segunda-feira, abril 23, 2007

BAIANOS NO HQ MIX 2007

HQ - De leve, com oito indicações, baianos vão chegando no Troféu HQ Mix, maior prêmio dos quadrinhos brasileiros

Aos poucos, os quadrinistas e entusiastas baianos das HQs vão chegando lá, aparecendo e ocupando espaços, mesmo que o reconhecimento local seja algo próximo do zero.

Uma prova é a lista de indicados ao 19º Troféu HQMix, o mais respeitado da área de quadrinhos e cartum do Brasil. São nada menos que 8 (oito) indicações para baianos - entre desenhistas, roteiristas, álbuns e até mesmo livros teóricos, sites e jornalistas especializados.

Os líderes baianos em indicações à premiação são o desenhista e cartunista Flávio Luiz Nogueira e o jornalista e roteirista Gonçalo Júnior.

Flávio concorre para Melhor Desenhista Nacional, Melhor Edição Especial Nacional (com O Messias, dele de Gonçalo) e Melhor Publicação Independente (com Jayne Mastodonte).

Gonçalo, que divide a indicação com Flávio por O Messias, aparece com mais duas indicações: Melhor Roteirista (O Messias) e Melhor Livro Teórico (com Benício: Um perfil do mestre das pin-ups e cartazes de cinema).

Antônio Cedraz aparece com uma indicação, para Melhor Álbum Infantil, com A Turma do Xaxado: Lendas e mistérios. Não custa lembrar que os leitores de A TARDE têm o privilégio de poderem ler as tirinhas do Xaxado todos os dias aqui no Caderno 2.

O jornalista Marko Ajdaric (que apesar do nome, é baiano) concorre na indicação Jornalista Especializado no Segmento. Marko assina o site e newsletter Neorama dos Quadrinhos (www.neorama.com.br).

A última e talvez a mais surpreendente das indicações é na categoria Melhor Site de Quadrinhos, para o Nostalgia do Terror (www.nostalgiadoterror.com). Gerado a partir da distante Itiúba (380 km de Salvador), o site é uma bela homenagem ao gênero que o intitula (leia mais no box).

O prêmio é organizado desde 1988 pela ACB - Associação de Cartunistas do Brasil, fundada pelos profissionais Jal e Gualberto Costa, com apoio do IMAG - Instituto Memorial das Artes Gráficas do Brasil, sediado em São Paulo.

As votações, restritas aos 1,2 mil membros cadastrados pela ACB, ocorrem durante todo este mês de abril, com auditoria do advogado Edwin de Brito, do Tribunal de Ética da OAB-SP.

A entrega do troféu aos premiados será no dia 11 de julho, no SESC Pompéia, em São Paulo, com apresentação de Serginho Groisman, do programa Altas Horas.

Entre os dias 10 e 20, haverá ainda uma série de palestras e debates com profissionais e jornalistas sobre o mercado de HQs no Brasil.

Como em todas as edições do HQ Mix, o troféu homenageia algum personagem dos quadrinhos nacionais. Este ano, o homenageado é o Cactus Kid, personagem do desenhista Renato Canini, que gozou de certa popularidade nos anos 70.

Para saber mais informações e conhecer todos os indicados ao Troféu, é só acessar o site www.hqmix.com.br.

FLÁVIO MULTIFACETADO - As três indicações (uma delas em parceria com Gonçalo Júnior) para o desenhista Flávio Luiz são um reflexo do alcance do trabalho deste soteropolitano irrequieto.

Sempre jovial, Flávio ainda concorre indiretamente na categoria Exposição, com Eu... Camisa 10, que rolou no SESC Interlagos em São Paulo, na época da Copa da Alemanha e teve dois trabalhos seus.

"Essa indicação para Desenhista é uma vitória da minha perseverança em querer ser respeitado como cartunista, apesar do desinteresse completo que sofremos por aqui. Fico muito feliz, independentemente de ganhar algum prêmio, pois a concorrência é forte", disse Flávio.

Ele tem razão. Somente na categoria Desenhista Nacional, Flávio encara pesos pesados de HQ brazuca, como Ivan Reis (que desenha Superman para a DC Comics), Lourenço Mutarelli (com o álbum Caixa de Areia) e os gêmeos - cada dia mais internacionais - Fábio Moon & Gabriel Bá (com o álbum Mesa para dois).

Isso, somente para citar os mais cotados, pois os outros concorrentes, Fido Nesti (Os Lusíadas em Quadrinhos) e Samuel Casal (Domínio Público), também apresentaram trabalhos de alto nível. É um páreo duro.

De qualquer forma, somente ser indicado em três categorias já tem um gostinho de vitória para Flávio. Especialmente a indicação à difícil categoria de Desenhista, que vem chamar atenção para a qualidade multifacetada de seu trabalho, que passeia do cartum cômico (como em Jayne Mastodonte), aos quadrinhos adultos (como em O Messias), passando pela charge, tiras, caricatura e trabalhos publicitários.

"Agradeço ao Gonçalo por apostar na parceria e à Lica e Marina (mulher e filha) pelo amor e paciência comigo", conclui.

SITE DE ITIÚBA É UM DOS MELHORES DO BRASIL

E quem diria: o interior da Bahia abriga o melhor site especializado em quadrinhos de terror do Brasil.

No Nostalgia do Terror (http://www.nostalgiadoterror.com/), fãs do gênero têm um vasto conteúdo de atrações para explorar a vontade, como galerias de capas com coleções inteiras de revistas clássicas dos anos 70 e 80, como Krypta, Capitão Mistério, Lobisomem, Drácula e Mestres de Terror - entre diversas outras que tiravam o sono da molecada - mais HQs escaneadas e em formato PDF, biografias, reportagens, galerias de imagens e contos.

Um verdadeiro baú onde está conservada a memória dos quadrinhos de terror no Brasil e um belo serviço em prol da HQ nacional.

O site é gerado a partir de Itiúba, a 380 km de Salvador e é editado pelo batalhador Ulisses Pinto de Azeredo e seu parceiro, conhecido apenas como Caveirinha Sombrio. "Apesar do cognome, ele existe", garante Ulisses, um soteropolitano ex-bancário e ex-gerente de loja de departamentos. Hoje ele é dono de uma pequena escola de informática na cidade.

O rapaz de 36 anos mantém o site com dinheiro do próprio bolso, pelo puro prazer de fazer algo relacionado aos quadrinhos. "Coloquei alguns anúncios do Google, mas só rende algo se clicarem, e até agora só rendeu R$1,95, acredite se quiser!".

Colecionador criterioso, Ulisses diz nem ter tantas revistas assim em sua coleção, "mas as que tenho são importantes para o cenário de HQ de terror em nosso país, pois muitas são antigas e viraram até preciosidades do gênero", conta.

Como seria de se esperar, Ulisses ainda é visto meio de esguelha pela população local, mas nos meios especializados em quadrinhos, porém, o Nostalgia do Terror já é comemorado como o melhor do seu gênero no Brasil. Sites como os conceituados Universo HQ e Blog dos Quadrinhos, veículo oficial do Portal UOL sobre o assunto, noticiaram a existência do site com entusiasmo e o recomendaram aos leitores.

E agora, até o conceituado Troféu HQ Mix, o mais importante do gênero no Brasil, reconheceu sua importância, indicando-o para concorrer na categoria Melhor Site de HQ. "É uma honra ser indicado a este prêmio, visto que é muito difícil obter incentivo no segmento, ainda mais radicado no interior. Não há espírito de colaboração, inclusive de certos profissionais... foi uma brincadeira que deu certo e com muitas madrugadas de trabalho...estou muito feliz com esta indicação!", disse Ulisses.

Não é para menos. No Nostalgia do Terror, mestres da arte seqüencial brasileira têm seu trabalho conservado e disponível para ser conferido pelas novas gerações. Monstros sagrados - alguns já falecidos - e carentes de reconhecimento popular como Jayme Cortez, Nico Rosso, Mozart Couto, Eugênio Colonnese, Antonino Homobono e Flávio Colin, entre muitos outros, têm alguns de seus melhores trabalhos ao alcance de um clique do mouse.

São diversas pin-ups, capas e histórias completas, escaneadas e prontas para ler no computador, com destaque para uma raridade dos quadrinhos nacionais: a HQ Garra Cinzenta, publicada entre 1937 e 1939 no periódico A Gazetinha. Escrita por Francisco Armond e desenhada por Renato Silva, a historinha é uma agradável mistura entre o terror e o (então nascente) gênero dos super-heróis.

E assim, Ulisses vai levando o site com seu próprio suor e dinheiro: "eu continuo aqui, firme e forte com o meu trabalho, que por muitos é valorizado. Tenho contatos em todo o país, através de artistas, editores e profissionais da área. De vez em quando, chegam até os convites para encontros sobre HQs", conta, orgulhoso - e com toda a razão.

Matéria publicada no Caderno 2 do jornal A Tarde de 21 de abril de 2007. Texto sem a edição do jornal.

8 comentários:

Franchico disse...

Recados de SirBola, o virtuoso:

depois da calmaria, vem aí tempestade sônica:
www.fotolog.com/bandaberlinda

E, de volta também, de forma estraaaaanha...www.oculosdecebola.blogspot.com. Não se preocupem, rock ainda será a pauta básica mas, enquanto isso, vão lá pixar, esculhambar, rir, ignorar, qualquer coisa é válida.

Por fim, post novo tb em www.bandaberlinda.blogspot.com. No blog da berlinda agora, atualizaremos com letras, cifras, novidades, bastidores, notícias do estúdio, onde gravaremos nosso ep, e mais, muito mais.

No fotolog, como já comentado antes, atualizaremos sempre que imagens ou fatos novos o justifiquem: www.fotolog.com/bandaberlinda

Chiquério, desculpa aí essa invasão com fins escusos, depois a gente acerta a pontinha, valéuris??

Franchico disse...

O novo blog de Big.

http://bigbrossprodutora.blogspot.com/

Saudade do Gordo.

Franchico disse...

Menino, esse Bellrays que Big deu a dica é bom praca messs...

http://www.myspace.com/thebellrays

Tell the lie!

miwky disse...

LANÇAMENTO - ZIGGY STARDUST, DE DAVID BOWIE, POR MARIA LUTTERBACH
20º VOLUME DA MOJO BOOKS

O jovem Z acorda e descobre que seu mundo está parado, que nada acontece, mas seu desejo de mudança o impele pra frente. O que aconteceria, então, nesse dia algoz? Maria Lutterbach traça um paralelo entre o clássico álbum de David Bowie e a inofensiva vida de um jovem contemporâneo.

Assim é The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars, 20º volume da MOJO Books que será lançado no próximo dia 22 de abril de 2007. O clássico álbum de David Bowie, referência em qualquer discoteca básica, mostra porque continua, quase três décadas depois, influenciado gerações e gerações de pessoas.

A autora:
Maria Lutterbach é jornalista que gosta de ouvir e contar histórias - de verdade ou inventadas. É colaboradora da revista literária de bolso MININAS e escreve crônicas para o jornal O Tempo, de Belo Horizonte, onde foi repórter de cultura por dois anos. Acaba de ganhar uma máquina de escrever Hermes original, mas vai continuar a usar o computador de vez em quando, pra postar no blog www.notasubmersas.blogspot.com.

PARA BAIXAR ESSE LIVRO E OUTROS DA MOJO BOOKS, ACESSE: WWW.MOJOBOOKS.COM.BR

***Próximo lançamento: samba esquema noise, do Mundo Live S/A, recontado por André Gamma.

osvaldo disse...

bellrays é fueda.lisa kekaula fez uns stand-ins no mc-5 ha dois anos.è uma velha favorita da casa e figura constante nos rock loucos das quartas no tempo da primavera fm(alo adenilton!).por falar em bigs ,ele è o novo dj residente do inferno.calma, falo da casa na augusta.de qualquer maneira ele me que ja ta treinando pra quando a coisa for de verdade, com todos amiogos presentes, ou alguem acha aqui acha que vai pro ceu?

Franchico disse...

Estamos todos numa...

(comigo!)

Rááááiuei tá réu! Rááááiuei tá réu!

Franchico disse...

Eu até já tenho um altarzinho lá em casa com o Hellboy no centro. Bwahaahahahahahah!!!

Marko Ajdaric - Neorama dos Quadrinhos disse...

e olha que os feladojégui fizeru de tudo pra não entrar o Neorama dos Quadrinhos como site sobre quadrinhos e o Enquadrando como concorrente na categoria evento. Ueba, pela primeira vez, sou oficialmentebainao!!! me livrei da pecha de ser paulista!!!!!!!

Obrigado pelo registro, mesmo assim