quarta-feira, maio 27, 2009

ÍCONE PUNK FAZ DJ SET NO GROOVE



Nos últimos anos da década de 1970, ele já era punk – sem saber. Pouco depois, fundaria uma das bandas pioneiras do estilo no Brasil: Inocentes. Hoje, Clemente Nascimento (foto: Daniel Arantes) é um dos músicos e produtores mais respeitados do rock brasileiro. Neste sábado, no Groove Bar, os baianos poderão conhecer sua outra faceta: DJ.

Ele, que hoje ainda trabalha como apresentador de dois programas do portal Showlivre (showlivre.com), Pé Na Porta e Estúdio Showlivre, confessa que, quando vai discotecar, não costuma planejar muito o repertório.

“Depende muito da cara do povo! A gente nunca sabe, né? Vamos sentir o clima. É que, as vezes, vou pensando em tocar uma coisa e toco outra, então nunca é uma coisa fechada. Mas posso adiantar que sempre rolam umas coisas velhas, mas também coisas novas. Tento dar uma equilibrada“, conta, bem-humorado.

Jornada dupla – Hoje em dia, além de continuar na ativa com a Inocentes, ele também toca guitarra em outra banda fundamental do punk Brasil: Plebe Rude.

Inclusive, no último Carnaval, ele esteve aqui com as duas bandas, que se apresentaram no Palco do Rock de Piatã.

O fato é interessante por reunir em uma única banda as duas principais tendências do estilo no País: o punk de São Paulo e o punk de Brasília, de perfis bem diferentes – enquanto os primeiros eram proletários, os jovens brasilienses eram burgueses, filhos funcionários do governo.

“Conheço os caras da Plebe Rude desde a primeira vez que vieram pra São Paulo com o pessoal da Legião Urbana, em 1983. Eu trabalhava no (clube noturno) Napalm e sempre fomos amigos. Aí um dia teve um show-tributo ao The Clash aqui e tocamos juntos. O Phillipe (Seabra, vocalista) teve ‘um estalo‘ e aí me convidou pra entrar na banda ali, na hora“, conta.

Novo mercado – No front da Inocentes, as coisas também vão bem, obrigado. “Acabamos de lançar um DVD ao vivo (Som e Fúria), fizemos um show antológico na Virada Cultural e agora estamos preparando um CD de inéditas“, resume.

Com os anos 00 quase no fim, começa a chegar o momento de avaliar tudo o que aconteceu na década do download. Diferentes de muitos apocalípticos, Clemente a vê com bons olhos: “Achei uma década bacana. A internet abriu espaço para a liberdade artística, mas também tem o lado pro mal. Como não é uma ‘mídia normal‘, você é que tem que gerar a sua audiência. É meio desafiador“.

Mas o grande ganho da década é mesmo o estabelecimento definitivo – e ainda em processo – de um mercado musical médio, intermediário entre o mainstream e o realmente pequeno.

“O lance da cena independente que se estabeleceu é que o melhor. Nunca toquei tanto com os Inocentes quanto agora. Tocamos no Brasil todo em vários festivais, do Pará ao Rio Grande do Sul, o que era impensável na década de 80. E aí começa a se estabelecer uma cena independente fortíssima no Brasil“, diz.

Dentro disso, Clemente destaca a baiana Cascadura como uma das melhores bandas desse novo cenário.

“Eu tô louco pra fazer o Cascadura no Estúdio Showlivre. Um dos melhores álbuns que eu ouvi ultimamente foi o Bogary. Vi também os Retrofoguetes no Clube Vegas outro dia. Foi muito bom. O que eu achei mais louco foi quando Morotó pegou a guitarra baiana, por que faz um link com a música brasileira sem perder o punch rock n roll. Não é o instrumento que você toca que diz se você é rock, mas o modo como você toca. Já vi muita banda por aí dizer que faz um som ‘fudido‘ (super-pesado) e tal, quando você vai ouvir é uma bosta“, ri Clemente.

Clemente - DJ set
Participação: DJs el Cabong e Pinguim (Residente)
Sábado, 22 horas
Groove Bar (3267-5124)
Rua Marques de Leão, 351 A, Barra
R$ 15

23 comentários:

Franchico disse...

Adivinhem quem tá voltando pra Sotero City?

As iniciais são WW. Não, não é Wolkswagen!

WANDER WILDNER
Abertura – os irmãos da bailarina
Dj Cassicas
R$15 23H 10/06 quarta-feira (vespera do feriado)
BOOMERANGUE – RIO VERMELHO – 33345577
INFO: bbrecords@gmail.com

Boa hora recordar nosso Phodástico e antológico Phodcast com a figura, gravado nas luxuosas e luxuriantes dependências do Estúdio Em Transe:

http://rockloco.podomatic.com/

Franchico disse...

Alô, produtores da minha Bahia, esse é um programa impredível para vcs:

(pena que precisa pegar um avião pra chegar lá...)

LENDA DA PRODUÇÃO MUSICAL, PHIL RAMONE ENCERRA
A AES BRASIL 2009 COM PALESTRA ‘KEYNOTE’

Uma das principais atrações da AES Brasil 2009, Ramone encerrará a programação do evento com a palestra ‘Keynote’ nesta quinta-feira, 28 de maio, a partir das 17h30, no Palácio das Convenções do Anhembi.
Phil Ramone é um dos produtores musicais mais respeitados e prolíficos da indústria de gravação. Com 33 indicações ao Grammy, 14 premiações, um Emmy e inúmeras homenagens a seu crédito, o discernimento musical e utilização de tecnologia de áudio de Phil são inigualados por seus pares.
Reconhecido como um dos mais criativos produtores, ao longo dos anos Phil participou com destaque no desbravamento de desenvolvimentos tecnológicos na indústria musical. Ele apoiou ardorosamente a utilização do CD, do disco de vídeo digital, gravação de alta definição e som surround. Phil recebeu em 2005 o primeiro Grammy dado por Melhor Álbum de Som Surround - Ray Charles Genius Loves Company.
Sua lista impecável de colaborações artísticas inclui: Burt Bacharach, Bono, Ray Charles, Chicago, Natalie Cole, Bob Dylan, Gloria Estefan, Renee Fleming, Aretha Franklin, Etta James, Quincy Jones, BB King, Madonna, Paul McCartney, Liza Minnelli, Sinead O’Connor, Luciano Pavarotti, Peter/Paul and Mary, Andre Previn, Carly Simon, Paul Simon, Frank Sinatra, Phoebe Snow, Rod Stewart, and Stevie Wonder.
Phil é Presidente Emérito do Board of Trustees of the National Academy of Recording Arts and Sciences (NARAS) e Co-Chairman of the Producers and Engineers Wing. Ele é membro fundador da META (The Music & Engineering Technology Alliance - Aliança de Tecnologia Música e Engenharia), um grupo de produtores e engenheiros de elite em prol do estabelecimento da gravação e difusão musical de alta qualidade através da união de profissionais de áudio, fabricantes de equipamentos eletrônicos para consumidores, entusiastas musicais e fornecedores de tecnologia.

Serviço
AES Latin American Conference 2009
13ª edição da Convenção Nacional da AES Brasil
7º Congresso de Engenharia de Áudio
Palácio de Convenções do Anhembi
26 a 28/5
www.aesbrasil.org/LAC2009

Franchico disse...

E a menina Pitty, quem diria, vai aparecer na revista da Luluzinha Teen, criada por quadrinistas brasileiros no rastro do sucesso da Turma da Mônica Jovem.

http://blogdosquadrinhos.blog.uol.com.br/

No post "Luluzinha teen será mangá feito por autores nacionais"

Franchico disse...

Momento classificados do menino André Os Culpados Mendes:

FANTÁSTICA GUITARRA LTD ESP EX-50 PRETA NOVA NA CAIXA COM NOTA FISCAL

PERFEITA PRA QUEM TOCA HEAVY METAL OU HARD ROCK...PEGADA FORTE, ÓTIMO TIMBRE,AGRESSIVO E LIMPO.

TOTALMENTE JAMES HETFIELD (METALLICA)

NOVA,NOVA,NOVA.

ESPECIFICAÇÕES:
A LTD EX 50 é uma guitarra explorer que apresenta corpo esculpido em Agathis, braço em Maple e escala em Rosewood. Está equipada com dois potentes captadores humbucker ESP LH100, que lhe proporcionam timbres fortes e expressivos, ideais para distorção. Possui ainda ponte Tune-O-Matic e dois controles, sendo um de volume e um de tonalidade.
- Corpo: Agathis

- Braço: Maple

- Escala: Rosewood

- 2 Captadores: Humbucker ESP LH100

- Ponte: Tune-O-Matic

- 2 Controles: 1 de volume e 1 de tonalidade
PERFEITO PRA QUEM MORA EM SALVADOR OU REGIÃO METROPOLITANA...NÃO GASTA EM FRETE!

R$ 900,00
--
André Mendes

www.myspace.com/andremendesmusica

Anônimo disse...

Ramone é foda... Estou doente por não poder ir!
andré t

Franchico disse...

andré, vc esqueceu a obra maior, mais emblemática e mais fodástica da sua gloriosa carreira:

http://www.allmusic.com/cg/amg.dll?p=amg&sql=10:knfqxqe5ldke~T2

(Dica: "she's a maniac / maniac / on the floor"...)

Franchico disse...

Não aguento mais ouvir falar de tuíter!

Na moral, eu já "tuíto" nesses comentários aqui muito antes dessa melda aparecer.

Como diria meu guru do NE de Amaralina, "homi quá, sinhô mi deixe!".

Anônimo disse...

Mas isso é extremamente bem feito! Goste ou não da música ou do oitentismo, é uma senhora produção. O cara produziu Frank Sinatra e Ray Charles, dois dos maiores de todos os tempos (só tive a oportunidade de ver ao vivo o segundo), então ele já tem o lugar no céu mais que garantido.
andré t

Anônimo disse...

Chicovisky,

Sou de um tempo em que tweeter era um negócio que a gente botava no som do carro para, como disse o menino Zeno, “vitaminar o rodstar vindo do Paraguai”.

Franciel

teclas pretas disse...

twitter é blog para preguiçosos! hahahaha [140 caracteres por post].

o meu é bacana prq só coloco links para outras coisas. mas francamente, não gostei do que vi por aí, não. achei chato. o problema nunca é a ferramenta, é quem usa.

pô, quanta bobagem... eu lembro que neguinho falava mal de blogs, do myspace, lastfm, etc. amanhã, quando o twitter não for mais "nuvidade", muita gente que tira sarro hoje [de marra], vai usar.

megosseguinte: tô lá no meu, compartilhando as coisas com quem tiver interesse. e quem não tiver, ok.

e se alguém achar que não devo vir aqui, pó falar que não venho mais e tá limpo. me faça uma garapa atômica!

https://twitter.com/glauberovsky

GLAUBEROVSKY

Franchico disse...

Tb acho bem feito, andré! Bons tempos quando a gente podia ligar o rádio e ouvir música pop de qualidade que nem essa aí!...

É que é eu não podia deixar passar essa, né?

Francis, sua admirável resistência em se atualizar é fonte de inesgotável inspiração para este que vos escreve.

Glaaaauber! Deixe de viadagem, mô fio! Tava falando de vc, não! E me faça o favor de continuar vindo aqui sim. O lance do tuíter que me incomoda é que agora, especialmente na minha insalubre área de trabalho, o tal do jornalismo, TUDO É TUÍTER! Todo mundo tem que ter tuíter. Isso me irrita e me cheira a golpe de mkt do brabo. Essa manada que faz tuíter por quem é a moda do momento me parece uma grande massa de manobra gerando lucro aí não sei pra quem. Quando eu SENTIR NECESSIDADE de fazer um tuíter, eu juro que faço. Ate hj eu não tenho orkut, feicibuk etc. Não quero, não sinto necesssidade. Quando eu quero falar com algum amigo, eu mando um email, deixo um recado aqui no blog ou simplesmente ligo para a criatura. Mas só por que vc fez um tuíter vai deixar de ser meu amigo é? Eu tenho amigo que gosta (ou gostava) de Lenini e nem por isso deixou de me pentelhar! Tira essa carapuça que ela não lhe cai bem. Esse chapeuzinho aí da foto é muito é muito melhor! ;-) Abraço fraterno!

olivetti disse...

uma pergunta, o cara que posta no tuíter é tuíteiro?

teclas pretas disse...

hahahahaha, valeu chicão! também nunca tive orkut, nem feicibuk. esse negócio de "nuvidade" tecnológica é um saco mermo. vez em quando pinto aqui. inté!
GLAUBEROVSKY

Franchico disse...

Pelamordedeus, né man? Conto com você.

Olivetti, partindo-se do precedente de que, quem faz blog é blogueiro.....

Franchico disse...

Esqueçam essa vírgula. Ela não existe.

Anônimo disse...

amigos,
esqueçam o futuro porque ele já é presente e está cheio de passado imbutido
sem saudosismo, na boa, conheci vcs todos com vinil na mão
vcs estão muito integrados na cybercultura
sou um ser astral muito além de qualquer espécie de modismo ou modismo enviesado...como esse agora de rockers virarem djs...e o povo ainda pagar para ouvi-los
que tempos difícies...
caos ad

cebola disse...

"ser astral além de qualquer espécie..." Não seja modesto, man.

cebola disse...

E, man, eu sei quem é vc ;)

cebola disse...

e...rockers virarem dj?!?! véio, continuo sem entender bulhufas!!

Anônimo disse...

o pego meu gary morre?

Anônimo disse...

corrigindo, como pego meu gary moore?

Franchico disse...

Gary Morre!?!

Quer matar o véio, é Claudesc?

M.R. disse...

Triste fim:

Phil Spector jailed for 19 years
http://www.nme.com/news/phil-spector/44995