segunda-feira, junho 20, 2005

ROCK É ROCK, HIP HOP É HIP HOP, CACETA!

Que saco. Mais uma listinha. O livro do Nick Hornby fez um estrago danado nas cabecinhas tolas da imprensa rock (e muito provavelmente, a minha é a mais tolinha de todas, ainda que eu não seja de imprensa banana nenhuma, quem sou eu, não tenho parentes em redações). Mas eu estou divagando. O assunto aqui é mais uma daquelas famigeradas listinhas de melhores álbuns de rock de t0dos os tempos (nesse caso, dos últimos 20 anos), desta vez, lançada pela revista americana Spin. Segundo reportagem da BBC Brasil, dos 100 álbuns da lista, cerca de 1/4 são de artistas de hip hop. Com todo respeito aos companheiros que tenham algum tipo de simpatia pelo estilo, pô, eu mesmo já tive minha fase hip hop (uns 10 anos atrás), mas puta que pariu, vamo combinar uma coisa? ROCK É ROCK, HIP HOP É HIP HOP, e, mesmo que ambos os estilos tenham saído de uma mesma matriz, hoje em dia não têm mais nada a ver um com o outro, concordam? A não ser que você seja fã de Charlie Brown Jr e/ou Limp Bizkit e similares e ache que sim, rock e hip hop (ainda) têm tudo a ver. Nesse caso, faça-me o favor de juntar teus pano de bunda e cascar fora, porra! E NÃÃÃÃO ME APAREÇAM MAIS POR AQUI, TÁ COMPREENDIDO? (Obrigado Deus, pela mera existência do senhor Marcos Binachi.) A banana da reportagem sobre a tal lista vagabunda da Spin tá aqui. Não recomendo. Na moral, vc liga a MTV no Top 20 e a cada clip de hip hop, minha vontade de vomitar só aumenta. São todos tediosamente iguais e cretinos. Negões bombados, jóias enormes e cintilantes, mansões, carrões, vagabundas cheias de atitude (devem aplicar silicone até na veia), boçalidade à toda prova, visual pimp (cafetão) levado às últimas consequências. Parece jogador de futebol brasileiro, que quando sai da miséria e começa a ganhar dinheiro, vira um espantalho de tanta jóia pendurada pelo corpo. Blargh. Nada menos rock do que isso. Aí vem essa revistinha de merda, faz uma lista de 100 melhores discos de rock dos últimos 20 anos e mete 25 de hip hop no meio. Com todo respeito aos medalhões do gênero como Public Enemy e Run DMC, que eram legais, admito, mas o hip hop hj em dia é uma BOSTA. "Ah, mas isso é o mainstream, no underground tem coisas legais, Franchico", poderão argumentar os fãs do estilo. Paciência. Só o que aparece é o lixão, e eu não vou perder meu tempo procurando coisas de um estilo que nem gosto mais. E chega.

(Essa falta de assunto ainda acaba comigo...)

26 comentários:

Anônimo disse...

venho mais uma vez protestar contra a atitude unilateral de marcos por ter retirado a inserção anônima no clash city rockers, mesmo que a pessoa escreva seu nome após comentário, por ter discordado de crítica feita por mim sobre o excesso de subjetividade dos critérios de confecção da agenda do blog...assim são os passos daqueles que se dizem herdeiros do espírito libertário punk...tá bom então...
Cláudio

Anônimo disse...

meu velho amigo esc.,garanto que aqui NUNCA MAIS será tirado o direito do cantor grade do café tacuba (anônimo)de falar o que bem entende.pelo menos enquanto eu fizer parte dessa bagaça.
mario jorge

csotojr disse...

não intindi nada. Não é por que sou da "curriola" não, mas acompanhei o início do blogirmão CCR e pelo que me lembro, Cláudio foi o co-fundador, foi o que deu a idéia e convocou os "colaboradores" para participar da empreitada. Mas lendo alguns comments dele, mesmo sendo brother, me desculpe Esc...qual é a da sequela!?^Pelo q me consta, vc pode tb, já q é um "colaborador" (OU NÃO?) aproveitar o espaço pra deixar agendado qualquer evento que por ventura seja do seu interesse. Basta entrar em contato com o moderador, acho q vc sabe quem é.
Outra coisa....não precisa "chorar" no blogirmão solicitando a "inserção anônima", pois se quiser "uma pequena ajuda de seus amigos", podemos ensiná-lo a comentar com uma assinatura de verdade...é fácil. Pelamordedeus, não leve a mal o que tô dizendo...como disse, vc é brother, respeito muito ^seu conhecimento e amor pelo rock, mas na moral velhinho...pega "leve" da próxima vez. Colabore em vez de denegrir, já q vc faz parte tb do CCR....e blá, blá, blá...depois continuamos a conversa em algum buteco...só não esqueçam de levar as armas...he he!!!
ups...Cláudio vai pirar com essa.

csotojr disse...

Ah sim!!! mas uma vez, gostaria de deixar claro q seria mais proveitoso e interessante pras pessoas que não estão na nossa curriola e que acessam tanto o rockloco quanto o clashcityrockers, fazer comments com base nos posts originais, senão fica parecendo "casa da sogra"...não querendo, pois, desmerecer esta classe, já que tenho uma massa.
No mais, rock é rock, hip hop é hip hop e axé é uma desgraça.
Bom São João pra todos, ho ho ho!!!

Franchico disse...

ó: vcs que são branco que se entendam, viu? ;-) por favor!...

Nei Bahia disse...

Hip-hop tem uma história parecida com os punks...rebeldia até a conta bancária engordar!!
Poucos guardam a mensagem!!
Até porque rancor não é mensagem de mudança!

Marcos disse...

A Spin não é uma "revistinha de merda", Chico. Embora eu entenda sua indignação. Deve-se prestar atenção, no entanto, que o período compreendido para fazer essa primeira lista de 100 albuns vai de 1985 a 2005, o que explica tanto álbum de hip-hop.

No mais, tentar encontrar paralelos entre punk e hi-hop é a mesma coisa que achar que punk rock tem a ver, necessariamente, com anarquismo libertário. Os caminhos que alguns imbecis ingênuos tomaram a partir de 1981, pegando o punk/hc como trilha sonora para enfiar letras panfletárias e inócuas.

Qualquer 'punk' original queria sucesso, fama e conta bancária gorda. Achar que punks são só aquelas aberrações das periferias do mundo é ser tão ingênuo quanto qualquer um deles.

cebola disse...

Isso aí, mais uma lista, vamo fazer uma galera? reunindo o clashcity e o rock loco? Só pra ver no quié que dá. Cada colaborador mandaria sua listinha particular com uns vinte nomes e depois a gente apurava, acho q ia ser legal, uma lista dos 10 ou 20 ou 300 mais de todos os tempos, que tal??

Ah sim. Só pra constar e ficar claro. O critério pra entrar na agenda é um só. Qualquer colaborador ou não sempre pode enviar qualquer data com qualquer banda para o moderador, Marcos Rodrigues, que ele bota lá. A antiga "agendadora" escafedeu-se desde o início, sendo assim, foi adotado este critério mais democrático. Pode botar lá bandas daqui de fora e de outra dimensão. Nem só colaboradores, vale ressaltar, podem enviar agendas, mas nem venham com banda calypso, ou afins que aí a censura rola mesmo, valeu?? inté.
ah sim pt 2, coments anonimos já voltaram la pro clashcityrockers.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

novamente o pedestal...em cima dele...marcos...falando o que quer e guiando quem mesmo?!...em termos de punk, sou mais a provocação estética/existencial do que a esfera musical em si...todo mundo aqui sabe que o pós-punk foi a exacerbação genial do que o punk se propunha, mas pra que tanta pose....hein?!

Franchico disse...

eu me exaltei, Marcão. a Spin não é realmente uma "revistinha de merda", eu mesmo guardo um exemplar bem bacana sobre os 25 anos do punk californiano. me exaltei, admito. mas se eu não exaltasse, não seria eu... e gostei da idéia da lista conjunta RL/CCR, Cebola. vamos amadurece-la. lá ela.

Franchico disse...

o comment excluído (por mim) era mais um daqueles repetidos de Cláudio Esc. não resisti.

Franchico disse...

ah, o fato de ser uma lista de álbuns dos últimos 25 anos explica mas não justifica tanto disco de hip hop na lista. hip hop não é rock. mas novamente, como no caso do Jesus indie, esse é um conceito meu. repito: hip hop não é rock. longe disso. por isso minha indignação com a tal lista da Spin.

mudando de assunto: Cláudio Esc, nas Americanas tem vários AC/DC e Judas Priest (British steel incluído) à 14,90 conto cada. e ainda tem uma promo: compre 3 e pague dois. ou seja, na prática, cada cd sai a 10 conto. levei o Judas citado, aquele AC/DC ao vivo com Bon Scott em digipack e mais um Elvis ao vivo bala por menos de 30 conto. essa Americanas ainda vai me falir.

Marcos disse...

Claudio; você é um dos caras mais perspicazes que já encontrei e, quando quer, é também razoavelmente inteligente. Além de ter um ótimo texto. Lamento não ter as respostas para as suas inquietações existenciais. De qualquer modo, foi um prazer ter te conhecido.

cebola disse...

é na virtual ou na loja mesmo, chiquitita?

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Franchico disse...

no Iguatemi, malandro. rola uma coletânea do John Lee Hooker pela Trama por 6,90. brincadeira. aquele Elvis da capa com a foto reproduzida zilhóes de vezes, depois plagiada por Rod Stewart, tb. 50.000000 Elvis fans can't be wrong, se não me engano. Ozzy, Alice in Chains, Sá, Rodrix e Guarabyra (dois em um, que inclusive já toquei no prog), Ira! (dois em um), Barão Vermelho (dois em um), Travis (que eu acho um porre), e mas um porrilhão de outros tb tão lá, bem baratinhos.

Franchico disse...

"admiração excessiva pela América pretensamente rebelde", Claúdio? da onde que tu tirou isso?!?!? oxen...

Franchico disse...

ah, Mauricio Pedrão: tem uns Emerson lake and Palmer tb na promo da Americanas, mas isso eu não levo pra casa, não que diz que faz mal pra saúde (mental) do cidadão. palavras de salvação. (copyright Franciel C.)

Anônimo disse...

ERRATA (não resisti) - marcos, meu velho, do fundo do meu coração e mente, toda minha questão contigo não é nada acerca do seu carárter (sei da sua dignidade), do seu gosto estético (sei da sua história de envolvimento existencial com o rock desde o veira) e da sua labuta (sei do seu bom gosto e refinamento)....vivo amizades dialéticas e não consigo gostar de todas atitudes e pensamentos de meus amigos (e lhe inclui nisso) não gosto do autismo de cebola, da retranca emocional de márcio, do lado estrada do coco way of life de nariga, da admiração excessiva de chicão pela América pretensamente rebelde, do jeito high society kamizaze de thales, e por aí vai...então, como todos sabem que sou o primeiro a esculhambar na boa comigo mesmo, acredito que esse atrito faça todos crescerem inclusive eu...sabe, foi nesse sentido que tenho tido bons atritos pelos blogs contigo (sei que não é o lugar adequado, a boa educação não recomenda), mas acredito que talvez sobre talento na sua pessoa (isso falo de coração), mas deveria ser mais low profile para que fiques mais elegante ainda do que já és...leve esse comentário como um abraço...vivo assim com milhões de questões sobre meus amigos (não perco tempo pra falar de quem não gosto)....então, como diria aquela velha canção: "se não houver atrito a pedra não rola" (é isso?)
Cláudio

Franchico disse...

ah, então vou apagar a outra. declaro aberta a temporada de caça aos commebts repetidos de Cláudio Esc. tally ho pra vcs. (isso não era marca de desodorante?)

cebola disse...

huahuahua,estrada do coco way of life, merda, gostei dessa...vamo fazer essa listinha, proponho cada fia da puta dos blogs colocar uma particular de 20 bandas/autis ops, artistas em um próximo post talvez baseado neste tema, que acham??

csotojr disse...

possa crê..vale lembrar q claudão tem frequentado a supracitada rodovia bem mais q eu ultimamente...he he he.
tah copiando my way of life é?
Compre um espelho meu velho e que não sirva só pra uma "coisa"..ups.
Foi mal aê.

Anônimo disse...

quarta-feira 29 de junho Retrofoguetes no programa do Jô
Quem perder é mulher do padre!
ass:Mauro Pithon .

Anônimo disse...

Rapaz, a ingresia é aqui. Só dança de rato...


Spuleta

Anônimo disse...

meus amigos a onda do momento é psirico do povão o resto é farsa o rock is dead o rap is dead o axe is dead a moda agora é o porradão psirico atitude camdoble