terça-feira, agosto 30, 2005

PREVEJO UM TUMULTO

ROCK BAHIA BUZZ - Depois de meses de dúvidas, especulações e informações truncadas, a brincando de deus joga a toalha e anuncia uma parada nos shows por algum tempo, já que o guitarrista César Murray Vieira e Thiago Nego Play Aziz estão de mudança para São Paulo. Antes disso, sexta agora, 2 de setembro, tem show na Zauber com os sequelados da Sangria. Mas não ligue agora, pois no domingo (4), a brincando de deus gravará um disco ao vivo no bar que é o lar de (no mínimo) uma geração do rock baiano. Sim, segundo post do baterista Ricardo Cury em seu blog, o disco será gravado no Pós Tudo. Cury também garantiu que, "enquanto estivermos vivos, a banda não acaba". Mais não sei. A banda e Big Brother prometem divulgar maiores detalhes (tão pequenos etc) mais adiante essa semana. Por enquanto, a agenda é a seguinte:
Show Sexta Super com brincando de deus e SangriaDia: 02/09 (Sexta-feira) Horário: 22:00Local: Zauber (Ladeira da Misericódia - atrás da prefeitura - Centro)Ingresso: R$ 10,00 Informações: bigbross@terra.com.br / (71) 8116-5322
Clique aqui e concorra a ingresso pro show

ROCK BAHIA BUZZ 2 - Marcelo Nova, sua língua bifurcada e seu rock n' roll de entortar o cangote aportam em Salvador para show no Rock In Rio Café. Antes de Marceleza e sua gangue comemorarem os 60 anos de Raulzito, a bandas Theatro de Séraphin e Koyotes prometem esquentar o público. A Theatro já é velha conhecida dos palcos alternativos da cidade e faz rock de gente grande, recheado de simbolismos e referências à alta cultura, embalados em arranjos luxuosos e luxuriantes solos de guitarra (cortesia Cândido Nariga Soto Jr.). Já os Koyotes, confesso, nunca tive a oportunidade de ver ao vivo, falha que pretendo sanar neste dia, mas as referências são as melhores e eu estou animado. E tu?
MARCELO NOVA E BANDA, THEATRO DE SÉRAPHIN E KOYOTES
17 DE SETEMBRO (SÁBADO), 22H R$15 (PISTA) E R$30 (CAMAROTE)
ROCK IN RIO CAFÉ - AEROCLUBE.

ROCK BAHIA BUZZ 3 - Ninguém (que eu saiba) pediu, mas eles voltaram. A Maria Bacana, banda que só lançou um disco no fim da década de 90 pelo selo Rock It! de Dado Vila Lobos (e pouco depois implodiu) se reuniu e toca no Miss Modular com a sergipana Snooze, boa e respeitável guitar band, velha conhecida de palcos baianos e a Flauer, que não conheço. Arrisque, quem sabe? O sabadão no Miss Modular quase sempre vale a pena, mesmo.
BIG BEATS COM MARIA BACANA, SNOOZE E FLAUER - 10 DE SETEMBRO (SÁBADO), NO MISS MODULAR, 22H. R$10.

KERRANG TE VIU, KERRANG TE VÊ - Quando eu tinha 14 anos e não passava de um metaleiro punheteiro (que aberração das aberrações, também gostava de Smiths e Cure), a revista símbolo do movimento New Wave of British Heavy Metal, a Kerrang, era um verdadeiro bastião do som pesado. Iron Maiden, Metallica, Ozzy e cia dominavam suas páginas e se revezavam nas eleições de melhores do ano. Falou heavy metal, falou Kerrang. Pelo menos, assim o era naqueles verdes anos. Hoje em dia, a revista elege o Green Day a "melhor banda do planeta". Mudou o planeta ou a Kerrang? Leiam a notícia aqui: http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u53012.shtml
(Na moral: GreenDay, Melhor banda do planeta? Parem o mundo que eu quero descer!)

40 YEAR OLD VIRGIN - Quem viu a comédia O Âncora, com Will Ferrel e diversos comediantes do programa Saturday Night Live, com certeza reparou no personagem do homem do tempo, um mané de óculos totalmente nerd, manipulado como um garoto de recados por quase todos os outros personagens do filme e responsável por quase me fazer urinar no pijama com cenas de fazer até monge budista perder a elegância e cair na gargalhada. Pois então, Steve Carell, o ator que faz o tal personagem, está liderando as bilheterias americanas há duas semanas com o filme The 40 year old virgin, onde faz um balconista colecionador de gibis e bonequinhos, que ainda é virgem aos 40 anos, como entrega o título do filme. Promete. Enquanto isso, se vc curte comédias de riso frouxo, compareça à locadora mais próxima, alugue O Ãncora, vista sua fralda geriátrica, acenda um cigarro e se prepare para se borrar todo.

OS SUPREMOS ANIMADOS - A versão ultimate dos Vingadores, Os Supremos, está virando um desenho animado longa metragem que será lançado direto em DVD no ano que vem. Em notícia no Omelete, os produtores prometem toda a violência (cortesia do insano Mark Millar e do mega desenhista Bryan Hitch) que notabilizou a obra original e mais. Será que eles vão mostrar o Hulk versão canibal que chocou o público americano em pleno jantar? Pam pam pammmm (como diriam Os Melhores do Mundo)! A conferir. Leia mais: http://www.omelete.com.br/cinema/news/base_para_news.asp?artigo=14357

FICO DEVENDO - Breves resenhas sobre A Liga Extraordinária Volume 2 (Alan Moore) e Wanted (Mark Millar), que terminou em grande estilo. O número 3, o último, ainda tá nas bancas. Breve, breves resenhas sobre elas e mais. Return to see.

38 comentários:

Franchico disse...

Cobertura de Thiago Ney, da Folha, direto do festival de Reading, na ilha do norte. o show do Arcade Fire no Tim promete pela descrição do rapaz: http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u53063.shtml

Anônimo disse...

Barry - www.champvinyl.blogger.com.br

Fala, velhinho. Estou aguardando a resenha da Liga Extraordinária Vol. 2; eu te falei que era demais. Agora, quanto a esse negócio do Arcade Fire, não tô levando muita fé não. O tal 'Funeral' é ruim de doer. A julgar pelo trabalho, eles não passam de um bando de amadores aproveitando a onda alternativóide que infesta o triste cenário musical em que vivemos. No ano passado, os Libertines foram a atração principal do Tim festival e - heresia das heresias - o Primal Scream abriu a noite para eles. O castigo para essa inversão de valores foi a própria atuação de Bobby Gillespie, que promoveu algo comparável ao Massacre da Serra Elétrica no palco. Os coitados dos Libertinos assistiram a própria morte chupando o dedo. Enfim, se não houver um Primal Scream ou coisa que valha no Festival, vai ser difícil me convencerem a sair de casa para assistir esse tal Arcade Fire. O meu final de ano deverá ficar com o Buddy Guy e o John McLaughin mesmo. E me considero satisfeito.

osvaldo disse...

Confirmada a gravacao da brincando de deus neste domingo 4\09 as 6 da tarde no Pos-tudo.As imagens ficam a cargo do heroi indie Alexandre(Xanxa) Guena e o audio pelo veterano Nestor Madrid.Vamo lotar o buteco favorito do rock na domingueira.

yaravasku disse...

Ai meu deus... até os domingos agora? haja $, haja fígado... estarei lá. via longa à brincando de deus

Franchico disse...

Grande Barry. velhinho, nunca ouvi o tal do Funeral, portanto, realmente, não posso dar meu aval, mas que a decrição do cara da Folha instigou, isso eu não posso negar. a conferir. agora que vc disse que tá esperando é que eu faço mesmo uma resenha bacana da Liga Vol 2 aqui. e vai ser pra logo, antes que outras coisas tomem seu lugar na minha memória recente. e domingão, estaremos lá no Pós, com certeza. vai ser mais um daqueles momentos hstóricos aqui pro nosso rock baiano.

Cidade Baixa disse...

Segundo dia do festival Lollapalooza 2005, em Chicago. Eu, Bel e mais uma multidão de pessoas. Ali, no show do Arcade Fire, tivemos todos a sensação de estar assistindo à uma empolgante roubada de cena. Mais e mais pessoas se aglomeraram na frente do palco pra ver aquela estranha banda, que parece ter umas vinte pessoas. Todas em movimento no palco. Violinos e capacetes.

O show de rock triste mais alegre que eu já vi.

Daniels,
lembrando a todos que o filme Cidade Baixa agora tem Blog, feito por nós e todos aqueles que quiserem contribuir de alguma maneira - www.cidadebaixa.blogspot.com

Anônimo disse...

Aproveitando o comment de Daniels, hj tem exibição do making of do longa Cidade Baixa, na Faculdade da Cidade, aka Instituto do Cacau no Comercio. 19 hs.


Ps- muito ingles nesse comentário para um filme de piriguete.

Anônimo disse...

êsse comentário ai de cima é meu. E filme de piriguete é um elogio, pela oportunidade de termos enfim, a cidade baixa e o recôncavo em todo seu esplendor.



sora

Franchico disse...

Riam comigo, riam comigoooo!
Bwah-ah-ah-ah-ah!

Blog do Capitçao Presença, criação do cartunista Arnaldo Branco. Mó presa.
http://presa.blogger.com.br/

Alan Sieber Talk To Himself Show: qdo eu crescer, quero ser que nem esse fdp dos infernos:
http://talktohimselfshow.zip.net/index.html

Franchico disse...

Lembram daquela história que o clube CBGBs de Nova Iorque tava para ser despejado, coisa e tal? Pois é, o bicho tá pegando, o clube recebeu um ultimato e agora, até o prefeito Michael Bloomberg entrou na briga para manter o clube, alegando que "ele é parte da cultura novaiorquina". Leiam mais aqui:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u53112.shtml

só mesmo em NY. aqui, qdo fecha um clube de rock, o povo só falta soltar fogos p/ comemorar. não é a toa que lá é NY e aqui é a "terra da alegria".

Franciel disse...

Xicória,
o último show de Marcelo Nova que vi foi na sede do ex-glorioso Rubro Negro. Uma beleza. Marceleza tava pilhado e a banda afiada. Subiram ao palco ainda Os Panteras e Morotó Slim. Depois tinha uma apresentação de um mané, esse minino que faz show na Daslu, mas aí eu já tinha me picado.
Quero ir novamente ver Marcelo fazer aqueles discursos chatos, quilométricos e engraçados, mas fiquei com uma dúvida: como é que é o negócio da cerveja no roqueinrio?
Você poderia me explicar melhor?

Anônimo disse...

porra chicão...green day como melhor banda?! a kerrang! representou para minha geração a bíblia da NWBHM...na minha adolescência, foi lá e na rock brigade (na época fanzine depois revista) que conheci bandas seminais do rock pesado (raven, satan, angelwicht, venom, tygers of pan tang, charriot, sansom e tantas outras esquecidas)...tinha que achar em bancas da zona sul no rio de janeiro (era bem cara)... só posso lamentar...quem começou a curtir rock pesado na primeira metade dos 80 deve sentir o mesmo que eu a saber que a publicação coloca uma banda como essa entre qualquer lista de melhores...deve ser coisa de mudança de linha editorial...imaginem só...uma revista que já ostentou phil lynott e john sykes em capa numa edição de 1983...sinal dos tempos?!...o rock está mesmo cada vez mais artificial...
Cláudio

osvaldo disse...

Este lance do CBGB`s ta rolando mesmo e acho que vai dancar, prometo em breve um post sobre a historia do local.Falando nisso e fazendo um link com o comment do Barry parece que o Television vem mesmo pro TIM festival.Ai comeca a valer a pena o festival.O Television, pra quem naum sabe quem iniciou a cena rock no CBGB`s foram Tom Verlaine e Richard Hell, eles foram os primeiros a tocar( acho que ainda como Neon Boys),e botaram , entre outros, os Ramones pra tocar.

Franchico disse...

pois é, meu amigo Esc, a Kerrang já foi. na década passda, foi a a Rolling Stone que enlameou seu nome ao eleger o Backstreet Boys como banda do ano (não lembro de qual ano). pô, eu lia a Rock Brigade. aqui em Salvador, entre 1985, 86, o único lugar que se podia comprar a Brigade (àquela altura já em formato revista com a capa colorida e o miolo xerocado) era uma lojinha no Shopping Itaigara, a Cor & Som, onde se podiam comprar patches (acessório que desapareceu, sendo relegado apenas àquela década), camisas pretas de banda e vinis. tempos duros, ainda que românticos. Bramis, aguardamos ansiosamente seu artigo sobre o CBGBs, que eu sei que suas fontes são privilegiadas.

cebola disse...

Franciel, é o seguinte: Uma cerva, 2,50, duas 4,00, mas tem que pegar as duas ao mesmo tempo, essa é a briga de chico, com razão, diga-se de passagem.

Franchico disse...

Franciel, diz Nei Bahia que a cerveja pode ser comprada a unidade por 2,50, ainda que, até anteontem, ninguém parecia saber disso. é bom saber de antemão, por que eu só vou comprar minha cerveja por esse preço. se tentarem me empurrar duas cervejas qdo eu só quero uma, VAI TER! que coisa.

Franchico disse...

Daniels, seu sacana, apareça mais com seus testemunhos sobre o movimento do rock aí nos EUA. o Katrina não chegou aí no Iowa, não, né?

csotojr disse...

chicão meu velho, me senti lisonjeado com a "cortesia", mas não precisava tanto...estou buscando cada vez mais me aprimorar naquilo que meu mestre me ensinou (sabemos quem). A propósito, tô colado no 'póstudo' esse domingo pra cair na esbórnia junto com a 'brincando'. Com relação a cerva no rockinrio dia 17, pra solucionar o problema, é só rachar com um brother a promoção e revezar com o mesmo a ida a fila...vcs como bons biriteiros deviam saber disso...e não se preocupe não, o som vai tá ducaralho.
Abraços, irmão.

Franchico disse...

valeu, McFly!. 'quele abraço.

marciorocks disse...

Pô, mas Nariga/McFly disse exatamente o que eu disse antes: divide as porra das cerva com outro(a,os,as) e fica no revezamento! Foi o q fizemos no dia do Casca e todo mundo saiu feliz... E dois real é melhor que quatro(cê sabe onde), afinal de contas!

yaravasku disse...

Cândido, nariga, júnior e McFly!. Essa é boa. Vá ter apelido assim na... Inté sexta, domingo, pré-feriado, dia 17. ufa! bjs.

Franciel disse...

Porra, Cebola. Caralho!
Você tirou a graça da brincadeira, velho. Eu queria que Xicória explicasse primeiro.
Mas, mesmo assim, Chico, não concordo com este desconto, não. Se uma cerveja é 2,50, duas devem custar 5 real. Não vou admitir isso.
E além de tudo ainda é Schin, né??

marciorocks disse...

Pô Francis, tava rolando mais era Primus, que é da mesma família...
Mas eu queria pagar era R$6,00 e pronto, acabava a brincadeira!

Franchico disse...

pára, tudo. pára. dou dez real por duas cervejas e nem um centavo a mais, tá compreendido?

Anônimo disse...

pior mesmo são as tristes condições do banheiro da referida casa de espetáculo...por que não reformam aquela coisa?
Cláudio

Franchico disse...

Fats Domino sumiu depois do que o furacão Katrina devastou a bela cidade de Nova Orleans no sul do EUA. O pianista e cantor negro era um dos precursores do rock n' roll e é autor de clássicos inesquecíveis e fundamentais como Blueberry Hill e Ain't that a shame (esta regravada por John Lennon no clássico álbum Rock 'n Roll, de 1974). Merda, gosto pracralho do velho (ele está com 77 anos) Fats. Tomara que ainda esteja vivo e bem, ainda que as chances, dadas as proporções da tragédia do Katrina, sejam poucas, bem poucas. Leiam a notícia da Folha aqui:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u53136.shtml

cebola disse...

chikus, quanto custa duas cervas no pós depois de tres da manhã??

Franchico disse...

vc diz com colarinho ou sem colarinho? antes ou depois de vomitar no banheiro?

cebola disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Franciel disse...

Xiscória,
clique aqui. Parece que boa notícia. http://www.washingtonpost.com/wp-dyn/content/article/2005/09/01/AR2005090101100.html

Franciel disse...

Franchiconha,
como o linque foi todo enviesado, eis a (boa) notícia na íntegra.

Fats Domino Apparently Rescued by Boat

By JAKE COYLE
The Associated Press
Thursday, September 1, 2005; 11:04 PM

NEW YORK -- Fats Domino apparently rode out the hurricane in his New Orleans home and was rescued by boat from his flooded neighborhood, his daughter Karen Domino White said Thursday.

The 77-year-old R&B legend had been reported missing Thursday by his longtime agent, Al Embry, and his niece, Checquoline Davis.


White said late Thursday that she saw a photograph of her father that had been taken Monday by the New Orleans Times-Picayune. The photo showed Domino, whose real name is Antoine Domino, in jeans and a blue-striped shirt being helped off a boat by rescuers.

"We're very relieved," White said in a telephone interview.

White said she has been unable to speak to Domino and had no information on his wife, Rosemary, or any other family members in the flooded city.

Domino, who has rarely appeared in public in recent years, has a home in the 9th ward, a low-lying area of the flooded city. On Sunday night, Embry said he spoke over the phone to Domino, who told him that he planned to remain in New Orleans despite the order to evacuate.

Getting information on possible missing persons has been nearly impossible as phone lines for hospitals and police haven't been working.

Domino has sold more than 110 million records in his long career, including the legendary singles "Blueberry Hill" and "Ain't That a Shame."

His 1950 recording of "The Fat Man" is sometimes called the first real rock 'n' roll record. He was among the first honorees to the Rock and Roll Hall of Fame

cebola disse...

Francielvis e xiconauta, que boa notícia, no meio desse tumulto, tomara q se confirme...

Franchico disse...

valeu, Francis. o véio Fats não merece morte tão cruel. tomara que ele saia inteiro dessa e ainda tenha mais alguns anos de rythm n blues e boogie woogie pela frente. tomara tb que reergam a bela e poética cidade de New Orleans, berço de tantas figuras e ritmos fundamentais para nosotros, apreciadores do rock, jazz, blues, cajun etc etc etc.

sora disse...

Pois acho que ele foi com o rio. Pelo menos é poético. e bluesy.

sora

Anônimo disse...

www.champvinyl.blogger.com.br

Bem, Oswaldo. A notícia do Televesion encheu-me novamente de alegria (só espero que não façam a gracinha de colocar a banda do Tom Verlaine "abrindo" o show do Arcade Fire). Parece que o Elvis Costello também tem chance de vir; John McLaughin e Dr. John já estão confirmados. É, parece que, neste ano, o festival vai ser bom. Quanto ao Fats Domino, bom, a Championship Vinyl está fazendo uma roda de reza para o bom velhinho...

Anônimo disse...

Barry - www.champvinyl.blogger.com.br

Acaba de ser fechada a grade definitiva do Tim Festival. No palco Stage haverá a noite rock (com Mundo Livre S/A, Kings Of Leon e Strokes), a noite Miami Bass (com M.I.A, De La Soul e Dizzee Rascal) e a noite de fechamento, que promete ser histórica, com Elvis Costello e Television. A primeira noite do palco Club terá Bob Mintzer Big Band, Russell Malone & Benny Green e o imperdível quarteto do saxofonista Wayne Shorter. No segundo dia, SpokFrevo Orquestra, Enrico Rava e o brilhante guitarrista John McLaughlin. No terceiro dia, Dona Ivone Lara, The Conga Kings e o mestre Dr. John. Com duas tendas iguais a essas, eu não vou nem querer saber de ir ao palco Lab, que reunirá o lixo "moderninho" do festival [Lado 2 Estéreo (!), Arcade Fire (!), Morcheeba (!), Wilco (!), Vanessa da Mata (!) e Kings Of Convenience (!)]. Ah, e mais uma boa notícia: acharam o Fats Domino, vivinho da silva. Abraço.

cebola disse...

colé, barry, bota wilco nessa caTEGORIA aí não, que é minha banda predileta(em atividade), desde 1996. Nem modernos os caras são mais, com mais de 10 anos de estrada, puxa vida!

Franchico disse...

pô, Barry, tb acho Wilco uma puta banda legal, cara. e acho que vc tb acharia. esqueça o hypado Yankee Hotel Foxtrot e ouça o duplo Being there, que eu duvido que vc não se renda ao country rock de primeira linha desse disco. sério mesmo.