídios dos comediantes Robin Williams e Fausto Fanti do Hermes & Renato, que era o guitarrista Blondie Hamnett do Massacration?


Só para investigarmos as causas da depressão crônica que acomete os humoristas como "palhaços tristes" até se chegar á Verdade.


http://entretenimento.r7.com/blogs/andre-barcinski/


A morte de Robin Williams acontece menos de duas semanas depois do aparente suicídio do brasileiro Fausto Fanti, talentoso comediante da trupe “Hermes e Renato”. É perturbador notar como artistas que vivem de fazer rir, destacando, com seu humor, os absurdos e estranhezas do mundo, muitas vezes não conseguem superar seus próprios demônios pessoais.


“O único riso verdadeiro vem do desespero”, já disse Groucho Marx, um homem que entendia uma coisa ou outra sobre humor.

Rodrigo Sputter disse...

usei a mesma expressão do palhaço triste conversando com um amigo...esse vazio quando "deixamos" não importa a vida q leva, nem a conta bancária, ele bate e pra deixar dá trabalho...imagino o desespero pra chegar a cometer suicídio, dói no coração saber de todo esse sofrimento...que muitos artistas, amigos, colegas tb cometeram...triste demais tudo isso...que descanse em paz.

Rodrigo Sputter disse...

https://br.noticias.yahoo.com/fab-n%C3%A3o-encontra-grava%C3%A7%C3%A3o-voo-acidente-campos-em-161425112.html

e agora josé??

Ernesto Ribeiro disse...

.

Francis, sobre a recomendação de uma reportagem sobre a guitarrista de 3 bandas de punk rock / hard rock, Carol Ribeiro: esquece. Ela vive hoje em Montreal, no Canadá. Fica pra próxima.

Ernesto Ribeiro disse...

.

Francis, sobre aquela sugestão de reportagem sobre a guitarrista de 3 bandas de punk / hard rock, Carol Ribeiro: esquece. Ela hoje vive em Montreal, no Canadá.


Melhor mudar o foco para músicos de blues / jazz como Jerry Marlon:


https://www.youtube.com/watch?v=2owJeXrXe6o&feature=autoshare

Ernesto Ribeiro disse...

Como todos aqui devem saber, depois de encerrar as atividades da Shes, a vocalista / guitarrista Liz Bee tocou na Mutation Lab com Daniel da Dinky Dau --- e em seguida partiu pros EUA, onde tocou baixo numa banda pop americana de 5 garotas, a LadySugar.


Um exemplo desse trabalho dela está neste vídeo single:


Ladysugar — I Want What I Can't Have


https://www.youtube.com/watch?v=zX2UTVEGHdE



Ladysugar covers Ke$ha, Katy Perry and 3OH!3


Mash-Up of Your Love Is My Drug/Tik Tok/Blah Blah Blah/My First Kiss/California Girls

https://www.youtube.com/watch?v=cUsb1r_auDs



Canal ladysugarmusic:

https://www.youtube.com/channel/UCj5wcR9Ga4nLF9oe_WDX0uA

Ernesto Ribeiro disse...

.

Ah, sim:


Mutation Lab

https://www.youtube.com/watch?v=J6o9a61Su1E

Ernesto Ribeiro disse...

.

A Entrevista Mais Engraçada de Pitty


2003 : A Primeira Vez de Pitty no Jô Soares

...com camiseta dos Dead Kennedys, lavando a alma da galera Rocker Punk Hardcore --- e uma surpresa no passado rocker do gordo.


https://www.youtube.com/watch?v=jDiMxP5G6Ec

Comédia Pura!



meio minuto de Pitty no Jô em 2014:

"Eu não me depilava até os 20 anos"

https://www.youtube.com/watch?v=hFiezPyq7P0




A pedido do apresentador, Pitty chora:

"Chorar é comigo mesmo!"


https://www.youtube.com/watch?v=OOuWPvga508



Pitty é perfeita...

Ernesto Ribeiro disse...

FOTOS

Camisa de Venus e Convidados:

Loro Jones do Capital Inicial

Armandinho

Thathi



etc...


http://americanofilosim.blogspot.com.br/2014/08/camisa-de-venus-e-convidados.html


Ernesto Ribeiro disse...

.

Comentário atrasado de baiano, mas o Rock é Loco mesmo:

FELIZ ANIVERSÁRIO, MARCELO NOVA!


PARABÉNS MEU REI!


Que seu Reinado seja eterno, enquanto Envergadura!



E Feliz Aniversário, Príncipe Drake Nova!


Filho de Herói da Voz, Guitar Hero é...



http://marcelonova.zip.net/arch2014-07-13_2014-07-19.html


Promoção Você Entrevista Marcelo Nova: (primeiro dos vídeos de 1 a 10)


Uma aula de Vida e Paixão, Música e Sabedoria:


https://www.youtube.com/watch?v=nM5E5MkxRoY

Ernesto Ribeiro disse...

...e hoje tem show de Pitty no Parque de Pituaçu. Vamo lá, galera!

rodrigo sputter disse...

fiquei surpreso com essa declaração dele, um cara que saca pá porra de rock e arte em geral:

https://www.youtube.com/watch?v=2UA2jrq_-dI

Não sou fan de Nirvana, mas eles, Mudhoney, Pearl Jam, Alice Chains e Soundgarden (bandas que nenhuma sou fan) não são nem um pouco iguais, parecidas...tem sonoridade distintas...quantas cópias de beatles e stones vimos surgir nos anos 60?? quantas bandas não queriam ser os novos beatles?? quantas não copiaram e o mercado quis aproveitar pra fazer uma banda como eles? vide que "criaram" uma banda pra combater os ingleses, uma resposta americana, e que resposta: Os Beach Boys...fora os Monkees...
Essa resposta dele só pode ter sido em cima de um preconceito pessoal...que vieram imitadores de eddie veder, isso num resta dúvida, se já é um saco aguentá-lo, imagine os imitadores...como todo "movimento" musical que a industria pega, eles vão querer embalar, empacotar e vender, meter güela abaixo...

E vc Chico o que acha??

Caio Tuy??

Ernesto??

Seria legal Chico, levar esse debate pro Rock Loco...queria ver o que vc e os caras iam dizer...esse papo de criar cópias, vem desde Frank Sinatra e Elvis...ou antes mesmo...concordo em muitas coisas com o Marceleza, mas dizer que essas bandas eram iguais...não...pode ter uma certa unidade, ou qq coisa do tipo, mas iguais não...todo "movimento" é assim...no garage, no punk, oi, metal e por aí vai...bandas cópias e as que se destacam por serem "diferentes"(o que não quer dizer que fizeram sucesso)

Ernesto Ribeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ernesto Ribeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ernesto Ribeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joe Gomes disse...

Ernesto, a maior fuxiqueira do rock, desde os tempos do Dead Billies.

Ernesto, toma seu remédio e por favor, para de fofocar a vida alheia que eu tô farto de você...

Franchico disse...

Joe, eh soh pedir que apago qualquer comteario que te incomode daqui. Sou jornalista, mas antes disso, sou amigo dos meus amigos. Abc!

Ernesto Ribeiro disse...

.

Valeu pelo troféu, Joe! Seu senso de humor continua ótimo.


Eu já te deixei em paz há 10 anos. Relaxe.


Na verdade, eu estava era defendendo você das críticas de amigos e ex-amigos. Fiz o pessoal entender o seu lado.


Leia direito o que eu escrevi antes de sair atirando em inimigos imaginários.


Estou ESCLARECENDO uma questão SÉRIA que pôs um monte de gente contra você, saiba disso ou não. E eu sempre deixo de que lado estou.


Eu estou do seu lado. Ainda que levando cotoveladas.


Isso aqui é papo de homem pra homem. Você deveria me conhecer o bastante para saber que eu NÃO sou do tipo que apunhala os outros pelas costas com um sorriso falso. Nunca traí nem fingi. E nunca tive tolerância para "fuxiqueiros". Aliás, estamos todos velhos demais para isso.


Se você pensa que esses meus comentários aí são "fuxicos" então você não sabe o que significa essa palavra. Para saber, deveria ter ouvido o que EU ouvi sobre você ONTEM, de gente que você pensava conhecer. E saí em sua defesa.


Foi ISSO o que me levou a trazer esse assunto até esse espaço Para calar a boca de quem te xingou dos piores nomes.


Goste ou não, eu estou lhe apoiando nessa questão. Você tem todo o direito de reagir com raiva, e ainda assim eu exponho aqui as suas razões. Isso elimina qualquer mal-entendido. Enquanto isso, outros que deveriam lhe apoiar ficaram em cima do muro.


Outra coisa: TUDO o que eu expus aqui são fatos velhos conhecidos de todos, então não é nenhuma fofoca. Só fiz o resumo da ópera para deixar claro a todos QUEM está com a razão: você.


E não tenho medo de represálias, nem de pressões. Não tenho nada a perder.


Sei que os últimos anos deixaram você com os nervos em polvorosa. Mas isso acabou. Calma, rapaz.


Boa tarde pra você também.

Ernesto Ribeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rodrigo sputter disse...

Caramba...fico uma tarde fora e perco tudo isso...fiquei a ver navios...e o pior de tudo, a questão quer perguntei, ninguém responde...

~=o(-

Chico fio, volta quando?

Rodrigo Sputter disse...

zorra...num sei como esse R foi parar depois do QUE...acho que foi o furacão que passou aqui que (sem R) me deixou assim...

Caio Tuy disse...

Bem, Rodrigo, eu particularmente gosto o grunge e acho que foi, junto com o resto do indie do início dos anos noventa, a ultima coisa velha/nova que o rock nos propiciou. Discordo de Marcelo em uma pá de coisas, até pela falta de relativização de algumas opiniões e conceitos, por isso venho filtrando cada vez mais o que ele fala.

Pearl Jam, Nirvana e Soundgarden com a mesma sonoridade, mesmas guitarras e letras? Acho que ele ouviu outros discos ou japoneses fazendo Karaokê

Rodrigo Sputter disse...

Xico meu fio, dia 1o de Setembro...2a feira...bora trabalhá?
alguém precisa manter essa cidade funcionando-hehehe

Caio, valeu pela resposta...tb acho que são bandas com sonoridades e letras diferentes...Alice in Chains e Pearl Jam, podem até ter vocalistas anasalados...mas ainda assim com timbragens diferentes...eu as vezes penso nisso q tu falou...sobre a última coisa relevante q o rock produziu...penso no grunge...mas termino parando no punk...mas aí quando penso no punk, penso nas bandas garage rock/punk dos 60´s...aí penso nuns rockabilly primitivo...nuns blues sujos...aí num sei de onde veio essa sujeira toda que adoro-ehhehehee
quem "veio 1o", mas o grunge conseguiu mexer com o rock...mas tem o britpop tb que deu um caminho pra muita gente...strokes querendo ou não, deu um gás, muita gente quis imitar os caras...gosto deles, principalmente a melhor coisas que eles fizeram: o ep "the modern age"...tem o franz ferdinand, que só "gosto" de 2 faixas, que reviveu esse conceito daquela batida "meio disco", acho que vc me entende, tb teve um monte de banda copiando-os, te até o white stripes, que não inventou esse lance de duo, nem de longe, mas uma galera tb copiu...mas valeu a resposta...entendo o que vc quer dizer...agora me pergunto...quem é que faz algo agora???
tem fu faitis e quins ofi ixtone aigi que nego paga um pau da porra. mas eles são da época dessas mais novas que citei...mas qual a banda atual que tá mexendo na cena mundial?

rodrigo sputter disse...

Se vc gosta de ROCK AND ROLL, BAIXE:

http://rollhotrodroll.blogspot.com.br/2014/09/dion-road-im-on.html

senão, esqueça...disco que traz umas raridades do homi...ganhei de presente tem uns 11 anos, discaço...até pré-psicodelia ele fazia...quando misturar rock com folk num era moda...

rodrigo sputter disse...

unclegil.blogspot.com.br

tava revendo esse blog, anos que num ia lá...muita coisa boa de rockabilly, doo wop, country, R&B...vale muito a pena, baixei 12 discos de jerry lee lewis na sun records...agora num sei se já tinha ou não, se tenho tem tempos que nao ouço...

Ernesto Ribeiro disse...

.


Esse aqui abaixo é um comentário OK:



É isso aí. Esclareci tudo. Meu argumento venceu. Como todos viram, eu deixei claro quem tá cum a razão: EU.


Alguma objeção?


"Claro que não, tio Eddy. Você é O Cara!"


Ótimo. Foi o que eu pensei.