sexta-feira, março 11, 2005

ROZENDO LOYOLA, TATUADOR E GUITARRISTA NA EUROPA, NO PROGRAMA DE HJ

O programa de hoje, sexta 11 de março, contará ainda com dois convidados ilustres: Rozendo Loyola e Lory Bruno, ele, brasileiro morando na Itália desde 1991 e ela, italiana casada com ele. Ambos guitarristas da banda ultra heavy W.O.M.P. (Watts Of Music Power), uma das mais respeitadas do circuito do metal underground daquele país. Além de exímio guitarrista, Rozendo é hj um dos tatuadores mais conceituados e requisitados da Europa (é sério, porra, não riam!) e nesse programa a gente vai falar sobre tudo isso. Tentem ouvir, se puderem.

7 comentários:

Anônimo disse...

fala prá esse claudio que gosta dessas bandas heavy anacéfilas (sem cérebro) que agora ele tem o massacration prá ficar batendo cabeça e impedir os neurônios de funcionat. e por favor pára com esse papo de Armandinho que já encheu o saco. pára de encher a bola desse MANÈ. Rock é rock mesmo. Franchico escreve 3 linhas para esculhambar pesado com Rolling Stones e The Who e gastou umas 20 linhas para elogiar o AXEZEIRO Armandinho.
Bernardo Gabrielli

bruno disse...

tb acho mto tosco o camarada.. tsc tsc .. bom
té!

http://www.fotolog.net/bpveloso

Franchico disse...

companheiros, vcs estão no site errado. caso vcs não tenham notado, esse é um blog para apreciadores de polka russa. na verdade, o nome ia ser Polka Loca, mas na hora, o dedo escorregou no teclado e ficou Rock Loco. melhor sorte da próxima vez.

Franchico disse...

a gente não entende mesmo naaaaaada de rock.

Franchico disse...

ah! nosso companheiro Clash City Rocker e rockloquista honorário Cláudio Esc ficou magoado com as considerações dos rapazes aí em cima e, como não estava conseguindo postar aqui, me mandou sua resposta por email, a qual transcrevo sem alterações a seguir:

"Bom, tem umas pessoas que estão se achando nessa falsa polêmica sobre armandinho... só sei que gostar de Massacration é coisa de quem é seguidor dessa cultura de tv fechada de música (não é meu caso) e não respeita a história do rock pesado ou está equivocado mesmo...hard, heavy metal e
rock´n´roll básico curto na alma e não preciso de ninguém para me dizer o que é bom ou ruim...Thin Lizzy na cabeça dos manés de plantão! Cláudio".

Franchico disse...

ei! quê que tem de errado gostar do Massacration? eu mesmo me amarro! (porra, e esse sorvete que não para de escorrer da minha testa... que saco.)

osvaldo disse...

Porra Claudio, não precisa apelar.Thin Lizzy é divindade, e Phil Lynott foi um dos melhores frontmen ever, e já que vc provocou, vc bem que poderia postar sobre o Lizzy no Clash.