quarta-feira, setembro 25, 2013

PODCAST CCR 9: VERSÕES MELHORES QUE AS ORIGINAIS

Olhaí a menina Siouxsie aí do lado. Ela canta Dear Prudence (dos Beatles) nesta edição do Podcast Clash City Rockers.

Marcão Rodrigues toca sozinho esta edição compacta, em uma parte só (o pessoal andou viajando).

Edição é dedicada às releituras que superaram (pelo menos na visão dos membros do podcast) as versões originais.

Ele põe para tocar as versões escolhidas dele, mais as sugestões de Sérgio Cebola Martinez e Caio Tuy.

Enjoy, kids...




37 comentários:

Franchico disse...

Coisa horrorosa. Nem os recordatórios das HQs estão mais seguros hj em dia:

http://www.bleedingcool.com/2013/09/24/not-even-captions-are-safe-in-tomorrows-young-avengers/

Que mundo é esse meu deus, que faz picadinho de recordatórios?

Ernesto Ribeiro disse...

Eu vi. Meninos, Eu vi!

Que horror, Jesus...

Aonde vamos parar?

Ernesto Ribeiro disse...

Eu tenho o video da apresentação dos Banshees, ainda com Robert Smith do The Cure na guitarra, tocando essa versão no Top pf the Pops. É a performance mais sensual de Siouxsie, todinah de colante preto de couro. Uma bonequinha.


Se bem que ela era muito melhor no começo do Movimento Punk, de cabelo curtinho loiro, fumando um cigarro e se tornando o pivô dom barraco na TV entre os Sex Pistols e Bill Grundy.

Franchico disse...

Depois dos Agentes da Shield (estreia amanhã) e Arrow (segunda temporada a caminho), vem aí a série do Comissário Gordon:

http://omelete.uol.com.br/series-e-tv/gotham-fox-anuncia-serie-de-tv-sobre-o-comissario-gordon/

Mal posso esperar pela série do Jarvis, o mordomo dos Vingadores.

Ou quem sabe, uma para Willie Lumpkin, o carteiro do Edifício Baxter...

D'OH!

Ernesto Ribeiro disse...

Siouxsie & The Banshees — Dear Prudence --- 1983 [Top of the Pops HD]

http://www.youtube.com/watch?v=jrZ38qifkoQ

Ernesto Ribeiro disse...

Quando assistiu isso no video que dei a ele, Xanxa comentou: "Isso sim é que é DIVA!"

Franchico disse...

Agora quando eu quiser ofender alguém vou mandar essa: "Vai dançar Bonde do Tigrão se esfregando na sepultura da sua mãe"!!

http://andrebarcinski.blogfolha.uol.com.br/2013/09/25/fa-e-fa/#respond

Gênio!

Franchico disse...

Ótimo comentário sobre a estreia de Agents of Shield:

"Agents of Shield is fun, and will probably improve, but I'll just say it's gotta be tough launching a series in a post-Breaking Bad world".

Here:

http://www.bleedingcool.com/2013/09/25/what-did-the-comics-industry-think-of-marvel-agents-of-s-h-i-e-l-d/

"Mundo pós-Breaking Bad".

AGORA SIM: FUDEU TUDO!

bruno carvalho disse...

Chicão, ti já leu "Barulho" do Barcinski? achei tem uns dois anos no Mercado Livre e comprei. Bom demais. abração

Ernesto Ribeiro disse...

Rodrigo, meu velho: desculpe só perguntar isso agora, com 18 anos de atraso, mas...

Você possui os 5 LPs do Camisa de Venus dos anos 80?

Se não, e quiser ter, entre em contato comigo.

Franchico disse...

Quolé, Brunão! Claro que li! Em 1993, quando saiu, emprestado de Mário Jorge - eu era o carinha mais duro do planeta naquela época. Abç, apareça!

Ernesto Ribeiro disse...

Pronto, Old School.

MANDEI TUDO DE UMA VEZ.

Agora, é só você criar uma pasta no seu e-mail. Guarde todas as mensagens nesse arquivo exclusivo.

E então é só ler com paciência pelos próximos meses.

Boa leitura!

Anônimo disse...

Como tá mal frequentado isso aqui. Que mala é esse Ernesto? Chico, pelo amor de jah, lima esse pessoal que parou no tempo daqui do blog.

Franchico disse...

Oi, anônimo que enviou um comentário agora mesmo (quinta 26, 14h30). Compreendo sua reclamação. Se vc assinar, eu publico seu comentário.

Fábio Braga disse...

Pessoal do Blog, assinei como anônimo pq não faço parte da cena rock da cidade, sou apenas um jovem leitor esporádico do blog. Não me lembro exatamente o que publiquei da ultima vez, mas de modo geral acho que os comentários estão sendo tomados pelo Ernesto Ribeiro, que posta compulsivamente (e na maioria das vezes coisas completamente desinteressantes).

O espaço dos comentários atualmente se restringe a um bate papo entre Ernesto e Rodrigo, o que não interessa a ninguém. Acho que o espaço pode e deve ser melhor explorado. Administrador, por favor, bota ordem ai no blog, já que os comentantes não tem o menor bom senso.

Ernesto, uma dica: faça seu próprio blog. abraço

Franchico disse...

Publiquei o coment anonimo depois que ele se identificou. Agora, estou em casa, no celular, por isso farei minhas consideracoes amanha, no computador. Juizo! Grato...

Old School disse...

Valeu grande Ernesto!Recebi todo o material,degustarei e depois dou um parecer.Cara,sobre o teu texto da questao racial nos EUA,tambem gostei e depois volto aqui pra fazer umas consideracoes.
Ao anonimo q se "identificou" e nao deu em nada pq quando a gente clica no nome dele nao abre pagina alguma,a internet eh livre,meu amigo.Mas infelizmente a maioria dos brasileiros vai guardar o ranso da ditadura por toda a eternidade,nao conseguem entender q basta vc nao ler o q nao te interessa,simples assim.Existe algo mais incoerente do q alguem querer pautar o blog dos outros e sugerir a terceiros q tenham seu proprio blog?Ou entao ouca as palavras do Bruce q vc vai entender melhor http://www.youtube.com/watch?v=zKEJkixmLHQ

Ernesto Ribeiro disse...

Fábio Braga:

Curioso que você se atribua a autoridade de determinar O QUE são os assuntos "completamente desinteressantes" e que tipo de tema "não interessa a ninguém". A QUEM deveria interessar o que dizemos? A você? Que, nas suas próprias palavras, é “apenas um jovem leitor esporádico do blog”?

Bem, eu, Rodrigo e Franchico podemos não ser mais tão jovens, mas não impedimos ninguém de participar desse espaço.

Nas palavras do próprio Administrador:

“Se vocês estão tomando conta dessa caixa de comentários, é por que lhes cabe. Não foram vocês que "tomaram" isso aqui. Os outros é que abandonaram este espaço.”

O próprio Administrador do blog posta inúmeros comentários sobre o mais diversos assuntos: pessoais, profissionais, culturais, sociais, políticos, econômicos, científicos... Em vários posts, somente ele posta inúmeros comentários, em seqüência e sem resposta. Pelos seus padrões, ele age assim "compulsivamente"?

Lógica pura: se uma conversa está sendo travada a dois ou a três, então cada assunto JÁ INTERESSA a essas pessoas.

Não acha que o seu discurso está sendo um pouquinho incoerente? Porque você não pára para avaliar A SUA atitude antes de vir julgar a dos outros?

Eu mesmo faço isso. Quando erro, reconheço e volto atrás. Até já cheguei a DELETAR comentários meus aqui dos quais eu me arrependi. Essa ferramenta virtual existe, dada a natureza de confiança mútua entre as pessoas aqui. É uma questão de auto-disciplina.

Eu nunca cortei a conversa de ninguém, mandando as pessoas calarem a boca, em blog nenhum.

Até onde sabemos, a maior virtude da internet é servir como o mais livre e democrático Fórum de Debates na História Humana.

Evidentemente, você não entendeu a natureza desse blog ou sequer da própria internet.

Você quer que eu crie meu próprio blog. E se eu criar, e essa mesma situação de conversas a dois ou três se repetir, você também vai aparecer no meu blog, mandando: "bota ordem ai no blog, já que os comentantes não tem o menor bom senso."?

Finalizando:

Acho divertido se você estiver em posição de nos dar lições de "bom senso" num blog chamado "ROCK LOCO".

Acho que você bateu na porta errada, rapaz.

Minha sugestão lógica: procure outro blog.

Ernesto Ribeiro disse...

PS: Para pessoas que curtem Rock & Roll (“a música da liberdade e da contestação”) e num país que ainda debate os traumas da opressão em nossa História recente, limpando as feridas da ditadura militar, é bastante revelador notar as palavras de ordem desse jovem:

"lima esse pessoal” e "bota ordem".

Então, ESSA é a mentalidade dos jovens brasileiros no século 21: CENSURA. EXCLUSÃO.

LIMITAÇÃO de temas, com uma autoridade superior regulando O QUE as pessoas devem conversar. Até mesmo em blogs na internet.

Pensei que esse tipo de coisa só se visse nos regimes mais autoritários e totalitários, como na China. É a herança cultural da Inquisição Católica: cada um vigiando a conversa do vizinho. Séculos depois, muitos brasileiros ainda não estão preparados para vier numa democracia. Eles simplesmente NÃO TOLERAM uma voz dissonante.

Está absolutamente claro quem realmente é “esse pessoal que parou no tempo”.

Em culturas democráticas, a reação é simples: viva e deixe viver. Se a conversa não lhe agrada, não leia. Ninguém está lhe obrigando a ficar.

Fábio Braga, você já ouviu falar de uma coisa chamada liberdade de expressão?

OK, jovem: estamos todos aqui, aguardando você descer com as suas regras. QUE ORDEM o senhor exige?

Franchico disse...

Ai, ai. Eu mereço.

OK, vamos por partes.

Fábio Braga, ou seja lá vc quem for, já que não cumpriu de fato o que pedi: sei que um blog não é apenas o que o blogueiro escreve. É tb o que os seus leitores comentam. Para o bem ou para o mal, nos últimos dois anos, os comentaristas originais e / ou mais habituais deste blog foram, aos poucos, abandonando este barco. Por diversas razões: "cresceram", encheram o saco, se afastaram por razões pessoais, preferem o Facebook ou não gostavam de Sputter, que está sempre por aqui há alguns anos.

Bem, o que eu posso fazer? Por mais que as vezes ache cansativa (as vezes até enjoada mesmo) a coisa "Sputeriana" de não gostar de absolutamente nada que não seja estritamente underground, o cara é brother e sim, eu gosto dele. Já aguentei gente tão ou mais "chata" no rock, no trabalho e na vida e convivi, de boa e dentro dos limites da minha paciência, com todo mundo.

Outra: eu jamais botaria ninguém para "correr" daqui. Pelo menos ninguém que não esteja ofendendo a mim ou aos leitores. Não é da minha índole.

Se os incomodados se mudaram, o que eu posso fazer? "Venha, neguinho, volte pro Rock Loco"? NUNCA. Quem quiser que venha - ou não. Caguei se o RL tem um ou um milhão de leitores. Isso aqui não é meu emprego. Meu emprego é que me permite escrever e publicar as matérias que posto aqui.

Se as mensagens de comentário que recebo tem se limitado 99% aos comentários de Sputter e Ernesto, o que eu posso fazer?

Lê quem quer.

Se não gosta dos comentários dos únicos que se dispõem a comentar, evite clicar na caixa. E seja feliz.

Este é um lado da questão. O outro lado, comento abaixo.

Franchico disse...

Continuando. Ainda comentando o lance de Sputter, e pensando bem, acho inacreditável que homens crescidos fiquem de "birrinha" uns com os outros e tenham deixado frequentar este espaço simplesmente por que "não suportam" o pobre coitado do Sputter, que vamos e venhamos, não ofende ninguém, é um cara muito gentil e educado e é incapaz de fazer mal a uma mosca.

Acho que isso é que mais me chateia nessa bobagem. Por que este blog surgiu, há quase dez anos, para ser ponto de encontro virtual de uma turma de amigos. Infelizmente, esta função - ponto de encontro virtual de uma turma de amigos - já se perdeu há anos. Simplesmente por que estes amigos pagaram a conta e foram embora. Isso é fato.

E vendo isso agora, como este blog perdeu sua função original, vejo que talvez, à beira de fazer dez anos, este blog talvez já tenha cumprido seu ciclo. Talvez esteja na hora de eu mesmo pagar minha conta e passar a régua nisto aqui.

Mas tenho mais a dizer, mais abaixo.

Franchico disse...

Meu caro Ernesto:

desde que vc pareceu por aqui, percebo que, apesar de suas - acredito - boas intenções para se socializar e trocar ideias com pessoas com as quais vc parece se identificar, me parece que vc as vezes extrapola um pouco na exposição de suas ideias e posições sócio-político-raciais.

As quais, diga-se de passagem, não me são estranhas. Estão aí a revista Veja, sua cria Leandro Narloch e seus "guias politicamente incorretos", que não me deixam mentir.

Deixa eu te dizer qual é o meu problema com isto: este tipo de posição que vc costuma expor por aqui gera uma polarização de ideologias que, acredito, não faz mais jus à complexidade com que a vida real no século 21 nos confronta todo sacrossanto dia.

(Nossa, agora até eu me admirei com a "profundidade" deste pensamento. Devo agradece-lo por me fazer pensar nisto e chegar a esta conclusão).

Entende? A tendência é isso aqui virar um BA-VI, um Fla-Flu, um Tucanos vs. Petistas. Uma coisa que me soa até anacrônica, já que, como estamos todos carecas de saber, direita, esquerda e centro é tudo gentalha, farinha do mesmo saco.

(Meu partido é "bom senso". Minha religião é "respeito ao próximo").

Essa polarização que vc parece incentivar é coisa terrivelmente aborrecida para este pobre administrador, que, não me entenda mal, tem tarefas mais prementes em seu dia a dia para dar conta. Olha o tempo que eu tô aqui só tentando botar panos quentes nessa bagaça.

Entende? Não quero te censurar. A única coisa que peço é que vc tente, por gentileza, conter o que as vezes soa como uma sanha doutrinária nesta caixa de comentários.

Sim, eu sei, eu mesmo falo de política aqui, me revolto, solto os cachorros, digo barbaridades. Mas nada disso é de graça - e me arrependo muitas vezes depois que desabafo aqui. Sou uma pessoa "meio" pública, já que escrevo em um jornal. E meu nome está na porta desta casa.

Para finalizar, Ernesto: por favor, se vc, por exemplo, puder evitar falar daquela patética organização supremacista branca norte-americana por aqui ("Ei, minha máscara só tem um olho!") e similares, eu agradeço muito. Pesa muito o clima. E pode acabar atraindo um tipo de gente radical da qual, sinceramente, eu só quero distância.

(Desnecessário dizer que, seja aqui, nos EUA ou mesmo na África, tenho profunda admiração pela cultura afro. Claro, gosto mais da americana, por causa do blues, do rock, do soul etc. Mas admiro a cultura afrobaiana, sim. Não sou de terreiro - não gosto de religião nenhuma, para começo de conversa - mas não posso deixar de admirar a resistência e a herança cultural que nos foi legada pelos negros que chegaram aqui como escravos. Ponto).

E prometo que tb vou me policiar para evitar pesar o clima aqui.

Por favor, não se ofenda - se que vc é sensível e eu estou aqui pisando em ovos.

Só o que peço é, como sempre, bom senso. E não só da sua parte. Da parte de TODOS.

Agora se me dão licença, preciso realmente trabalhar. Abraços a todos e... juízo!

Franchico disse...

Como diria meu irmão Vandex: "Eu sou um changeman"!

Ernesto Ribeiro disse...

Concordo contigo, mestre Francis.

Agradeço a sua diplomacia, civilidade, generosidade, educação e paciência de Jó.

Vou cumprir minha parte.

Don't worry:

Lá vou eu DELETAR MAIS COMENTÁRIOS MEUS...

Franchico disse...

Não precisa, Ernesto. Pode deixar. O que tem aí eu seguro a onda. De boa.

Fábio Braga disse...

Sputter é broder. Minha ex-banda já tocou uma vez com ele em Periperi.

O problema é esse lunático chato ai.

Ernesto Ribeiro disse...

Tarde demais, chefe:

Em nome da paz, do respeito e da concórdia, eu informo que acabei de DELETAR 23 comentários meus de conteúdo ofensivo.


E devo continuar deletando.


"No more": política, radicalismo, xingamentos a pessoas vivas ou mortas, gritaria contra astros do rock brazuca ou revistas e jornais.


Também estou restringindo minha comunicação pessoal com Sputter áquela outra rede social, o e-mail.


Faço isso apenas para evitar quaisquer complicações e aborrecimentos a Chico Castro Jr. Ele é um gentleman e nós, bem, uns arruaceiros.


Em consequência, espero que isso ajude o ROCK LOCO a durar mais uma década.


Esse site é o portfolio do único jornalista musical brasileiro 100% profissional, ético, decente e talentoso. Chico Castro Jr é um gênio das Letras e uma amante das Artes de indiscutível bom gosto.


Ou seja: esse espaço é muito mais do que apenas "um ponto de encontro virtual de uma turma de amigos."


Mesmo que NINGUÉM comente aqui, o ROCK LOCO deve perdurar como vitrine de seus trabalhos, fortalecendo sua carreira e lançando luz nesse túnel tão lúgubre que é a mídia brasileira.

Franchico disse...

Fábio, vamos evitar ofensas, por favor. Vc tb é bem-vindo aqui.

Ribeiro, não precisava. Mas enfim....

Agradeço pelos elogios.

Ernesto Ribeiro disse...

Concluindo: entre os meus comentários que deletei, estão aqueles dois extensos sobre Geopolítica Internacional, a moralidade americana, a questão racial nos EUA e aquela patética organização supremacista branca norte-americana que há décadas já foi devidamente desarmada, derrotada e jogada na lata de lixo da História.

Victor A. disse...

(opa... treta?)


vende-se este espaço para anúncios

rodrigo sputter disse...

frequento aqui desde 2004 e sempre bati papo com meu caro Xico e dei minha cara a tapa...mas os covardes aqui se escondem atrás de pseudônimos e de $$ do governo-hehhehehe e o ernesto tem blog...Chico como assim eu num gosto de coisa pop? beatles, elvis, stones, bob dylan, bob marley...quer + pop que eles? nem sabia q muita gente deixou de frequentar isso aqui por causa de mim...nessa cidade só tem pau no cu q dá tapinha pelas costas e que se acha o rei do rock, mas num saca porra niuma, ou saca aquelas bandas clichês de guitar hero dos anos 60/70...aí quando conhecem alguém que não é da corja deles e não fica puxando o saquinho deles, ficam com ciuminho...nunca puxei o saco de ninguém dessa cidade ou de político...fica de mimimi internético...na frente da pessoa fica com o cu no ponto e dá risadinha...esse é o rock baiano...falo na cara e num tenho medo...não sou perfeito, sou humano, falo pacas mesmo, admito, as vezes não queria, + ainda assim sou + eu falando pra porra do que os pseudo-intelectuais dessa cidade...

Eu conheço Ernesto desde 1994 eu acho, não concordo com as teorias políticas dele...mas uma coisa há de se concordar, ele é isso aí e num esconde de ninguém...goste ou desgoste ele é isso...concorde ou não...diferente de muita gente nessa cidade...eu já quebrei o pau com ele sobre os muçulmanos, eu não sou, minha mana que é...mas "desisti", pq ele tem a idéia dele e pronto...ele não precisa concordar comigo, nem eu com ele...pelo menos o cara é autêntico e não faz a mínima questão de ser adorado pela mídia ou politiqueiros de plantão...

rodrigo sputter disse...


Chico, eu gostaria de saber quem são essas pessoas (embora eu acho quem sejam), pra quando eu ver ao vivo falar "foi mal man, vou deixar o rock loco pra vc", tenho CERTEZA que na hora vai falar "veja bem sputter, num é bem assim, é que...".

eu não gosto do que é só underground não, até pq o underground tem mais pé no saco do que qq outro lugar no mundo, vide esse povinho que vc citou que deixou de visitar aqui o blog por "minha causa"...

Num gosta de mim?
entra na fila...se quiser tretar tou aqui na pista...vai dizer que é coisa de menininho falar isso...mas quando vÊ ao vivo se borra todo de medo e fica gaguejando e dando tapinha nas costas...típico dos covardes...acham que são os donos do rock da bahia...mas num aguentam quando alguém tenta dialogar diferente do pensamento deles...e entre eles mesmos falam mal entre si como vi muitas vezes, afinal cresci nesse mundinho do rock dos anos 90...

rodrigo sputter disse...

aliás até eu sumi daqui um tempo, quando um monte de dono da verdade, babaca, escrevia por aqui...

depois voltei...enfim...não preciso de me esconder atrás de ninguém não...sou humano e com defeitos, num sou um "semi-deus" do rock baiano que saca de tudo e ninguém pode me vencer que fica de calunduzinho...

ó me deixe viu...

rodrigo sputter disse...

e pra finalizar:

vc é chato, sem talento, até ficar famoso...se caso fique, aí todo mundo paga pau, ouve seu som, vai no seu show, diz q sempre curtiu sua obra e é seu amigo...enquanto isso num rola, paga 10 reais pra atrapalhar vc ganhar 1 centavo...

viva o udigrudi local...

Franchico disse...

Sputter, se tivesse a mais leve noção de que essa bobagem - por que se vc for pensar de maneira fria, tudo isso não passa de uma grande bobagem - ia te transtornar tanto, jamais teria aberto o jogo aqui.

Minha ideia? Esqueça isso, irmão.

Nada disso vale sua paz. Siga de cabeça erguida pois vc não deve nada a ninguém, sua banda é massa e todo mundo que te conhece sabe que vc é um cara do bem.

E mais: enquanto este blog estiver aqui, estará sempre de portas abertas para vc - como aliás sempre esteve.

Quem foi embora foi por que quis.

A você cabem as mesmas prerrogativas. Vá e volte quando quiser, eu velho.

Franchico disse...

Bom, depois de todo esse psicodrama em público, creio que podemos dar por encerrada esta sessão de terapia em grupo.

Chega, né gente?

rodrigo sputter disse...

relaxa meu velho, vc acha que vou mesmo me preocupar com alguém que se diz adulto e fica de mimimi, birrinha, pq alguém pensa diferente dele?
num é essa galera que gosta tanto de roqueiros velhos, ranzinzas, que reclamam, que soam rabugentos?
mas quando é com eles num podem...pq estão no panteão...
na verdade obrigado por me lembrar disso...eu já sabia, mas é tão IDIOTA que havia esquecido...

Como disse, quero que as pessoas me critiquem, com base, pra eu poder evoluir, ou re-pensar meus pensamentos e ações...ou não...ou re-afirma-los...não quero ser um deus, nem estar 100% certo...senão petrifico...já dizia o ditado que "pedra que rola não cria musgo"...

passei uma semana tão antagônica com uma das maiores tristezas de minha vida até agora, senão a maior, a perda de um dos meus maiores amigos e ao mesmo tempo profissionalmente/artisticamente foi a melhor de minha vida, tanto de prazer, quanto financeira...não vou me importar com birra de homi véio...se mandar por se mandar, ou deixar de comentar, o meu camarada Miguel Cordeiro, já havia desistido de fazê-lo aqui há anos, não pq ele não gostasse do blog, mas por pessoas que se acham o dono do rock baiano...e se o rock baiano é isso q eles falam, quero muito que sejam...e levem pra bem longe de mim...

Chico, vc é um cara adorado man, acredite!

Todos nós somos humanos e temos o direito de errar...aprendemos com eles...e mesmo teimoso eu tento arduamente aprender com os meus...embora muitas vezes eu não consiga...conversa de auto ajuda?
q seja...pelo menos eu tento me avaliar...e as pessoas que estão fora de vc pode te ajudar a enxergar muito bem.14