quarta-feira, novembro 30, 2005

ALMAS PERDIDAS

Banda que, aos pouquinhos, eu descobri que gosto demais é aqueles meninos do Doves. Inicialmente hypados (conheci pela coluna do Lúcio Ribeiro, confesso sim, so what?), essa banda britânica teve um momento de glória na mídia rock em 2002, com o hit There goes the fear, que levou o disco The last broadcast (2002) a vender muito bem na época. There goes the fear é realmente uma linda canção, com um forte sabor de U2 em seu arranjo. No final, tinha um sambinha (atravessadérrimo, até um néscio como eu pude perceber) e o clipe era soberbo, um trabalho de chroma-key (se não me engano) poético como poucos. Sério, cada cena parece um quadro, de tão bonito que é esse clipe. Até aí, morreu Maria preá. 2002 acabou, e a banda parece ter voltado à uma semi obscuridade, soterrada sob as milhares de bandas "foda" que parecem surgir a cada sexta-feira na Pensata do senhor Ribeiro. Gostei muito do "Broadcast", então, mais adiante, consegui seu disco posterior, "Lost sides" (2003), uma coletânea de lados b dos seus dois primeiros discos, "Lost souls" (2000) (que também consegui mais tarde) e o citado "Broadcast". Pois bem, não é que acabei gostando mais desses dois (o primeiro e a coletânea de lados b), do que do disco "do hit"? Lost souls é um disco triste, mas foda-se, eu não escolho discos por que são tristes ou alegres, eu escolho discos por que eles são bons. (Na minha concepção, claro.) Seu andamento é algo etéreo, impõe-se com o tempo, não é disco que você se apaixone de primeira. Pianos, violões, uma gaitinha às vezes, algumas vozes com efeitos fantasmagóricos, melodias introspectivas, lindonas e viajandonas TOTAL. Saca o Violeta de Outono (que parece que vem mesmo tocar aqui em Salvador - pela 1ª vez - em mais de 20 anos de carreira, prest'enção!)? Pois é, colocando de forma grosseira, é mais ou menos como o Violeta de Outono, só que sem a intenção explícita em soar psicodélica da banda brasileira (o que não é nenhum demérito, diga-se). Tem influência do Pink Floyd, mas acho que de uma maneira diferente do Radiohead, por exemplo. Outras influências óbvias são Smiths e Joy Division, claro. Som atmosférico, chaplex de primeira qualidade. Não é pra pegar e botar pra tocar no Miss Modular. É mais para ouvir em casa, curtindo umas, se é que você me entende. Já li umas críticas por aí desse primeiro disco e todas diziam que o segundo era melhor, mais maduro e tal. BALELA! Lost souls é O disco do Doves. Quer dizer, tem o mais novo, Some cities, lançado no começo de 2005, mas ainda não tive o prazer. A coletânea de lados b, Lost sides, é outra pepita injustamente esquecida por aí. O efeito é o mesmo do outro disco: administrado em doses exatas por um curto período de tempo, ganha efeitos viciantes devastadores e incuráveis. Ouça o doutor Franchico.

SORRY PERIFERIA - Tá sentado? Então, é melhor sentar direitinho: a banda baiana Canto dos Malditos na Terra do Nunca, escalada para tocar na etapa Salvador do Claro q é rock em abril último, foi contratada pela Warner. Minha fonte (não conto quem é nem sob tortura) me garantiu que o grupo vai gravar seu primeiro disco no primeiro semestre do ano que vem, com produção de Carlos Eduardo Miranda. Fuuuuro!

SUPREMOS ESCROTOS - A revista Homem Aranha Millenium nº 47, nas bancas de Salvador desde ontem, terça-feira, é um excelente, como eles dizem lá nos USA, jumping point para você se presentear com um novo vício. A partir desse número, tem início a segunda temporada de Os Supremos, ou The Ultimates, na língua original. Trata-se da versão Ultimate Marvel dos Vingadores, que aliás, tão numa urucubaca desgraçada (e bacanérrima pra quem lê) em sua versão tradicional. Escrita pelo escocês maluco e alcoólatra Mark Millar, o que é ótimo, a versão Ultimate dos maiores heróis da Terra é infinitamente mais arrojada e plausível que sua contraparte tradicional. O Capitão América é abertamente o que sempre foi, mas faziam questão de esconder: um John Wayne de máscara e escudo, republicano e escroto até a medula. O Hulk só sai peladão e come seus inimigos. Não sexualmente, mente suja, ele canibaliza a galera, mesmo. Enlouquecido, destruiu vários prédios em Nova Iorque, matando mais de 800 pessoas. Uma verdadeira pessoa de destruição em massa, como é chamado pela imprensa. O Thor é considerado um charlatão new age boa praça com tendências alucinatórias, pois se diz um deus (do trovão, no caso). O Gigante (o cientista Hank Pym), bate na esposa, a Vespa, que aliás, dá o maior mole pro Caputão América. Como se vê, só gente boa. Ah, Nick Fury, o manipulador diretor da Shield (agência ultra secreta de espionagem e tecnologia, tal) é a cara do Samuel L. Jackson. Mas a cara mesmo, o fantástico desenhista inglês Bryan Hitch retrata o homem à perfeição. Bem como todos os personagens (que ganharam novos e modernos designs, claro) e as cenas de ação, épicas, gigantescas, cinematográficas. Bom, Os Supremos fizeram tanto sucesso, que a Marvel está produzindo dois longas metragens em desenho animado que serão lançados no ano que vem, direto no mercado de DVDs, baseados na primeira temporada, que durou doze números. Nessa segunda temporada, veremos... bom, sei lá o que veremos. O primeiro número tá nas bancas e bate um bolão. Ainda tem histórias das versões Ultimate do Homem Aranha (texto de Brian Michael Bendis, que O grande nome da Marvel hoje em dia), dos X-Men (claaaro) (texto do Brian K. Vaughan, de Ex Machina, aguardem texto sobre) e do Quarteto Fantástico (texto do Warren Ellis, outro britânico maluco de carteirinha), que também são bem bacanas. Homem Aranha Millenium nº 47, nas bancas, R$ 6,90.

FRASE DA SEMANA - "O melhor emprego do mundo é ser bichinho ou solzinho de pelúcia no show do Flaming Lips". Mário Jorge, pai de todos os rockloquistas, ainda impressionado.

87 comentários:

Nei Bahia disse...

Warner!!!


Essa foi foda!!!!!!

miwky disse...

Mário Jorge está certo, era evidente a felicidade daqueles bichinhos no show, mas a pergunta que cabe é: ele tb foi um?? ele viu no rio, né?

olha só, quanto a cdmntdn, boa sorte, mas não é nada que me agrade.

ai... doves!!!
e delgados...
e....

Marcos disse...

Hmmm, Chico. Desculpa ai, mas as informações da sua fonte andaram circulando no sábado passado qdo o CMTN fez um show com a Theatro. Os moleque andaram fazendo a ponte áerea SSA/SP nas últimas semanas. Boa sorte pra eles.

Franchico disse...

Tranquilo, Marcos. Minha fonte me disse que algumas pessoas do meio já sabiam mesmo, mas sabe como é, notícia é batata quente, tem que passar adiante rápido. Se eu não mando aqui, logo outro vem (podia ser Luciano, o Bahia Rock, o Dez) e dá a notícia do mesmo jeito. O que é normal, tá todo mundo cumprindo seu papel. Por que não eu, então? Eu dei primeiro. E gostei. ;-)

E sim, claro, boa sorte pra Canto dos Malditos. Se rolou, é por que viram neles potencial para fazer um bom disco pra garotada. Meus sinceros votos de boa sorte pra eles, sem dúvida.

Marcos disse...

Tá certo, tá certo. Em termos de imprensa, assim, olhando de um lado informativo, cultural e de forma pioneira é indubitável que esta mídia alternativa saiu na frente. Meu efusivo abraço :)

Anônimo disse...

a mediocridade dessa gente de gravadora é um espelho da merda em q estamos metidos.
CMTN mais uma bandinha de rock-menudo para a garotada: guitarras, distorção, barriguinha de fora e danoninho q vale que dois bifinhos

osvaldo disse...

é gol de placa de chicão, rompendo na area antes da grande imprensa.marcos, tava correndo na boca miuda o lance do cmtn, mas o primeiro a afirmar categoricamente foi o rock loco "chez" franchico.sorry periferia.

Franchico disse...

Valeu, Marcão!

Franchico disse...

Valeu, Osvaldão!

osvaldo disse...

como assim mario jorge na area? pensei que ele tinha desistido do rock, mas antes mesmo que ele saiba, aquela voz maviosa estara rasgando(epa!) na audioesfera( copiraite Messiah).

miwky disse...

e o que eu soube, bem antes, é que só queria a pequena, fazer um tipo de pitty e tals, mas já que foi a banda toda, não se confirmou.

Anônimo disse...

acho q vcs tão locos mesmo. ficar se vangloriando da noticia da contratação de uma banda tão sem expressão. aí foi alem da conta. seria uma noticia de valor e alegria se fosse a contratação da sangria

Franchico disse...

Arthur Dapieve escreveu um texto belíssimo sobre Prairie wind, disco novo de Deus (Neil Young). Leiam aqui: http://nominimo.ibest.com.br/notitia/servlet/newstorm.notitia.presentation.NavigationServlet?publicationCode=1&pageCode=2&textCode=19728&date=currentDate&contentType=html

Ou vão direto no site no mínimo, que esse endereço aí tá muito grande.

Franchico disse...

Eu me lembro, primeiro longa do diretor baiano Edgard Navarro, "faz a limpa" no Festival de Brasília, com vários prêmios, incluindo Melhor Filme e Melhor Direção. Leiam: http://br.movies.yahoo.com/noticias/13194

Anônimo disse...

olha aí pessoal, boa sorte para os meninos do canto do nunca (aquela vocalista é linda!)...agora, chico...baterista da úteros em fúria no show dos fantásticos flaming lips...oh! que mudança radical...úteros, penélope e agora ursinho blau blau...
cláudio

Franchico disse...

Eeessssc! Que saudade, nunca mais tivemos o prazer de seus comentário mordazes por aqui... Apareça mais, criatura!

Man, libera Mário, o cara foi ver Iggy Pop, mas gosta do Flaming Lips, sim, que eu cooptei o home. Nunca é tarde, correct?

Anônimo disse...

a tal mulltinacional bem que poderia contratar também a sangria e o bando do teatro seraphim...um para o público que tem raiva (só não sei de quê?) e o outro para essas viúvas do pós-punk inglês (e do rock soturno de brasília oitentista)...pronto, aí ficaríamos todos mais contentes ainda...um abraço para os sequelados da sangria e para as cabeças pensantes do ts...
cláudio

Monique Ferrari disse...

Olá
O CMTN teve duas vezes em Sao paulo para gravar o Banda Antes...Essas viagens nao tiveram nada a ver com gravadora nenhuma...foram bancadas por mim (empresária da banda) e pela mtv.
Posso afirmar que a banda nao foi contratada.
Mas fico torcendo para que seja uma realidade bem próxima.
Monique.

Anônimo disse...

relaxe chico...esses papos de banheiro de casa noturna dão nisso aí...
cláudio

Nei Bahia disse...

Banda antes!!
Perfeito!!
Antes...do bom senso!!
Antes ...do bom gosto!!



cantar fazendo sotaquizinho sulista na MTV...me bata um abacate com leite Ninho!!! (INTEGRAL)

miwky disse...

sim, galera, é hoje o forró lá no miss, né?? que horas? quem toca, quem treme, quantos reales?

depois do programa de gabie, ok?

Franchico disse...

Oquei, Monique, compreendo sua posição e respeito isso, pode acreditar. Você está cumprindo seu papel. Porém, mantenho a informação.

Anônimo disse...

olha pessoal um dos blogs mais lidos do país o www.verbeat.org/blogs/biajoni está elogiando o blog de salvador clashcityrockers e linka a entrevista exclusiva com marcelo nova e fala de miguel cordeiro q escreve no clashcityrockers >>>>cipy lopes

Anônimo disse...

alô monique precisamos urgentemente da sua grana, da sua boa vontade e da sua gerencia para divulgar bandas de salvador q realmente valem a pena. existem dezenas delas. vc será bemvinda. ah, não esqueça de trazer o talão de cheque, os cartões de banco e seus contatos. e ainda pode ganhar dinheiri com isso, bjs

Greice disse...

aê, chicão, ganhou prêmio na coluna do finatti...

Franchico disse...

Rá, rá, rá! Lesgal! Finalmente alguma coisa boa, caceta!

Franchico disse...

Ou seja, breve, resenha sobre os discos do selo Mondo 77....

Anônimo disse...

nem uma palavra do rock loco sobre a tour do pearl jam pelo Brasil?
PS: pensamento do dia: "quando algum produtor de senso vai promover em soterópolis um show da fantástica, eu disse fantástica, banda carioca Mustang (do Carlos Lopes, ex-Dorsal Atlântica)....rock criativo e sem vergonha de ser "old school"...restaurou minha fé no rock alternativo feito em terras tupiniquins
Cláudio

Franchico disse...

Pô, Esc, se eu fosse, ou Brama, com certeza, colocaríamos uma matéria aqui, mas essa possibilidade é irreal, infelizmente... (Aliás, esse ano foi uma negação pra mim em termos de shows e viagens. Ser pobre é uma merda.) No entanto, se alguém aí que foi quiser escrever sobre o show pro RL, eu publico o texto aqui com o maior prazer, claro... Colaborações dos brothers and sisters são sempre bem vindas. Fica a dica.

Marcos disse...

Bom, mais umas das nossas correspondentes especiais cobriu o show do Pearl Jam. A qualquer momento o texto pinta lá no Clash City Rockers ;) Abçs.

Franchico disse...

Taí o que vc queria, Cláudio Escória.

miwky disse...

pearl jam é uma bandica, agora mudhoney merece laudas e laudas.

Anônimo disse...

pearl jam é uma bandica
mudhoney uma bostica
vão ouvir neil young cambada

osvaldo disse...

Tai Miwky, o Pearl Jam é uma banda que aprendi a respeitar ao longo dos tempos.No começo do grunge achava que Eddie Vedder pegava carona na credibilidade de Mike McCready, Jeff Ament e especialmente de Stone Gossard( ex-Mother Love Bone/Green River, pais da cena de Seattle), alem de ofuscado violentamente pelo brilho de Kurt Cobain, alem de achar Ten e Vs doscos apenas medianos.Mudei de opiniao, hoje acho o Pearl Jam uma senhora banda de rock. Ah, Mirrorball, discaço de Neil Young, tem o Pearl Jam como backing band.

miwky disse...

cara, pois, ouvindo uma vez uma música gostosa, surpreendi-me quando revelaram que era pearl jam. a música era last kiss e por sinal, não é uma música do pearl jam. tenho visto. neil young é legal, mas este a gente já sabe quem é.
não vejo diferença em pearl jam e creed e não é mero preconceito, sei do que eu tô falando.

Anônimo disse...

mario jorge não ficou com vergonha de se fantasiar de ursinho não? nossa q coisa mais hilária. eu morreria de vergonha. que mico!

Anônimo disse...

miwki, se vc não consegue ver a diferença entre pearl jam e creed é melhor desistir de tudo, minha filha. Ou tenta falar com o Neil Young que ele lhe explica direitinho. Osvaldo E Neil Young estão certos. Pearl Jam é uma grande banda.
Fernanda Ivy.

miwky disse...

fernanda, quem disse que eu não desisti? desisti! creed e pearl jam são as mesmas bostas, produtos músicais feitos pra sedentos por rock, mas eles não me enganam, tipo aquele sabão em pó que lava ativando as cores.

Neil Young é irretocável, até o momento.

miwky disse...

http://palacehotel.blogspot.com/2005/11/oh-my-gawd-its-flaming-lips-claro-que.html

mais um feliz por ter sido um bichinho no show do flaming lips.

osvaldo disse...

miwky, vc tem todo o direito de não gostar do pearl jam.minha banda favorita da cena de seattle sempre foi a screaming trees. só não confunda pearl jam com creed. a banda tem integrantes que foram fundamentais para a cena de seattle e de todo o rock alternativo. especificamente falo de stone gossard, uma das cabeças mais articuladas do rock. fundador das seminais green river e mother love bone( que forjaram a sonoridade do grunge e influenciaram o nirvana), produtor ( satchel, weapon of choice), dono do selo alternativo Loose Groove(devilhead,weapon of choice,critters buggin'), dono do studio Litho, e de quebra porta-voz e defensor do movimento alternativo no congresso americano.o pearl jam é apenas uma das bandas sucessoras da mother love bone .depois da morte do vocalista andrew wood chamaram eddie vedder para vocal. bandas como creed, nickelback e o stone temple pilot do primeiro disco apenas imitavam a bem sucedida pearl jam. então é obvio que vc pode não gostar do som dos caras, só não confunda a copia com o original.

Anônimo disse...

olha, respeito a liberdade de opinião, mas essa figura aí que compra pearl jam a creed está muito equivocada...o creed é uma banda sem criatividade (pode perceber, pelos seus fãs: não conheço um que seja verdadeiramente rock)...o pearl jam (posso falar porque nunca fui grande fã) é uma banda que fez belos álbuns e mantem uma postura interessante para quem subiu ao mainstream, mas conseguiu preservar a dignidade...essa geração mp3 é foda!
Cláudio

Franchico disse...

Porra essa galera viaja. Alguém aqui disse que Mário se vestiu de bichinho de pelúcia?!? É só uma frase, caceta! Não viajem!

Anônimo disse...

chico, deixa de ser passional com mário jorge...depois do fim da penélope seria legal ele incorporar o ursinho de pelúcia do carnaval psicodélico do flaming lips...yeah!
Cláudio

Anônimo disse...

Olha só, Mike McCready, guitarrista do Pearl Jam disse em entrevista que, paralelamente ao Pearl Jam, integra uma banda cover do UFO...taí, chico, uma excelente dica para as novas gerações ouvirem rock do bom da "old school"....yeah! eu sempre fui fã deles (UFO, claro)
Cláudio

agenda Miss Modular disse...

Quarta, 07.12
Lançamento do CD da banda Mirabolix. 22h. R$ 7,00 ou R$ 20,00 com o CD.

Quinta, 08.12
Conceição Hard com as bandas Radiola e Cascadura. 22h. R$10,00

Sexta, 09.12
OpsOm Pragatecno. 22h. R$ 5 (até 23h) e R$ 10.

Sábado, 10.12
Natal dos Retrofoguetes. 22h. R$ 15,00 com direito a um disco (vinil).

Domingo, 11.12
Soul Sundays. 18h. R$ 5 (até 23h) e R$ 10.

____________

Anônimo disse...

miwki, desculpe-me insistir neste ponto, nem lhe conheço, na verdade, mas, que profundo e inconsistente equívoco é esta sua opinião. Ouça seus amigos, acredite em Neil Young, em Cláudio, eles parecem saber do que estão falando, usam argumentos e fatos, não é só: "são uma bosta, são sim, e pronto"...
fernanda ivy.

Anônimo disse...

gente esse miwki é a cara desses roqueiros metidos a antenados de salvador. ele não saca zorra nenhuma de rock. tudo bem o pearl jam não é essa banda todas mas dizer q é igual ao creed, aí já foi demais. haja ignorancia sobre o assunto. tem mais é q gostar mesmo de flaming lips e stereolab. arggghhh!!!!

Franchico disse...

Sobre o PJ, acho que eles ficaram um pouco chatinhos depois do segundo disco, mas ainda se salvam algumas coisa, como Do the evolution e que tais. Como disse Brama, é banda a se respeitar, e só o fato de Neil Young tê-los convidado para gravar um disco inteiro com ele - afora o factóide e a óbvia vendagem garantida para as bases de fãs de ambos - já é motivo o bastante para mim. Claro que eu gostaria de ter ido ao show, mas com certeza, o Mudhoney tem mais punch e deve fazer um show mais bacana e desencanado.

miwky disse...

não removo o meu comentário e opinião. creed então, acaba de ficar com o mérito em ser cópia do pearl jam, pois não dá pra se diferenciar uma da outra: mesmo groovie, até ai tudo bem, mesmo timbre vocal e letras falando das mesmas coisas. não conheço as bandas que o osvaldo citou, mas não acho que influência seja nada demais, desde que se saiba dar o seu toque íntimo à obra e carreira. por isso, mérito do nirvana, que nem gosto tanto, mas donde sinto a influência do mudhoney, que é massa e já vi ao vivo, sei como é, não fosse o kurt ter morrido ainda conseguiriamos destacar uma banda da outra, acho, vai saber...
pra quem gosta de pearl jam, amém. tô nem ai. a banda é chata, sem criatividade, nada de relevante me acrescentou e mais, eu acho os fãs um bando de gado pois, são quase todos que assim se comportam. quanto a ataques pessoais, não os respondo, fiquemos todos nós com nossas opiniões e sejamos felizes.

Nei Bahia disse...

PORRA!!!
QUEM TIROU CLAUDIO "FREGUÊS" DO HOSPÍCIO"""

miwky disse...

ah, sempre tive um preconceito com aquela cena de seattle, mas screaming trees é boaça, gostava muito de soundgarden, como contemporâneo. aliás, vendi o superunknow deles e me arrependi.

regozijo-me porque fiz uma alma feliz. aliás, eu gosto mesmo é de mudhoney, como já ficou claro e melvins, mas vou pôr um mark lenagan aqui em homenagem a osvaldo. a música é down in the dark, que ficou famosa com o nirvana. blén!

Franchico disse...

Aí, Miwky, valeu por ter mantido o nível da discussão por cima. Classe. É por aí, galera.

Franchico disse...

Ainda PJ: o blog Música em questão, do Jornal do Brasil, publicou uma foto antológica de Eddie Vedder no show do Rio. Cliquem aí:
http://blog.jb.com.br/musicaemquestao.php

miwky disse...

é nenhuma!
pior é que me passaram uma porrada de link com imagens dos shows do pj no Brasil, se eu fosse boazinha repassava. hehehe!!
ô povo que gosta de catequizar, viu!? coisa mais chata...

Anônimo disse...

porque ninguem fala mais da mina inútil da los canos ?

miwky disse...

peço a opinião de vcs: as "rádias" locais estão "roubando" informação dos blogs e repassando nas programações sem checar ou mesmo proferir créditos. sei que não é a primeira vez, mas aconteceu comigo. o que vcs opinam sobre a "questã???

as informações ajudaram as bandas e as indicações que fiz, mas como não tive de reparar uma nota,vazou pra tudo quanto foi lugar de maneira errada. com tanta faculdade pipocando por ai, a galera ainda insiste em não ter formação... assifudê, viu!

qto aos créditos, não tem nada a ver com ego, mas passando o endereço do blog, já ficaria uma criana satisfeita.

Anônimo disse...

por que ninguém fala mais da Los Canos?

miwky disse...

los canos é massa.

osvaldo disse...

blz miwky, vc é mais do que bemvinda pra expressar sua opinião. concordamos no mark lanegan, alias uma das melhores vozes do rock atual. só uma coisa, a cena de seattle tem relevancia pro rock porque foi finalmente o momento no qual o rock alternativo quebrou o mainstream norte-americano, ao contrario da inglaterra que ja tinha experimentado o fenomeno atraves do punk desde 1977.nas palavras de thurston moore, "1992, o ano que o punk rock finalmente estourou na america", frase que batiza o documentario do sonic youth naquele ano( 1992, the year punk broke),enquanto fazia uma tour europeia com as bandas da cena grunge e via diante do seus olhos o nirvana se tornar um fenomeno pop. gostos pessoais a parte, foi um momento crucial pro rock.

Anônimo disse...

aí pessoal
acessem www.verbeat.org/blogs/biajoni e leiam o incrivel papo pelo msn entre biajoni e o baiano miguel cordeiro - artista plastico, compositor, guitarrista e vocalista dos koyotes e integrante do blog clashcityrockers. lembrando q o blog do paulista biajoni é um dos mais lidos e conceituados do brasil. uma conversa humorada e sensacional sobre rock e arte >>>> cipy lopes

Franchico disse...

Com certeza, Brama. Já disse isso aqui antes e repito: se não fossem o Nirvana e a cena de Seattle, perigava a gente tá até hj com Poison e Jon Bon Jovi dominando o rock mainstream. Ainda bem que eles apareceram. Eu me lembro bem da época pré grunge, e garanto: as coisas eram beeeeeem piores antes deles.

Franchico disse...

Pô, já li o papo do Miguel com o Biajoni, muito bacana, vale a pena. Grande Miguel.

miwky disse...

osvaldo, querido, vc então concorda com a coisa como um movimento político pró-rock, não é?? entendi bem?

certo, talvez tenha varrido um pouco pra debaixo do tapete uns bon jovis, como destacou chico, mas vou ser chata pra caralho de novo:
quanto aquilo que realmente importa, a MÚSICA, o que foi que ficou de verdade??

quintuplicou coisas como creed, pearl jam, alice in chains, coelhinho da páscoa e o escambau a quatro. sem argumentar o quanto foram rapidamente absorvidos pela indústria da música, salvo algumas exceções, claro. e por exemplo, manter a postura de "toma no c* sony etc" era lindo. ou seja, cortar a cabeça do rei pra pôr outro no lugar.

o que facilitou mais foi o momento tecnológico que se vivia, a facilidade em se chegar até isso, a urgência em se fazer um novo tipo de consumo, por que não arrebitar um movimento?? o do it yourself parece deja vu, não? prefiro encarar a coisa como cíclica mesmo, pois vez ou outra aparece uns rocks como, ai esqueci o nome... darkness, acho que é isso.

acho que por conta disto houve um boom seattle rock. não sou contra que haja o consumo, até simpatizo com algumas bandas de lá, como já citei, mas eu prefiro consumir as coisas como se formaram.

tenho apenas 28 anos de rock, mas lembro do pré seattle rock, nada como se penitenciar com o que é bom, né não?

ah, sim, lá no mercadão as coisas ficaram difíceis, portanto, hão que me aguentar um pouco mais aqui. hehehe!

Anônimo disse...

desista miwky e vá curtir o seus flaming lips e rick wakeman

osvaldo disse...

não é isto, a cena de seattle tem raizes genuinas no circuito alternativo, como dezenas de outras que aconteciam nos u.s.of a.(athens,minneapolis,austin,portland, ect.).quem criou o hype de seattle foi o saudoso melody maker, mas o estrondoso sucesso da cena(nirvana, pearl jam, ect,) foi fruto de circunstancias historicas, não apenas por que o "mercado" quis. poderia ter sido a cena da sst, poderia ter sido o husker du, mas foi o nirvana.vou fazer um post sobre o assunto, só não perguntem quando.

osvaldo disse...

urgentissimo, marcelo nova tá com programa de rock de segunda a sexta as 17:00( horario de salvador), 18:00 (horario de verão) na kiss fm.pra sintonizar www.kissfm.com.br e clica pra ouvir ao vivo. chama radio fx e passa uma versão televisiva na sky, no canal fox fx, as 21:30( horario de salvador) 22:30 (horario de verão).

Anônimo disse...

Nei Bahia, vá se impregnar com seu jazz rock bem chatinho...
Cláudio

Anônimo disse...

como assim?!c marcelo nova de novo no dial? melhor notícia da semana...marcelo fez sensacional programa de 79 a 83 em salvador e teve aquele na transamérica também nos anos 90...só ele para unir informação séria, humor, alma rocker e música de qualidade (em qual outro programa pode se ouvir rory gallagher, thin lizzy, plasmatics e tantos outros) ...marcelo é imbatível no rádio
Cláudio

Anônimo disse...

alguém poed me informar qual é a formação do cascadura nesse retorno à cidade?
cláudio

Anônimo disse...

a galera pega taaaanto no pé deste tal de canto dos malditos que fiquei curiosa pra conhecer. como é que eu posso fazer? tem pra download??
fernanda ivy

Nei Bahia disse...

A volta de Cláudio freguês!!
Por que freguês?

Porque ele "sempre tem razão"!!

Nei Bahia disse...

A volta de Cláudio freguês!!
Por que freguês?

Porque ele "sempre tem razão"!!

Anônimo disse...

HUAHUAHUAHUAHUAHUAAAaaaaaaaa! com errata inútil e tudooopffuaahahahahh!!

de doo doo doo de da da da

Franchico disse...

Ai meu deus... Amanhã (espero) tem post novo, galera. Tenham fé.

miwky disse...

se ligue: blog com a tia aqui pra coisas de hoje, então corra!! www.burnbahiaburn.blogspot.com

será que não tem canto dos malditos na trama virtual??
eu tentei nos shows, mas...

nada melhor que opinião com conhecimento de causa, viu, Fernanda!

só sei que tem fábio cascadura, daniel todeschi, amarelo e...

Franchico disse...

Amanhã é quarta feira, 7 de dezembro.

Anônimo disse...

viu, miwki.
fernanda ivy

Clash City Rockers disse...

Abriu a porteira de novo, né Chico? :) Seguinte - esticando um pouco mais esses comments - pra quem gosta, pra quem não gosta; pra quem adora; pra quem detesta: tem Pearl Jam no Clash CIty Rockers.

M.

Franchico disse...

Acho que é por aí, Marcão. Se abusarem de novo, fecho de novo.

Anônimo disse...

é nei bahia, parece que vc anda com o "rei na barriga"...fazer o quê?! o cara é fã da segunda formação do van halan...
cláudio

Anônimo disse...

van halen...melhor corrigindo...
cláudio

Anônimo disse...

tristes tempos pós-modernos...tempos de jornalista arrotar poder de abrir ou fechar blog...quem te viu e quem te vê chico...saudades dos tempos do canela, meu velho...vc era mais humilde...
Cláudio

Anônimo disse...

Olá,


aqui apareço movida pela felicidade de saber que Marcelo Nova está de volta à rádio e também pra dizer à Fernanda que tem canto dos Malditos na Trama. Foi onde ouvi, quando fiz uma varrida na Trama virtual pra ter uma geral do rock feito na cidade, além do circuito Rio vermelho, sem gastar as velhas pernas. Estávamos aí por volta dos bons tempos do RLnarádia.
Bem-vinda Miwky, e quanto a esse negócio de crédito e principalmente checagem de informação nos nossos (e nos deles tambÉM) periódicos, esqueça. Nossos jornalistas são geniais, ingênuos e pouco curiosos demais pra isso.


beijos


sora

Ps- Ouvir e ver Iggy cantando e chutando e sair por aí elogiando o Flaming Lips é de partir o coração. Um dia, sem Iggy, eu vejo eles, e o sonic youth também, e até o Nine inch Nails. Peal Jam suks! O garagem , programa de radio de andre barcisky também voltou ao vivo a partir das 20 no uol. I WANT THE AIRWAVES.

Anônimo disse...

audioslave em cuba...legal pra caramba
Cláudio

miwky disse...

sorita, grata pela receptividade, mas ó, o show do iggy pop, pra mim, foi completamente embaçado pelo show anterior do flaming lips. pode deixar o coração partido, eu e o wayne coyne já marcamos a data.

sora disse...

miwkyta


pra minha sorte, Iggy não é homem pra casar.


Tô fazendo book de casamento num formato bem legal. Pra vcs tem desconto.

sora

miwky disse...

ah, ok. o iggy confirmou presença, se vc não tirou fotos no claro que é rock, se esbalde!! ele prometeu ir de fraque e franjinha.

p.s - odeio admininstradores de rede, os daqui do cab vão morrer todos no inferno, vinte mil vezes!