sexta-feira, abril 15, 2005

Sem vocês eu não sou nada.

Porra, uma semana sem atualização nessa budega. Daqui a pouco, nossos milhares de leitores e / ou ouvintes vão pensar que a gente não quer mais nada com eles...

Mas tb, confesso: eu ando mais sem assunto que monge budista em retiro espiritual num monastério isolado no Nepal. (Até rimou. ODEIO qdo isso acontece.)

Não fui ontem no show dos Retros com os MQN por conta de uma fortíssima razão. Comecei hj em um novo emprego. Agradeço de todo coração (boiola! boiola!) à todos os amigos que me ajudaram (e continuam ajudando) nesse período difícil (e já houve algum período fácil?), com um beijo especial para nossa Rainha do Gelo, Yara Vasku, que sempre aparece com um frila salvador da pátria nos momentos em que estes se fazem mais necessários.

Mas voltando aos Retros / MQN, quem foi, poderia por favor, nos dar um breve testemunho deste evento histórico?

Falando em evento histórico, o Claro que é Rock está dando o que falar pela seleção das bandas (só para registrar: Brinde, Roney Jorge e Ladrões de Bicicleta, Los Canos, Theatro de Seraphin e Canto dos Malditos). Esta última, uma azarona, correu por fora e chegou lá deixando muita banda mais cotada e com gente veterana pra trás. O fato, claro, gerou um monte de polêmica besta, com acusações de marmelada, golpe e o escambau.

Tudo por que a vocalista da Canto dos Malditos é irmã de Roney. Era óbvio que o povo ia falar.

Por outro lado, temos que levar em consideração que muita gente boa que entende do riscado (e nenhuma dela é Roney, claro) já falou maravilhas da tal banda, como Pitty, Joe Tromondo e Rafael Ramos da Deck Disc, que se não me engano, teria dito que só não a contratou por falta de verba. Acho que foi no blog de Luciano El Cabong Matos que eu li isso.

Eu nunca ouvi a Canto dos Malditos, mas estou ansioso - depois de tanta polêmica, quem não está? - para ouvi-la.

Agora é o seguinte. Duas coisas.

Uma: se fosse mera marmelada, outras bandas de pessoas (muito) amigas da comissão organizadora do festival teriam entrado. Não entraram. Não vou nem citar nomes aqui, que quem tá ligado, sabe de quem eu tô falando.

Segundo: o que é do homem, o bicho não come. Se a banda não prestar, vai ficar óbvio ali na hora do vamo ver. Não tem erro. Não é qualquer banda iniciante que encara uma Concha Acústica logo de cara e domina a situação. A verdade, seja qual for, vai estar lá na cara, pra todo mundo ver.

Uma terceira coisa, só para terminar: a seleção, tirante a azarona comentada acima, é totalmente representativa da cena local, por mais que frustrados band leaders esperneiem e protestem e acusem a comissão organizadora de marmelada. No meu gosto pessoal, se eu fosse o responsável pela seleção, não entrariam uma ou duas das selecionadas (e nem adianta me perguntar quais que eu não falo nem com a porra!). Mas não é o gosto pessoal que conta aí e sim, o potencial das bandas em desenvolver um trabalho que dê algum tipo de retorno (sim, meus filhos, o dim-dim!). Não que outras não selecionadas não tenham esse potencial, mas aí é lá com eles da Claro. Eu não tenho nada a ver com isso.

Outro aspecto interessante é o egoísmo de algumas pessoas cujas bandas não foram selecionadas e que dispararam a dizer (inclusive aqui no Rock Loco) que iam fazer mandinga pra chover a cântaros no domingo. Crianças, eu sei que pode soar utópico, mas por favor, pensem que essa pode ser a única chance em muitos e muitos anos de Salvador ensaiar uma entrada no circuito de shows de bandas internacionais, como já o fizeram Recife, Porto Alegre, Goânia e outras cidades fora do eixão Rio / SP. Que tal pensar a questão por esse ângulo, em vez de ficar naquela de "minha banda não entrou, então que se foda"? Hein? Hein?

E chega de bancar o advogado do diabo por hoje. Boa sorte a todas as bandas selecionadas e pra gente tb (que tudo corra tranquilamente e NÂO CHOVA).

Segunda ou terça eu posto uma avaliação minucioooooosa da nossa alegre tarde (e noite) de domingo.

PS: aqueles que quiserem se aprofundar no pensamento do mestre André Setaro (que esteve no prog semana passada) podem acessar o blog do homem no http://www.setaro.blogger.com.br/.

5 comentários:

Anônimo disse...

o show do placebo foi cancelado pr causa da chuva

Marcos Tourinho disse...

O show da MQN com o Retrofoguetes foi incrivel...! Gostei muito. Começou com algum atraso / cervejas lá embaixo como é de lei. MQN (que eu, alias, achei quase-Hellacopters) é uma banda sensacional... rock'n'roll até o osso. Eu achei o show deles curtinho de mais, parece que eles tavam querendo mesmo era ver o show do Retrofoguetes.
E que show. Tô começando a ter certeza de que os Retrofoguetes não erram mesmo. O show foi perfeito como sempre. Durou todas as 50 musicas do repertorio e tudo mais...
abração!
Marcos - que botou o sobrenome porque sabe que tem outro Marcos que deixa comentários mais frequentemente :)

osvaldo disse...

acabei de entrar no site do tempo no terra e domingo sera um dia de sol com bastante nuvens, tem chance de chuva passageira no fim da tarde, mas com pouquissimas chance de chuva forte que gere algum tipo de cancelamento do show.vai dar gente, mas não acredito na concha superlotada.se acontecer a superlotação vai ser daquelas surpresas agradaveis.

Anônimo disse...

DOMINGO VAI CHOVER O DIA INTEIRO BASTA OLHAR PRO CÉU. O SHOW FOI CANCELADO

daniel disse...

sai dessa rapaz, essa mesquinhez dá úlcera. vai cuidar da sua vida que é mais saudável. pro seu desespero, urubu, vai ser tudo lindo.