sexta-feira, junho 26, 2009

HE ROCKED US ALL

15 comentários:

Franchico disse...

Só uma historinha pessoal de como MJ era legal.

Passei esse último reveillon numa casa em Itacimirim com minha senhora mais três casais de amigos próximos.

Na noite da festa, rolaram várias músicas, todo mundo botou uma aqui outra ali e tal. Mas ninguém se animava a dançar.

Perto de estourar a champanhe, saquei o Thriller do case de CDs e botei no sonzinho da casa.

Imediatamente, nós nos agregamos e começamos a dar os passinhos típicos de Michael, a cantar e dançar entre gritinhos e risos.

Esse era o poder de Michael Jackson. Ele agregava as pessoas em torno de sua música e sua dança.

Mais do que ninguém, ele trazia alegria.

E quem haveria de resistir?

Anônimo disse...

é ele era foda!
gostava de abc e beat it, mas seu talento era nato...aquele primeiro disco solo de 79 é foda!
que pena que era um cara no fundo triste...
esse passo dele até angus young em 83 imitou num solo do videoclip de "guns for hire" se não me engano
cláudio

Anônimo disse...

nos anos 80 eu o culpava pela pausterização da música negra americana, mas depois caiu a ficha dos arranjos de quincy jones e tudo o mais...mas nunca fui fã não
apenas reconheço seu valor como artista...jamais como grande vendedor de discos porque isso para mim não significa nada como fruidor...
cláudio

Anônimo disse...

Um gênio. Uma das maiores vozes de todos os tempos.
andré t

Mirdad disse...

Um pedófilo, dos piores.

teclas pretas disse...

mirdad, cê tava lá pra saber??
GLAUBER

teclas pretas disse...

chicão, ói que sensacional:

http://www.youtube.com/watch?v=CbH04pY7alA

além do "got to be there", "off the wall", "thriller", gosto pacas do "bad".

GLAUBER

osvaldo disse...

Nunca fui fã do cara, mas sua importancia é inegavel. Capturou o tal do zeitgest, sendo a principal personificação da transformação que o musica pop passou no mainstream. Mas que o cara era pedofilo, era.Não estava lá, mas não aconselharia ninguem a deixar seu filho pequeno de junto.

Anônimo disse...

Phil Spector é um assassino condenado, mas nem por isso sua importância na história da música deve ser negada.
andré t

cebola disse...

Ike Turner espancava Tina, nem por isso ela fez qualquer coisa melhor depois que se livrou dele. E nem por isso ele deixou de ser um dos maiores nomes do rock n roll da história, tendo possivelmente criado esse bastardo com o nome de Rocket 88 la por volta de 51.
E nem por isso ele teve o devido reconhecimento "midiático" quando da sua morte.

cebola disse...

para sacar a canção fundadora do rock n roll:
http://www.youtube.com/watch?v=OdrM93boXb4

Anônimo disse...

Ok, o cara era foda, se cercou de um monte de gente foda e no auge criativo de tanta gente foda junta, foram feitos obras fodonas...
Mario

Nei Bahia disse...

Vai fazer falta pra caralho?
Não, já estava fazendo falta a mais de uma década, pois musicalmente Michael já tinha morrido, ou melhor, cometeu suicídio, passou a ser uma "celebridade" em vez de artista.
Poderia ser lembrado como o maior soulman de todos os tempos, mais não quis.

Anônimo disse...

Show de James Brown nos anos 80, com MJ e Prince na platéia. Os dois sobem pra participar, com um Prince meio...
http://www.youtube.com/watch?v=1CoxNzOOoQU
Abraços,
andré t

Anônimo disse...

Show de James Brown nos anos 80, com MJ e Prince na platéia. Os dois sobem para participar, com um Prince meio...
http://www.youtube.com/watch?v=1CoxNzOOoQU
Abraços,
andré t