terça-feira, outubro 27, 2009

GABRIEL BÁ EM DOSE DUPLA

Umbrella Academy e Pixu, dos brasileiros Gabriel Bá e Fábio Moon em parceria com autores estrangeiros, chegam ao mercado

Como dizia um antigo apresentador de televisão, o céu é o limite para os irmãos gêmeos Gabriel Bá e Fábio Moon. Em questão de dez anos, os rapazes paulistas saltaram dos fanzines artesanais vendidos de mão em mão para a posição de premiados astros internacionais.

Agora, duas de suas obras mais recentes, publicadas primeiro nos Estados Unidos, chegam ao Brasil, via editora Devir: Umbrella Academy: Suíte do Apocalipse e Pixu.
A primeira é o trabalho de estreia de Gabriel Bá em um projeto marcadamente mainstream de super-heróis, terreno ainda pouco explorado na produção de ambos os irmãos.

Premiações

Escrita por Gerard Way, mais conhecido como o vocalista da banda de rock My Chemical Romance, Umbrella Academy saiu nos EUA pela editora Dark Horse, uma das maiores do mercado americano e já garantiu a Bá dois prêmios Harvey consecutivos de Melhor Desenhista, em 2008 e de novo, em 2009.

O segundo trabalho é Pixu (também pela Devir), uma HQ de terror psicológico e claustrofóbico assinada a oito mãos: Bá, Moon, a italiana Becky Cloonan e o grego Vasilis Lolos.

Trata-se do segundo trabalho da equipe multinacional. O primeiro, uma coletânea intitulada 5 – que ainda contava com o reforço de outro brasileiro, Rafael Grampá (da impressionante Mesmo Delivery) –, faturou o prêmio de Melhor Antologia no Prêmio Eisner – tão ou mais prestigioso quanto o Harvey.

Postura sóbria

Apesar de todos os prêmios, convites, possibilidades e adulação, é impressionante a serenidade e a seriedade da postura dos irmãos. “O que eu quero fazer na minha vida é isso (quadrinhos). E é isso que eu vou continuar fazendo“, responde um incisivo Gabriel Bá, quando perguntado sobre o efeito na cabeça dele quanto a tudo o que aconteceu nos últimos anos.

Atualmente, ele e o irmão estão desenvolvendo juntos seu primeiro trabalho para o selo Vertigo (DC Comics): Daytripper, uma minissérie em 10 edições, ambientada no Brasil. “Poder escrever uma história nossa é uma satisfação, não importa onde ela se passe. Não é uma coisa ufanista. Toda história que eu fizer vai ter o Brasil“, demarca.

Da mesma forma, Bá mantém o tom incisivo quando responde sobre o trabalho com Gerard Way: “Eles (da Dark Horse) me mandaram uma sinopse e eu gostei da proposta. Peguei o trabalho por isso, não por que o cara canta numa banda de rock famosa. Não é esse tipo de coisa que norteia minhas decisões“.

Minissérie em 6 edições, Umbrella teve uma continuação, Dallas, já anunciada pela Devir, mas sem previsão de publicação no Brasil, por enquanto.

Umbrella surpreende; Pixu decepciona um pouco no final

Na apresentação de Umbrella Academy: Suíte do Apocalipse, um entusiasmado Grant Morrison saúda a série de Way e Bá como “um dos melhores gibis desta década“. O escocês, autor de obras como Os Invisíveis e Homem Animal, sabe do que fala.


Não que UA seja um primor de originalidade. Não é. Mas traz aquele sabor exótico encontrado nas melhores HQs do próprio Morrison, nas quais qualquer coisa pode acontecer – incluindo uma Torre Eiffel revoltada e uma musicista capaz de massacrar multidões com acordes no seu violino. Uma leitura divertida.

Já em Pixu, o quarteto responsável tem sucesso em criar o clima de terror, mas falha no final, que pareceu um tanto brusco.

Umbrella Academy/ Gerard Way, Gabriel Bá e Dave Stewart / 192 p. / R$ 34

Pixu / Gabriel Bá, Becky Cloonan, Vasilis Lolos e Fábio Moon / 128 p. / R$ 18,50 / Devir

20 comentários:

Thiago Colares disse...

opa! esse post sim ficou bem colorido!! hehe

rapaz, show de bola esses caras!! eu estudei quadrinho por uma época, foi quando saiu watchmen e 300!

seria interessante produzir uns quadrinhos com coisas aqui da bahia também! hehe tipo o que fizeram com capitães de areia. Tem uma galera de minas que faz uns quadrinhos legais sobre o cenário de BH (esqueci agora o nome)

Franchico disse...

Cebola, despiroque aí!

Brasileiro desenha HQ com roteiro inédito de Stephen King - e fala ao Omelete

Rafael Albuquerque coassina American Vampire para a DC/Vertigo

http://www.omelete.com.br/quad/100023054/Brasileiro_desenha_HQ_com_roteiro_inedito_de_Stephen_King___e_fala_ao_Omelete.aspx

Franchico disse...

Valeu, Thiago! Man, leia Xaxado. À primeira vista, pode parecer infantil, mas vai muito além. Muito mesmo. Sou fã.

Franchico disse...

"Holmes for the Holiday".

Nada como um filme ambientado na Era Vitoriana para um Natal feliz.

http://www.omelete.com.br/cine/100023051/Veja_o_novo_cartaz_de_Sherlock_Holmes.aspx

Adoro filmes sobre a Era Vitoriana........

Franchico disse...

Tá de bobeira?

Vá rachar o bico.

http://www.badrecordcovers.com/?cat=3

Tem até Lindomar Castilho!

teclas pretas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Franchico disse...

Robert Crumb e suas mulheres....

http://www.wmagazine.com/artdesign/2009/11/r_crumb

teclas pretas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
teclas pretas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
teclas pretas disse...

é verdade! abração, anoniminho[a]!
GLAUBER

Franchico disse...

?!?!?!?!?!?

Até vc, Glauber, comendo reggae de anônimo? Ô anônimo mané, vc é aqui é merda. Se ligue: deixe Glauber em paz, falô?

Senão eu fecho essa merda de novo e vc vai comentar suas babaquices na puta que te pariu.

Vá pa porra não, fique aí.

Franchico disse...

Excluo mermo! Tolerância zero!

Anônimo disse...

Eu não entendo a quem serve a opção de postar anônimo...acho q só pra quem quer esculhambar e agredir os outros. Nunca li um elogio ou algo interessante postado por um anônimo. Não li o q foi comentado dessa vez pq já havia sido apagado...acho q não perdi nada de interessante mesmo mas acho q esse lance de postar anônimo deveria ser bloqueado mesmo, apesar de todos nós sabermos a origem de alguns desses posts né? rsss. Abs.
Toni Oliveira

osvaldo disse...

flaming lips novo na praça, embryonic. wayne coyne alterna, como sempre entre o sublime e a idiotia,mas sempre inquieto, nunca acomodado. um disco no minimo intrigante, e candidato aos tais melhores do ano. evil will prevail.

osvaldo disse...

novo tb de richard hawley, truelove gutter, ta na area.o sinatra de sheffield dilacera geral. olhaí cebleuris

teclas pretas disse...

toni, eram links, apenas. nada demais.
GLAUBER

Franchico disse...

Se liga aí, rapaziada:

Edital Tô no Pelô 2010


Inscrições para a segunda edição do edital Tô no Pelô, que complementa a agenda de atrações do Programa Pelourinho Cultural, estão abertas até o próximo dia 03 de dezembro

TÀ TUDO AQUI:

Link Direto:
http://www.pelourinho.ba.gov.br/edital-to-no-pelo

Thiago Colares disse...

boa dica, a do pelô! :)

e a do Xaxado, vou procurar!

Saiu hoje mais cedo o resultado da seleção da Feira Música Brasil. O evento promete! E quem sabe da próxima eu toque por lá!! hehe.. Pelo menos me disseram que haverá um estúdio aberto lá para jam sessions hehe

Abraço!

cebola disse...

valeu a dica mr Braméuris!! Mr Hawley é um dos favoritos daqui de casa.

cebola disse...

e bota pra fudê nessas galinhas anonimas, mr chicvs!
chic chic chic chic...