terça-feira, fevereiro 03, 2015

FRANK ZAPPA E ROCK BIOS NO ROCKS OFF

Nei Bahia e Osvaldo Braminha Silveira dissecam Frank Zappa.



No segundo episódio de hoje, a mesma dupla conta o que andou lendo de bão nas muitas biografias roqueiras que tem saído no Brasil. Enjoy...

8 comentários:

Franchico disse...

"Eu vou, eu vou...

Eu vou no erva!

Eu também vou...

Eu vou no erva!"

Franchico disse...

Ótima análise do triste rumo que tomou o PT por uma jornalista acima de qualquer suspeita:

https://br.noticias.yahoo.com/blogs/laura-capriglione/o-pt-e-o-maior-culpado-pela-eleicao-de-eduardo-140038915.html

Franchico disse...

"Noffa, Noturno, que rabo enoooorme você tem!"

http://www.bleedingcool.com/2015/02/03/esad-ribics-gay-porn-wolverine-cover-marvel-never-noticed/

Rodrigo Sputter disse...

http://newalbumreleases.net/72979/bob-dylan-shadows-in-the-night-2015/

mas já tá fora do ar...baixando pelo soul...

Xico...vc coloca essas notícias aí Caio chora de felicidade-hehehe

Ernesto Ribeiro disse...

.

Francis, o podcast de biografias NÃO foi postado --- a parte de Frank Zappa é que aparece DUAS VEZES.

Franchico disse...

Consertado, Ernesto.

Ernesto Ribeiro disse...

.

Quanto á autobiografia de nosso herói filósofo rocker Pete Towshend, ele se afirma ainda mais como O CARA mais JUSTO do mundo pop, dedicando os mais belos, altos e rasgados elogios a Johnny Rotten, aos Sex Pistols e ao Movimento Punk como o grande Renascimento do Rock n Roll. Palmas a Pete, grande pensador e justiceiro.

Ernesto Ribeiro disse...

.

Quanto a Steve Tyler: eu já o desprezava como músico de cantor medíocre que ele é naquela banda de merda Aeroshit --- e agora eu o desprezo mais ainda como o ser humano de nada que ele é. Um sujeitinho fraco de cabeça e de caráter, que em vez de trabalhar duro prefere ser traficante de drogas só pra circular no meio de gente rica e famosa e tão fútil e vazia quanto ele... triplamente desprezível.