segunda-feira, março 12, 2007

UM BRINDE AO TALENTO

Banda local chega ao 2º CD pela Monstro Discos. Gravado ao vivo, satisfez mais aos integrantes do que o primeiro - mas, apesar das boas idéias, um capricho a mais não faria falta...


Um fenômeno interessante ocorre com as bandas da geração 2000 do rock baiano: a puberdade. Só que, ao invés das espinhas na cara que tanto chateiam os adolescentes, os sinais que explicitam esse crescimento se traduzem em discos que trazem em si uma das marcas do crescimento: a certeza do que se está fazendo.

A Brinde, banda contemporânea de representações como Los Canos, The Honkers e Pessoas Invisíveis, é um bom exemplo desse fenômeno. Com o segundo disco, intitulado Sabe aquela coragem? recém-lançado, os três meninos de Cruz das Almas (cidade de origem da banda) chegaram a um resultado que certamente agradar aos fãs de bandas como Supergrass, Hüsker Dü e Superchunk: aquele som básico, veloz e sentimental, típico do brit pop e do rock alternativo americano dos anos 90.

"O disco foi todo gravado ao vivo, todo mundo tocando junto ao mesmo tempo", revela o baterista Voltz. "Só as vozes e uma coisa ou outra de guitarra foram adicionadas depois", completa Henrique Neves, guitarrista e vocalista que divide a frente do palco com Leno Blumetti (baixo).

Henrique diz que ficou mais satisfeito com esse novo trabalho do que com o primeiro disco, Histórias sem meio, começo e fim (2004), exatamente por que, como tinha certeza do que queria fazer, permitiu menos interferência do produtor: "No primeiro disco, a gente cedeu muito para o andré t. O resultado foi que o CD não ficou muito com nossa própria cara. O andré é um excelente produtor, nós é que éramos muito inexperientes. Nesse segundo, já fizemos um bom trabalho de pré-produção antes de começarmos a gravação. Gravamos também uma demo para nos guiarmos, e ao produtor (Julio Moreno) também", conta.

O resultado, gravado em quatro dias, ficou bem mais próximo daquilo que se ouve nas apresentações ao vivo da banda, com sua estética de power trio crua, direta, sem intermediários. "A gente gosta de dizer que esse é o nosso I should coco", brinca Voltz, referindo-se à clássica estréia dos britânicos do Supergrass, de 1995.

De fato, o CD guarda lá suas similaridades com a proposta do disco citado, ainda que se ressinta de uma maior variedade em timbres e climas. Entenda-se: de boas idéias, Sabe aquela coragem? está até bem servido. O que parece faltar ainda à Brinde é um certo know-how para lapidar sua matéria-prima, transformando as tais boas idéias em reluzentes pérolas pop.

Para ouvidos desatentos, as 11 faixas do CD poderão parecer algo lineares, muito parecidas umas com as outras. O que é, no mínimo, uma injustiça com lindas canções como Talento para sedução, Desvendar, A Paz que me traz e a faixa de abertura, Nascer do Sol, entre outras.

A preciosa participação da cantora Nancyta em algumas faixas - especialmente em Te dizer não - até que preenche algumas dessas lacunas, mas ainda é pouco para conferir ao disco a maioridade criativa que a banda parece buscar.

No caminho certo eles já estão. Em um mundo onde o tamanho do sucesso é uma questão de quanto se paga por ele - sim, é do vil metal de que se fala aqui - é um alívio perceber que garotos honestos ainda se dispõem a dar a cara a tapa - armados apenas do próprio talento. "Estamos muito satisfeitos com o resultado do CD e curtimos muito gravá-lo assim, ao vivo. Era um sonho do Henrique", conta Voltz, entusiasmado.

Agora é marcar uma data em local decente para lançar o CD e batalhar a escalação da banda nos festivais que pipocam Brasil afora durante o ano. "Está difícil marcar esse lançamento em Salvador, mas o pessoal da Monstro Discos (o badalado selo goiano que lançou os dois CDs da banda) ficou de tentar encaixar a gente em alguns festivais aí, vamos ver", conta Henrique.

Mas quem quiser conferir a Brinde ao vivo já pode marcar na agenda: no dia 30, eles tocam na Boomerang com a ótima Pessoas Invisíveis e uma terceira banda a confirmar - possivelmente, a pernambucana Vamoz!.

Links:
http://www.myspace.com/brinde
http://www.monstrodiscos.com.br/

Matéria publicada pelo jornal A Tarde de 13 de março de 2007. Texto sem a edição do jornal.

21 comentários:

Franciel disse...

Xiscória,
dois seguintes. Primeiro, que esta tua mania de republicar as matérias vai levar o jornal à falência. Quem vai querer gastar dinheiro para ler o Vespertino com tudo de graça aqui.
O segundo seguinte é que você tá cada vez mais futurista. Um exemplo? receba. "Matéria publicada pelo jornal A Tarde de 13 de março de 2007"
Publicada no dia 13 de março? como assim?

janjão de plataforma disse...

francis. voce tá censurando os comentarios de waldir moleza né?
por que francis?

Franchico disse...

Amado guru Francis Bacon: essa noite eu tive um sonho. Nesse sonho, Lázaro Neguim Mala Toca Raul me surgiu, vestido como Francisco Cuoco em O Astro. Flutuando um metro acima do chão e aparentando muita serenidade e uma qualidade quase santa, ele abriu os olhos, sorriu de forma paternal e disse: "Meu filho, a Bahia vai mudar com Jaques, o cabelo de Q-Boa". Eu respondi: "Tocai Raul, senhor, para todo o sempre". Ao acordar, senti que havia adquirido novas habilidades. Em uma fração de segundo, visualizei toda essa matéria da Brinde, cada vírgula, e também previ que sairia na edição de hoje do vespertino que circula pela manhã da Av. Tancredo Neves. E aí ele está: ontem no Rock Loco, hoje n'A Tarde. Oremos.

Franciel disse...

Sonhos estranhos com gentes esquisitas, você não deve estar mesmo legal. O que você anda tomando? Ops, bebendo.
Aliás Francisco Cuoco, Jaques Wagner, Lázaro isto já não é sonho. É assombração. Vôte!
Oremos.

Franchico disse...

Não é só aqui que o Chicretão atrai a galera do mal...


http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u132864.shtml

Franchico disse...

Tem música nova do Wilco disponível no site da banda. Notícia:
http://www.dynamite.com.br/portal/lernews.cfm?cd_noticia=19228

miwky disse...

rumores dão conta de um claro que é rock em poços de caldas, sinta só:

Claro Q É Post Rock, sexta-feira (06/07) [7 bandas]
20:00 - Vanguart (MT)
21:00 - Gram (SP)
22:00 - Patife Band (SP)
23:00 - Nação Zumbi (PE)
00:00 - Los Hermanos (RJ)
1:00 - Mutantes (SP)
2:00 - Radiohead (UK)


Claro Q É New Rock, sábado (07/07) [11 bandas]
16:00 - Hats (SP)
17:00 - Ludovic (SP)
18:00 - Walverdes (RS)
19:00 - Rock Rocket (SP)
20:00 - Zefirina Bomba (PB)
21:00 - Cachorro Grande (RS)
22:00 - Moptop (RJ)
23:00 - Autoramas (RJ)
00:00 - Gossip (UK)
1:00 - Artic Monkeys (UK)
2:00 - Bloc Party (UK)

Claro Q É New Rave, domingo (08/07) [9 bandas]
18:00 ? Freak Plasma (SP)
19:00 - Multiplex (SP)
20:00 - Digitaria (MG)
21:00 - Montage (CE)
22:00 - Jumbo Elektro (SP)
23:00 - Bonde do Rolê (PR)
00:00 - CSS (SP)
1:00 - Klaxons (UK)
2:00 - Le Tigre (US)

miguel cordeiro disse...

no blog

www.miguelcordeiroarquivos.blogger.com.br

patti smith é indicada para o rock´n´roll hall of fame e escreve um editorial para o new york times

quem diria?? a rainha do segundo pelotão escrevendo editorial no jornal mais importante do mundo...
sim, é patti smith. não é jorge dupeixe nem o cantor do mombojó....

cebola disse...

Chicws, muuuito obrigado pela wilcodica, vossa mercê sabe o quanto gosto desta que é para mim a melhor banda na ativa desde o being there. talvez o melhor show que já perdi por aqui. e aí vai uma pós-dica. Já tá rolando na mulinha!! Enquanto não chega o meu (por que sou meio velho e, pra mim, enquanto matam os cds, eu vou lá e compro os meus preferidos,) vou baixando pra conferir.
Inté.

cebola disse...

arre égua, a música é muito foda. parece, se baseando nela, que o wilco está voltando à sua fase mais folk-roots, mais ainda, parece até mais a fase uncle tupelo!! fuckin´ beatiful pra caralho mesmo!!

osvaldo disse...

O editorial escrito por Patti Smith no New York Times pela ocasião da sua indicação ao Rock´n´roll Hall or Fame é uma das melhores reflexões ever sobre a paixão pelo rock, suas implicações e seus sacrificios.Love, Devotion and Surrender.

sandro do bahia 88 disse...

censurado por franciel
segue o recente depoimento de VALDIR MOLEZA:
(voando em céu de brigadeiro de leite moça...)
minhas amigas, meus amigos, a solidariedade entre os homens e a tolerância democrática vão desnortear o governo de jaques wagner, o cabelo de q-bôa, porque o servidor neylton já está defunto e a jovem juliana cunha de 19 aninhos pode seguir o mesmo caminho. não existe violência na bahia e todo mundo aqui é bonzinho, bonzinho. a força brutal de antonio carlos, avassaladora, e a vossa gil preta vil se roçando na grade de proteção do manicômio é coisa normal porque todos nós sabemos que ela é poblemática. e jaques wagner, o cabelo de q-bôa, vai impor o toque retal de recolher e quem falar mal do governo dele e vai ser ameaçado. minhas amigas, meus amigos, a bahia vai mudar das manchetes favoráveis ao governo do correio da bahia para as manchetes favoráveis ao governo do jornal a tarde. e já que wagner, vá de waldeck também, porque os dois vão formar uma dupla caipiroska. waldeck que tem a voz fina, vai cantar em falsete e jaques wagner, o cabelo de q-bôa, que tem a voz de bar-ítono cantor de ópera bufa-fria vai fazer a voz grave de coronel que não aceita críticas e manda ameaçar os opositores bem no estilo petista de ser autoritário. enquanto o camarada berzoini usa o chicote, avassalador, que já foi de antonio carlos. a crise aérea não existe. maluf agora é petista e, segundo a ingenuidade política de franciel cruz credo, quem é de esquerda e não apóia o PT é carlista. e a bahia vai mudar com jaques wagner, o cabelo de q-bôa.
(... nas nuvens e tirando uma pestana porque é delicioso ser governo)

Franchico disse...

Colecionadores de HQ do meu Brasil, olhem só que demais esse site:

http://www.guiadosquadrinhos.com/

Franchico disse...

A deusinha Kirsten Dunst vai fazer o papel da deusona Debbie Harry no cinema. Imperdível desde já.

http://www.omelete.com.br/Conteudo.aspx?id=100004478&secao=cine

pedro tavares disse...

vc perdeu a lavagem, luciano. vc ia gostar. tinha uma tenda techno tocando fat boy slim e massive attack, um trio elétrico tocando musica de jerônimo e uma réplica da feira de caruaru vendendo cd de mangue beat. não é a sua cara????

Franchico disse...

Companheiro, se for do Luciano Matos que vc está falando, o endereço correto para reclamações é o http://www.nemo.com.br/elcabong/. Ele até consta no menu aí do lado como colaborador, mas é mais fácil entrar em contato por lá mesmo. Espero ter ajudado. Rock Loco: servindo bem, para servir sempre.

Franchico disse...

Jello Biafra empombou com Grindhouse. O pior é que ele está certo...

http://www.omelete.com.br/conteudo.aspx?id=100004494&secao=musi

Franchico disse...

Morra, seu porco imperialista infiel de merrrrda! Die! Die! Diiiiiiieeee, muthafuckaaaaa!!!

http://www.universohq.com/quadrinhos/2007/n16032007_03.cfm

Franchico disse...

Já não era sem tempo!

DIA 25 DE MARÇO - DOMINGO
LANÇAMENTO DO CD ?UM BOM MOTIVO? DE PAULINHO OLIVEIRA
Café-teatro Sitorne ? 18:30h
Participação: VINIL 69

Paulinho Oliveira vai tocar as canções do seu primeiro disco solo, novas canções e ótimos covers no show que antecede sua primeira temporada paulista
em abril.

miwky disse...

rapaz, sandro! e não é que vc tem razão?? visto o episódio jornalistíco do cinema baiano, donde o secretário de cultura acha que é tudo manobra política e assim se encerra a questão.

estadinho de merda!

Ernesto Ribeiro disse...

DÁ VONTADE DE VOMITAR só de olhar pra cara podre sinistra grotesca de débil-mental do Rato Tarado Qunetin Tarantino.


Só imbecil não percebe que o que esse merda tem na cabeça é bosta.


Quando tive a infelicidade de assisitri o Pior Filme do Mundo nos anos 90 (Pulp Friction) eu desisti de ler as legendas depois 2 minutos de conversa fiada com John Trabosta, a podreira encarnada.


Como saiu na época na capa da revista VEJA: "A CULTURA DO LIXO: No cinema, no teatro, na TV, na música e nos quadrinhos, o quente mesmo é gostar de porcaria!"


Se algun fã de Ratantino vestiu a carapuça, foda-se.