quarta-feira, novembro 07, 2012

ESTÓRIAS GERAIS EDIÇÃO DEFINITIVA É TESTEMUNHO IDEM DO GÊNIO DE COLIN

Nem todo desenhista de quadrinhos é, assim, um artista.

Há quem se limite ao feijão com arroz para pagar as contas.

E há aqueles como Flavio Colin (1930-2002), cuja última obra, Estórias Gerais (2001), testemunho inequívoco de sua maestria, retorna agora em edição “definitiva”, com as páginas no tamanho em que foram desenhadas, mais alguns textos inéditos dos autores.

Multipremiada (HQMix, Troféu Angelo Agostini), aclamada pela crítica, com duas edições anteriores (2001, 2007),  lançada também na Espanha, Estórias Gerais nasceu da persistência do seu roteirista, o mineiro Wellington Srbek, que a produziu de maneira independente em parceria com Colin no final dos anos 1990.

Pronto, o álbum ficou arquivado por três anos nos gavetas das editoras nacionais, até Wellington conseguir lançá-lo de maneira independente em 2001, via lei de incentivo cultural da prefeitura de Belo Horizonte.

Em 2006, saiu na Espanha pela Edicions De Ponent, como Tierra de Estorias. Só no ano seguinte foi relançado por uma grande editora (Conrad).

Desde então, a obra adquiriu status de “clássico” entre fãs e estudiosos das HQs brasileiras, ainda que seja relativamente recente. Ao ler a presente edição, as razões da classificação se tornam evidentes.

Narrativas paralelas
Visivel e fortemente influenciado pelo conterrâneo Guimarães Rosa (1908-1967) – tanto pela prosa cheia de regionalismos, quanto pela temática do cangaço na região Norte de Minas Gerais –, Srbek misturou ficção com realidade ao contar a história da derrocada do cangaceiro Antônio Mortalma e seu bando, através da narrativa do jornalista Ulisses Araújo.

Dividida em seis partes, a história muda o foco a cada capítulo, cada um contando um lado da narrativa, com vários fatos acontecendo de forma paralela, formando um mosaico.

Roteirista bastante competente, Srbek espalhou ao longo da história principal, outras “estórias”, os chamados causos, enriquecendo e diversificando a HQ.

Junte-se a isto a estupenda narrativa visual de Flavio Colin e fica fácil entender o porque desta obra ser tão cultuada.

Com seu estilo imediatamente reconhecível e influenciado pela xilogravura, Colin cometeu em Estórias Gerais uma de suas obras mais majestosas – o que não é pouco.

No seu livro Vida Traçada: Um Perfil de Flavio Colin (Marca de Fantasia, 2009), o jornalista e pesquisador baiano Gonçalo Júnior dimensiona com exatidão a importância deste artista, ainda criminosamente pouco reconhecido no Brasil: “O gigantismo de sua produção e a grandiosidade de sua obra ainda estão por ser mapeados e devidamente estudados, compreendidos e consagrados em obras mais extensas como um acontecimento das artes de um dos autores de quadrinhos mais importantes em todo mundo e em todos os tempos”.

Estórias Gerais / Wellington Srbek (roteiros) e Flavio Colin (arte) / Nemo/ 160 páginas/ R$ 48/ www.grupoautentica.com.br/nemo

16 comentários:

Franchico disse...

Preview das HQs inéditas do Zé Carioca, as primeiras em quase vinte anos:

http://www.planetagibi.net/2012/11/previa-da-hq-inedita-de-ze-carioca.html#more

Pelo visual, poderiam ter sido criadas em 1996, época em que as últimas foram produzidas.

VOLTA VISUAL CLÁSSICO!

Ou então algum novo, mais digno. Esse visual Sergio Mallandro é que não dá!

rodrigo sputter disse...

eu não li essa edição definitiva, mas li numa biblioteca de uma escola q trampei em ilha amarela (tinha uns "gibis" massa lá) e achei bom pacas...

Franchico disse...

RIP Hellblazer - a revista.

http://omelete.uol.com.br/hellblazer/quadrinhos/dc-comics-encerra-hellblazer-e-john-constantine-deixa-vertigo/

Agora Constantine só vai brincar com seus amiguinhos de capa e cueca por cima das calças do Universo DC convencional.

Tudo bem que o personagem já não rendia tão bem há uma cara mas... que castigo pro nosso ocultista inglês favorito.

Franchico disse...

Fofelfas:

http://omelete.uol.com.br/cinema/filme-de-elfquest-grande-jornada-dos-elfos-ainda-pode-acontecer/

Márcio A Martinez disse...

Notícia ruim pra Constantine fãs como nós hein Chicaço?

Pelo menos o sacana mor vai continuar com série própria, mas pelo que entendi vão tornar ele um personagem voltado pra aborrecentes fãs desses vampiros e lobisomens contemporâneos... tomara que eu esteja errado...

glauber guimarães disse...

chicón, música nova do teclas, compadre.

teclas pretas | "pimpinela escarlate" (single nov/2012) http://teclaspretas.bandcamp.com/track/pimpinela-escarlate-glauber-solovera
para baixar [free download]:
http://www.mediafire.com/?4apapwpvkwbipe4
participação de mauro tahin na batera. whoa! graciasss...

GLAUBER

Victor A. disse...

esse "Estórias Gerais" vai entrar na lista de "must have" do ano, junto com Pinóqui e Astronauta: Magnetar, do Beyruth.
Já conferiu algum desses, Chico?

Franchico disse...

Márcio, esse Constantine inserido no UDC já tá rolando há alguns meses, na série Liga da Justiça Dark (pfuah!), publicada todos os meses na revista Dark, especializada nos personagens, uh, "dark" do UDC. Recomendo. Tem Monstro do Pântanao novo (de Scott Snyder, de Vampiro Americano, sugando bonito na fase Alan Moore), Homem Animal (bem legal tb) etc.

Essa revista nova dele vaio mostra-lo inserido no UDC, interagindo com Superman, Batman etc. Como diz Alan Moore, "não existem personagens ruins, Existem bons e maus escritores". Ou seja, pode ser ducaralho, mas tb pode ser uma merda. Conclusão: a conferir...

A graphic do Astronauta chegou nas bancas daqui essa semana, Victor. Adquiri a minha ontem, mas ainda não li. Pinóquio nao chegou aqui na redação e eu não tenho mais saco para pedir que me enciem nada, não estou dando conta do que recebo (lá ele) que dirá. Mas dei uma folheada e parece realmente confiormar tudo o que se tem dito. Deve ser mesmo "o" lançamento do ano por aqui, como já tinha antecipado nosso companheiro Guidão algum tempo atras.

Massa, Glauberino! Baixarei, pois!

Franchico disse...

Última parte de Século: 2009, da Liga Extraordinária, a caminho, pela Devir.

http://www.universohq.com/quadrinhos/2012/n09112012_08.cfm

Franchico disse...

Por favor, não matem o Alfred, por favor, não matem o Alfred, por favor, não matem o Alfred.

http://www.bleedingcool.com/2012/11/08/what-has-dc-comics-done-to-alfred/

Franchico disse...

Tudo o que não veremos mais em uma HQ do John Constantine:

http://www.bleedingcool.com/2012/11/08/things-you-wont-see-in-a-john-constantine-comic-book-again/

Sexo, drogas, violência gore explícita, palavrões, mais sexo, sexo seguro, política, política racial, profandades etc etc etc...

Franchico disse...

Trailer de GUERRA MUNDIAL Z ON LINE!

http://www.bleedingcool.com/2012/11/08/things-you-wont-see-in-a-john-constantine-comic-book-again/

PRESSÃO. DA. PORRA!

2012 (aquele filme) dirigido por George Romero. Apocalipse zumbi total.

Fiquei arrepiado aqui. Imagino como o Max Brooks, que escreveu o livro, deve estar se sentindo.

Franchico disse...

Mas quem disse que os zumbis são só maldade? No fundo, no fundo, eles só querem te comer - lá eles!

http://www.bleedingcool.com/2012/11/08/hes-a-lover-and-a-biter-first-trailer-for-warm-bodies/

Os zumbis tb amam, gente.

Franchico disse...

Mas é impressionante: de uns dez trailers de filmes que vc assiste hj em dia, uns oito tem música do Black Keys.

Assim eu acabo enjoando, porra!

Franchico disse...

Rich Johnston "descobre" os novos quadrinhos brasileiros, e de quebra, nossa corrupção endêmica:

http://www.bleedingcool.com/2012/11/09/when-brazilian-creators-working-for-american-publishers-set-up-on-their-own/

Franchico disse...

Aquele eremita barbudo e ligeiramente maluco de Northampton manda notícias:

http://omelete.uol.com.br/alan-moore/quadrinhos/jimmys-end-confira-o-teaser-do-filme-dirigido-por-alan-moore/