quinta-feira, outubro 13, 2005

MEU DÉCIMO NONO COLAPSO NERVOSO

Pô, foi uma grata surpresa o show do Nervoso no Miss Modular (apesar d'eu num ter ficado até o fim). O cara foi muito simpático com o público, Os Calmantes se revelaram uma banda super competente e o som é bem legal, redondo, sem exageros adolescentes (num guento moleque berrando no meu ouvido - só Maurão da Sangria, mesmo - que não é mais moleque faz tempo). As influências de jovem guarda, Frank Jorge e música brasileira são óbvias no som de Nervoso, mas ele não se limita a reeditar sua fontes, viajando legal nos arranjos e letras. Fiquei com muita vontade de conferir o CD do rapaz. Um bom (e animado) público compareceu ao Miss Modular, fazendo mais uma daqueles famosas festinhas sem hora para acabar - não pra mim, infelizmente. Fora isso, foi engraçado um ou dois lances que aconteceram quando eu tava discotecando no andar de baixo. Comecei um pouquinho antes de iniciar o show de Ronei Jorge - que abriu a night - enquanto ainda tinha algumas pessoas no recinto. Quando Ronei começou a tocar, o povo foi subindo para ver o show e eu fui ficando cada vez mais sozinho. Até ficar completamente só. Até minha mulher me largou na solitária um tempo (tudo bem, não dava para exigir isso dela). Às vezes chegava alguém, contemplava minha figura deprimida no som e subia rapidinho. Teve uma garota que passou resmungando alguma coisa de cara feia, algo tipo "ah esse DJ horroroso aí", sei lá o quê. Imagino que ela deva discotecar melhor que eu. Afinal, hoje em dia, todo mundo é DJ. Mais ou menos do mesmo jeito que todo mundo é jornalista e publicitário desde criancinha. Imerso em solidão, som e elocubrações inúteis, permaneci bravamente no meu posto. Não me perguntem por quê, por quê eu realmente não sei. Deu dois minutos e um outro carinha de passagem (não me lembro agora se o conheço - se sim, foi mal, brother) acenou pra mim e falou algo do tipo "tá treinando, né maluco?". Sorri pra ele, gesticulei qualquer coisa e ele subiu com uma garota pro andar de cima. Pronto. Virei motivo de piada pra molecada. Old fart. É tudo o que a gente precisa à beira dos 34 anos. Daqui a pouco Batata desceu e pediu para assumir o posto, o que fiz de bom grado, depois de tocar mais algumas músicas que EU (quem mais?) estava querendo ouvir. Daqui a pouco ele vira pra mim e me passa o seu cartão. "DJ Batata. Rock - Pop - Indie - Dance - Techno". OOOOK... Aproveitei e vi um pedaço do show de Ronei. O homem tava possesso no microfone. Legal. Parte do público parecia em êxtase, pulando de um jeito meio desconjuntado - quase epilético - e cantando as letras. Confesso que fiquei impressionado com a vibe rock ali daquele momento. Mais tarde, quando deu uma certa altura da night - ali pela metade do show de Nervoso -, resolvi ir embora. Quando desço as escadas, me deparo com os únicos habitantes do lugar: Batata e mais um brother (PUTZ! Esqueci o nome, é aquele cabeludo gente boa do metal que - se não me engano - tocava teclado na King Kobra e na Slow), se esbaldando com o Apettite for destruction do Guns 'n Roses, faixa por faixa. Welcome to the jungle, baby...

7 comentários:

Franchico disse...

AH! Pedrão (o Maurício), o Waterboys virá, meu irmão. tenha fé. Com capinha e tudo. Juro!

osvaldo disse...

'e dura a vida no underground, mas se lhe serve de consolo uma vez Toni Lopes (sao roque)fez um set absolutamente infame no festival de verao ha uns 4 anos numa tenda eletronica que a gente montou.o festival lotado e o set obscuro e absurdo de Toni, vazio.No final ele me falou, so' sei fazer assim, foi do caralho.como dizia o Wonder Stuff ` Welcome To The Empty Seats`.

Franchico disse...

concordo com Toni, Brama. tb só sei fazer assim. na verdade, das vezes que comecei a discotecar - do ano passado pra cá - em nenhuma delas eu não me diverti. pô, tô lá, tomando umas, tocando as músicas que eu gosto de ouvir... tudo depende da ocasião tb, não dá para competir com um show legal rolando ao mesmo tempo, principalmente se a casa não está atochada de gente o bastante para encher dois salões. na verdade, eu tava mesmo era a fim de escrever uma crônicazinha "curystyle"...

a propósito, vc tem acompanhado nosso gráfico no weboscope? no feriado deu uma queda vertiginosa, aí ontem eu postei isso aqui e ele recuperou tudo de novo. é uma montanha russa. tente top palavras chave. é cada coisa que vc não acredita, man. muito divertido. mais uma vez, agradeço à Greice a iniciativa de ter instalado o dispositivo no RL. valeu!....

Ah. recomendo aos companheiros blogueiros (Luciano, Franciel, Cury, Barry, Sid, Gabriela etc) que instalem nos seus blogs tb, dá à quem escreve uma outra visão disso aqui.

Franciel disse...

Paciência, Arnesto. Como bem ensinou o ministro, toda vez que for discotecar: "É preciso aprender a ser só".
Ih, sai pra lá melancolia.
Agora, Chiconha, falando sério. Realmente não sei se instalo este programa, não. Acho o mistério mais interessante. Vai que eu descubro que existe muito mais pessoas (que os três habituais)lendo as bobagens que escrevo. Já pensou que vergonha? Aí terei que excluir o blog.
abraços.

Franchico disse...

é uma outra (boa) forma de ver esse hábito (ou vício, loucura, necessidade, pretensão, maluquice, sei lá) de escrever um blog, Francis. no meu caso, depois de quase um ano e meio escrevendo aqui sem saber de nada disso, bateu uma curiosidade mesmo. normal, né?

Luciano disse...

Po, Chicão, nem te agradeci por ter botado o som lá. Eu também toquei pra ninguém, mas não aceitaria heheh perdr os shows. Achei o público até bom pra uma quarta-feira. Cada vez me convenço que dá para fazer as coisas aqui. Tem que convencer quem tem uam certa grana que existe um público frequentando lugares como o Miss Modular, ma spra mim isso é questão de tempo e alguém que saiba chegar nesses donos do dinheiro. Quanto ao contador eu sempre tive um em meu blog, não é bem esse mas funciona e é mai sdiscreto. E não se assuste, feriado e fim de semana o acesso cai mesmo, a maioria das pessoas acessam do trabalho, né? Bom show o de Nervoso, massa que ele gostou, vendeu discos e camisetas e deixou alguns fãs felizes. Isso já vale a pena em produzir esses shows. Todo mundo na Nave agora hehe Depois de concorrer com o rei Marcelo Nova, agora é concorrer coma mega Festa em Quadrinhos. Abs

Franchico disse...

Valeu, Luciano. Nem vi que tava rolando venda de discos, senão tinha comprado um pra mim... que leseira essa minha.