quinta-feira, agosto 04, 2005

WELL, HOW DID I GET HERE? (atualizado Raveonettes e Mercury Rev no CRF)

PÁÁÁÁÁÁRA TUDO! - Como Luciano El Cabong já havia adiantado mais cedo hoje, o Curitiba Rock Festival acaba de confirmar que duas das melhores bandas da atualidade estão escaladíssimas para tocar lá na capital paranaense em setembro: a sensacional dupla dinamarquesa The Raveonettes e a banda americana Mercury Rev, esta, um verdadeiro monumento indie rock. Aaaaahahahahaahahahaahahaaaaaaa!.... Foi bom pra mim. Mais detalhes aqui no Omelete. Em tempo: os ingressos já estão à venda. Quem vai, tem que se decidir logo! Já! Agora! E aí, já resolveu sua vida?

SOS CBGB'S - O lendário clube novaiorquino que viu nascer a gênese (putz foi mal a redundância) do punk americano está correndo o risco de fechar as portas. Palco histórico do rock, o CBGB's foi, por assim dizer e guardadas as devidas proporções, o Calypso do rock de Nova Iorque. Todas as bandas iniciantes de meados da década de 70 passaram por lá: Blondie, Talking Heads, Ramones, Television etc. Diz que o contrato de aluguel vence agora no fim de agosto e o dono atual da espelunca chique, Hilly Kristal, tá sem capital para renovar o contrato. Por conta disso, uma galera vai tocar lá para ajudar a levantar fundos e manter o CBGB's no mesmo lugar. Entre eles, Tommy Ramone, Lenny Kaye (guitarrista de Patti Smith), Offspring, Debbie Harry, Vandals, Gorilla Biscuits e sei lá mais quem. Leiam a notícia completa aqui.

STONES FREE - Os Rolling Stones disponibilizaram três músicas novas do seu próximo disco, A Bigger Bang, no site da banda, de graça para quem quiser baixar. O tal cd novo será lançado mundialmente daqui um mês, no dia 6 de setembro. As faixas disponíveis são Streets of Love (primeiro single), Rough Justice e Back of My Hand. Sir Mick Jagger, 62, definiu "A Bigger Bang" como uma coleção de "canções de rock e blues impactantes e de grande poder". O que eu acho? Acho que eles deviam é demitir esse assessor de imprensa, por que "blues impactantes e de grande poder" é provavelmente uma das frases mais cretinas e vazias que ouvi ultimamente. E olha que com nossa televisão e as coisas que andam acontecendo em Brasília, a concorrência tá dura. Vão lá baixar essas músicas e depois me digam o que acharam, valeu?

GRAM DE SHOW NO ROCK IN RIO - E a Gram, banda paulistana bem bacana que fez talvez o melhor show da Noite Deck Disc no último Festival de Verão, volta a Salvador para um show no Rock in Rio Café com Ronei Jorge e os Ladrões de Bicicleta e Vandex. O Gram é uma banda que promete, cujo primeiro disco está bem acima da média das estréias de bandas nacionais independentes. Acho que vou lá. Completando a noite, Ronei Jorge, vencedor da etapa Salvador do Claro que é Rock, esquentando os tamborins para lançar seu primeiro CD e tocar no dito festival em setembro (ou outubro?) em SP. Força, Roninho. E abrindo a noite, o tresloucado Vandex, que está a procura do repertório perfeito, após a dissolução da Guizzzmo, projeto seu com Apú (hoje apenas na Sangria). Tô até em falta com o velho Vandex, pois até hoje não tive o prazer de presenciar seu novo show. Mas sou mais você, Velhinho. Enfim: Gram, Ronei Jorge e os Ladrões de Bicicleta e Vandex, sexta, 05 de agosto, no Rock In Rio Café. A partir das 22h.

CAPOTAGEM NA MTV - Apú e Maurão mandam avisar que o primeiro clipe da Sangria, Capotagem, dirigido por Marcos Bola Pessanha, guitarrista base da banda, estréia na madruga desta quinta para sexta no programa Riff. Por volta das 2 da manhã. No sábado, no mesmo horário, rola (ops) de novo. Posso adiantar que vale a pena, pois já vi e gostei muito. Bola estreou bonito na direção de clipes. Tomara que faça carreira (ops).

FLÁVIO LUIZ CAIU NA REDE - O grande cartunista baiano Flávio Luiz, com quem tive a honra de trabalhar, ainda que por pouco tempo, no Correio da Bahia, tá com um flog bala na rede, que vale a pena visitar. O homem já ganhou vários prêmios e parece que tá com uma graphic novel em parceria com o super jornalista especializado em quadrinhos (e tb baiano) Gonçalo Júnior (comemorado autor de A Guerra dos Quadrinhos e do recém lançado livrão Tentação à Italiana) engatilhada para sair, esperamos, em breve. Vão lá: http://flavioluizcartum.fotoblog.uol.com.br/

ON THE ROAD ON THE WAY? - Deu no Correio da Bahia de hoje (quinta 04): Walter Sallles pode dirigir a adaptação de On The Road no cinema. Não sei se rio ou choro. Explico por que. Como todo adolescente que se respeita, li o clássico de Jack Kerouac aos dezesseis anos e logo minha imaginação começou a divagar, pensando como seria bacana um filme baseado no livro que mudou minha cabeça. Escalava diretor, atores, trilha sonora etc. Há décadas que essa história de transpor o On the road rola por aí. Diz a lenda (ou melhor, diz Paulo Sales do Correio da Bahia, que escreveu a matéria) que Francis Ford Coppola detém os direitos de adaptação do livro desde a década de 60. Quando soube disso, ainda nos anos 80, achei ótimo, claro. Coppola tem a manha, Coppola tem a moral. Mas os anos passaram e o filme nunca saiu. Hoje, ao abrir o Folha do Correio da Bahia, Paulo Sales me diz que Walter Salles (nenhum parentesco) está cotado para dirigir o filme pela Focus Features, produtora independente ligada à Universal e que um novo roteiro (alguns já foram escritos e descartados por Coppola) já está sendo trabalhado. Mas aí é foda. Walter Salles? Pô, esse cara é vaselina demais, fresco demais. Abril despedaçado é um puta porre e Diários de motocicleta é filme pra vovó ficar chorando no cinema, tenha dó. O cara vai botar todo mundo pra dormir se ele dirigir On the road. Uma obra cheia de vida e vibrante como essa merecia um diretor mais visceral, com mais colhões mesmo. Um Scorcese, um Jarmusch, um Zach Braff (Hora de voltar - Garden State), ou até mesmo um Clint Eastwood (que filmou a vida do ídolo dos beats Charlie Parker brilhantemente em Bird). Pô, sei lá. Alguém com mais substância e que seja menos estiloso, na pior acepção da palavra. Mas em se tratando de Walter Salles, melhor ficar com os dois pés atrás. Só sei que enchi o saco daquele estilo dele. Fotografia demais pra história de menos.

ENQUANTO SEU ROMERO NÃO VEM - Enquanto Terra dos Mortos não dá as caras pútridas por aqui, um bom aperitivo é pegar na locadora mais próxima o recém-lançado filme irlandês Dead Meat - o Banquete dos Zumbis, de Conor McMahon (quem?) O enredo é aquilo mesmo, e nem precisa de mais nada: casal em férias chega à cidadezinha do interior irlandês, enquanto no rádio, locutor alerta para uma estranha mutação da doença da vaca louca que estaria afetando humanos. Claro que o tal casal boçal não dá a menor pelota para a notícia, trocando rapidamente de estação em busca de alguma música qualquer. Antes mesmo de chegarem no local, o bicho já começa a pegar para o lado deles, quando depois de atropelarem um doidão vagando sem rumo, este ataca o marido e arranca-lhe um pedaço da garganta a dentadas. Ah, que dilíça! E daí vai. O filme é quase amador, mas esse é justamente o seu charme, ainda que as precárias iluminação e fotografia prejudiquem a correta visualização de suas bagaceiras (talvez o objetivo seja exatamente este, né?). Destaque para duas cenas: uma logo no início, onde a personagem principal suga o olho de um zumbi com um aspirador de pó e outra com os humanos encurralados dentro de um carro (enguiçado, claro), enquanto centenas de zumbis se debatem contra o veículo, tentando estraçalhá-los. Filme muito agradável, recomendado para toda a família. Isso, se você não assistiu ainda os fundamentais e recentes Madrugada dos Mortos (remake de Amanhecer do Mortos, de 1978, segundo filme da saga dos zumbis de George Romero) e Todo mundo quase morto, comédia romântica inglesa com zumbis, divertidíssima parodia / homenagem ao gênero com um toque de romantismo, digamos assim.

33 comentários:

cebola disse...

Melhor notícia e notícia mais preocupante no mesmo post, voltou com tudo eim chiconaldo? Melhor: Stones é claro, já tou me coçando de curiosidade e rogo a algum amigo que possa me baixar essas tres músicas, já que meu comp. é a carvão. Quanto à on the road...acho preocupante pelo simples fato de que eu também achei diário de motocicleta uma belíssima de uma bosta, e por se tratar de um filme "on the road", se torna uma referência de dar medo.

Anônimo disse...

Amigos do rock loco, nessa madrugada de quinta/sexta às 02:00hs vai passar no Rif/MTV o clip de "Capotagem" estréia da Sangria na telona.Valeu Brams,aquele abraço.Maurão.

Franchico disse...

ô, Maurão, foi mal. Apú já tinha me pedido para divulgar a estréia do clipe aqui anteonem e eu ia faze-lo nesse post, mas estupidamente, esqueci. No entanto, já incluí a informação no post propriamente dito. e aquele outro lance eu já tô agilizando.

Anônimo disse...

Relaxe Chicão você é amigo do peito meu chapa,enquanto ao horário do programa Riff eu me enganei, vai passar às 02:30hs.Falou barreira.Maurão.

osvaldo disse...

Blz Maurao, o clip ta do caralho, espero que passe mais vezes.E Chicao, porra, Curitiba botou pra fuder, Mercury Rev eh foda , vou nessa barca.

osvaldo disse...

olha so o que ta rolando no blog do Noblat:

04/08/2005 ¦ 16:02

Batem os tambores em aflição


Quem tem com o que se preocupar em Salvador continua aflito. De fato, uma dezena de agentes da Polícia Federal desembarcou por lá na semana passada e por lá permanece.
No momento, é a indústria do axé de Salvador que está furiosa. Os agentes estariam investigando supostos crimes de sonegação fiscal cometidos por algumas de suas estrelas mais reluzentes - entre elas, Ivete Sangalo, Carlinhos Brown e Daniele Mercury.


Enviada por: Ricardo Noblat

Sid Vicious disse...

Finalmente alguém concorda comigo: Diários de Motocicleta é chato pra caralho! Não sei por que todo mundo elogia esse filme.
E quero muito ver esse clipe da Sangria, mesmo tendo que esperar até 2 e meia da manhã...

Franchico disse...

esse lance da PF em Salvador tá rolando um burburinho na cidade essa semana toda. Franciel até colocou um post sobre isso no Ingresia e aproveitando a ocasião, eu fiz um desabafo, pra variar, meio desequilibrado por lá. acho que tô precisando de uns calmantes... ando muito exaltado.

osvaldo disse...

É a operação acarajé.olha só o nome.Por falar nisso, esta semana to vendo a TVE que tava passando um show de Gerônimo no projeto Pelourinho Noite e Dia quando ele canta uma musica que diz assim:
" A Bahia nunca vai quebrar
por que tem acarajé e abará"
Ainda sob o impacto de versos tão carregados de significado estou recolhido em momento de profunda reflexão.Falta-me vocabulario para descrever meus pensamentos.

Anônimo disse...

porra, se a PF faz operação aqui com agentes de fora e todo mundo já está sabendo...isso não pode dar muito certo, né?!
Cláudio

Franciel disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

porra Mercury Rec é foda mesmo orvaldo...sublime! vou tentar ir também
Cláudio

Franciel disse...

Chiconha,
relaxe, man. Seu comentário foi... foi muito pertinente.
Também não creio que esta galera do mal seja punida, mas torço bem para que isto aconteça. Afinal, não é possível que no meio de tanta miséria não ocorra pelo menos alguma coisa boa.
Meu único medo é que, no Xilindró, eles se convertam e voltem cantando música evangélica, como o Lacerda Punk do clipe.
No mais, abraços.

Franchico disse...

nossos temores se confirmaram: olha só a notícia que acabou da dar na Folha de SP:

"Walter Salles filmará "On the Road", clássico da geração beatnik
da Folha Online
Agora é definitivo: "On the Road", a obra símbolo da geração beatnik, vai virar filme. Após uma longa negociação, Francis Ford Coppola cedeu os direitos do livro de Jack Kerouac para Walter Salles, que contará com parte da equipe de "Diários de Motocicleta", seu road-movie sobre Ernesto Che Guevara."

PUTZ! tenha medo. Sal Paradise Dean Moriarty provavelmente ganharão aquela característica contemplativa, típica dos personagens de Salles, e que nada tem a ver com o espírito da obra original. o jeito agora é aguardar para conferir nas telas.

leia a notícia completa aqui:http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u52488.shtml

Franchico disse...

por outro lado, finalmente váo lançar meu filme fetiche O Clube dos Cinco em DVD no Brasil. tomara que venha cheio de extras. o disquinho está em fase de pré-venda por aí.

Anônimo disse...

quem é mais chato e enfadonho? ed mota ou walter salles? é dureza! vamos liderar um movimento prá ele não filmar on the road.

Anônimo disse...

oh, chico...vc tem os direitos sobre a obra do mestre da literatura beatnik para está se incomodando tanto assim?
Cláudio

Franchico disse...

quem sou eu, Esc. me incomodo por que não gosto do estilo de Walter Salles e acho que ele filmar On the road equivale a (mais ou menos) Renato Aragão filmar a vida de Phil Lynnot, para dar um exemplo que doa em vc. é um disparate, uma excrescência. Kerouac não merece isso, pelo menso na minha humilde (ainda que por vezes estúpida) opinião. pegou? por outro lado, não sou o dono da verdade e pode ser que Mr. Salles nos surpreenda e faça um belo filme. sinceramente, eu duvido, mas... who knows? a única coisa de que podemos ter certeza é que a adaptação terá uma bela fotografia, já que essa é a marca registrada desse cineasta brasileiro. o resto jaz no campo do imponderável. o que não impede que lançemos nossas impressões por aqui, correto?

osvaldo disse...

Correção urgente a estreia do Sangria no Riff na madruga de hoje pra amanhão as 2:40.Rock Porra!!

Anônimo disse...

nossa!!!que aberração!!!! olha, será lançado próximo ano um filme sobre a vida de phil...apenas coloquei um ponto de vista, mas vc continua se doendo...esse walter pode lhe supreender, nem fã do estilo dele de fazer cinema eu sou, sempre fugi do hype em torno da sua figura...acho apenas ele um cara sensível...mas, o beatnik é mesmo "um cavalo-de-batalha" para ti, que tanto ama esse lado rebelde da américa...acho que esses blogs não servem para bons debates, apenas para servir de base cyber de confrarias de amigos
Cláudio

daniel disse...

mais uma vez esse claudio anda dando bola fora. é só ver o nivel do debate que tá rolando no clash pra notar que o cara não dá uma dentro só quer mesmo posar de maldito. maldito não se autointitula véio. seja proativo contribua e pare de resmungar. se acha que onda tá errada pule fora.

Anônimo disse...

carinha que se auto afirma "maldito", nunca vi disso. Maldito onde, zé mané? Nos blogs da vida?? Que merda que você ´produz de maldito???? Tentando se fazer de maldito só consegue ser muito chato. Incomoda sim, mas como uma barata.
Paulo Moura

Gabriela R. Almeida disse...

Alguém ai viu Braminha mostrando a coleção de vinis no Rede Bahia Revista hoje? Eu vi, e tinha o Barbed Wire Kisses.

Franchico disse...

pô, essa eu perdi, nem sabia que ia passar isso.

Marcos disse...

:) eu vi. Braminha todo fotogênico mostrando a sua extensa coleção de vinis. Mais de 1000 discos! E aí, Osvaldo, invadindo o sistemão, hein? Legal foi ele falando da música hegemônica; monocultural. E a repórter; "como assim?". Hehehe.

Franchico disse...

pô, vou procurar assistir a reprise na Tv Salvador. vc saberia o dia e horário dessas reprises, Gabriela?

yaravasku disse...

É, vamos torcer para que Salles faça mais que um filme com bela fotografia... Quem arrisca o escolhido para ser o protagonista?

Franchico disse...

não sendo Gael Garcia Bernal nem Rodrigo Santoro, menos mal...
mas essa escalação deve ser difícil pra caramba de fazer, viu.
vou pensar nos atores que gostaria de ver na pele de Sal Paradise e Dean Moriarty e depois coloco aqui.

Gabriela R. Almeida disse...

Chico, vai reprisar na TV Salvador daqui a pouco (01h da madruga de segunda pra terça), quinta, dia 11, às 21h, e também sexta, dia 12, 23:15h.

Franchico disse...

valeu!...

Nei Bahia disse...

Oswaldo,tá lembrado de hoje de noite?

Franchico disse...

taí, legal mesmo o blog do jornalista Ricardo Noblat, o cara tá acompanhando tudo de perto, agora mesmo é o depoimento do Lex Luthor na CPI do mensalão. é um monte de post, minuto a minuto. trabalho de responsa. agora, interessante é que eu percebi que o último post de ontem foi posto no ar às 03:20 da madrugada de hoje. e o primeiro post de hoje tem hora de 07:30 da manhã. vem cá, esse cara não dorme, não? não vai ao banheiro, não fuma um cigarro, não vai ao cinema com a patroa, não? é só trabalho? e isso lá é vida, Noblat? eu, hein? tô fora!
mas o blog dele é bala. para quem ainda não conhece:
http://noblat.ultimosegundo.ig.com.br/noblat/index.html

Franchico disse...

mudando de pau pra caceta, outro blog bala é esse aqui, ó:

http://www.revistadamonica.theblog.com.br/

criado por um roteirista de histórias da turminha, ele resgata os primeiros anos da revista, quando eles ainda tinham aquele rosto pontudo, saca? scans de capas e páginas inteiras das revista dos anos 70 ainda na Ed. Abril. legal pracas.