quarta-feira, setembro 09, 2015

MAGIA NA ENSEADA

Duo Dois Em Um gravou, no último fim de semana, seu DVD ao vivo pelo Natura Musical no deslumbrante cenário do Museu do Recôncavo Wanderley Pinho


Fim da tarde de sábado, até passarinho cantou na hora certa. Foto Mayra Lins
As águas tranquilas da Enseada de Caboto, no município vizinho de Candeias, parecem refletir, além do céu azul, a fluidez do som do Dois Em Um, que escolheu o belíssimo cenário do Museu do Recôncavo Wanderley Pinho para gravar seu DVD ao vivo, no sábado e sexta-feira passados.

O duo formado pela violoncelista carioca Fernanda Monteiro e pelo guitarrista baiano Luisão Pereira estava  fora do circuito há algum tempo, desde o abalo causado pela separação do casal, em 2014.

“A princípio, só vamos lançar o DVD com os shows de lançamento. Acho que é o fim de um ciclo. Não só do casamento, mas musicalmente também”, afirma Fernanda.

Do seu lado, Luisão parece alimentar um fio de esperança em relação ao duo:  “Até hoje o Dois  Em Um me dá muita alegria. Se continuar dando alegria pra ela também, a gente continua”, afirma.

Músicos profissionais que são, Luisão e Fernanda darão continuidade ao projeto do DVD, contemplado no Edital Bahia do Natura Musical 2013.

Foram dois dias de gravações sob a direção geral de Gilberto Monte. Na sexta-feira, o duo e sua banda de acompanhamento gravaram em um salão, sem a presença de público.

No sábado, as gravações foram na parte externa do casarão que abriga o museu, diante de um público de convidados e fãs, sorteados no  Facebook do Dois Em Um.

“Fiquei muito feliz (com as gravações), foi mágico. A gente tocou com uma emoção que não rolava a há muito tempo. O lugar também ajudou muito, sabe? O sol ajudou, até passarinho cantou na hora certa. No final, tinha gente chorando na plateia”, conta Luisão.

“Estar ali na natureza tem uma coisa de energia, mesmo. Pode ser meio haribô dizer isso, mas foi muito gostoso”, acrescenta Fernanda

O DVD reunirá canções dos dois álbuns do duo: Dois Em Um (2009) e Agora (2013), mas, como se vê, sem cair na obviedade dos DVDs ao vivo.

“Está mais para um filme da Dois Em Um, não linear e marcado pelo elemento água, assim como já era o Agora”, contou Gilberto à reportagem, que  esteve lá na sexta-feira.

“O formato de DVD ao vivo está muito cansado, então aqui teremos muitas imagens sem a banda na tela. A gente tenta um outro caminho, dentro do universo da Dois em Um”, acrescenta.



O clima bucólico casou total com a Dois em Um. Foto: Mayra Lins
55 cômodos

O cenário merece menção especial. O casarão que abriga o Museu (atualmente fora de uso e sem acervo) localiza-se no antigo Engenho Freguesia, do século 17.

Após ser saqueado por holadeses (o que explica o canhão no jardim), foi reformado no século 18, ganhando sua feição atual, com capela e nada menos que 55 cômodos.

Herdado pelo historiador e ex-prefeito de Salvador  José Wanderley de Araújo Pinho (1890-1967), que dá nome a uma rua no Canela, o casarão foi tombado pelo  Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em 1971.

Mais informações no verbete do Wikipedia.

“Foi o (artista plástico) Joãozito que nos sugeriu este lugar”, conta Gilberto.

“Ele faz parte do Projeto Ativa, do IPAC (Instituto do Patrimônio Artístico Cultural da Bahia), que mapeia espaços públicos desativados como este, para tentar alavancar sua recuperação”, acrescenta.

Na verdade, "O projeto é uma iniciativa de ocupação artística de espaços inativos capitaneado por Joãozito e Lanussi, não possui nenhum vínculo com o IPAC. O IPAC foi nosso parceiro na sessão de pauta para este projeto", esclareceu a banda em seu Facebook.

Vamos pra Saturno

Outro registro das gravações do sábado. Foto: Mayra Lins
Na sexta-feira, a luz da tarde que entrava pelas janelas do salão onde foram realizadas as gravações estourava sobre os membros da banda.

Os membros do coletivo sergipano Snapic, responsável pelas filmagens, circulava apressado entre os músicos e os objetos de cena dispostos no cenário por Mayra Lins: uma bola de espelhos lançando estilhaços de luz, bolas de vidro transparente e conchas do mar.

Acompanhando Fernanda e Luisão, uma banda escolhida a dedo: Tadeu Mascarenhas (baixo e teclados), Felipe Dieder (da Maglore, bateria), Livia Nery (teclados), mais participações do pernambucano Zé Manoel (teclados) e da cantora baiana Rebeca Matta.

Todos em seus lugares, Gilberto checa se todos desligaram os celulares. Silêncio no set. Fernanda abre a boca, a voz quase angelical.

São gravados dois takes de uma canção. “Grava mais uma?”, pergunta Gilberto.

“Não, tá bom! Vamos para Saturno”, sugere Mayra, referindo-se a uma das faixas do Agora.

“Vamos pra Saturno”, assente Luisão.

Mais adiante em outra  canção, Felipe, próximo à janela, adverte para o ruído que vem de fora: “Peraí, tem uma van andando aqui embaixo”.

“Para a van!”, pede Gilberto.

Daí dirige-se a Portuga, técnico de som na sala ao lado: “Parou aí?”

“Parei”, responde.

“OK, tá gravando? Vamos de novo. 3, 2, 1”, comandou.

O DVD tem previsão de lançamento para o final do ano, com  quatro shows de lançamento (previstos no edital) em Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte.

15 comentários:

Franchico disse...

Ajoelhai-vos, motherfuckers!

http://newalbumreleases.net/79269/slayer-repentless-2015/

Franchico disse...

Essa HQ do 007 escrita pelo mestre do mal Warren Ellis promete MUITO:

http://www.bleedingcool.com/2015/09/08/a-few-bw-preview-pages-of-james-bond-vargr-by-warren-ellis-and-jason-masters/

Torcer pra sair por aqui - mas não pela Mythos, em edição acessível, claro.

Franchico disse...

Então, se Bolsonaro for presidente, o Brasil vai ser uma comédia?

http://www.brasilpost.com.br/como-seria-se/bolsonaro-presidente_b_8090886.html?utm_hp_ref=brazil

Porra aí eu voto nele!

SQN!

Franchico disse...

Contra aquele verme justamente ridicularizado no vídeo indicado acima, meu voto em 2018 muito provavelmente vai para essa moça aqui:

http://www.brasilpost.com.br/2015/09/09/luciana-perrella-helicoptero_n_8106954.html?utm_hp_ref=brazil

Quem achar ruim que se foda, caguei.

Franchico disse...

Mad Max no Nordeste. A ideia até não seria tão ruim.... se não fosse com atores da Globo...

http://omelete.uol.com.br/filmes/noticia/reza-a-lenda-caua-reymond-e-sophie-charlotte-irreconheciveis-no-primeiro-teaser/

Franchico disse...

"O brasileiro não participa da política, de partidos, de sindicato, de organizações comunitárias, da reunião de pais, da reunião de condomínio e espera tudo do estado. Quando alguém pede a ditadura na internet, é como pedir por um pai que resolva os problemas que não conseguimos resolver. Isso é uma herança monárquica".

Laurentino Gomes na Bienal do Livro do Rio de Janeiro.

É bem porraí, mesmo.

Eu mesmo me recuso terminantemente a participar de reunião de condomínio. Jamais participei e (acho que) jamais participarei. Pronto, eis meu mea culpa....

Franchico disse...

Chiquinha, a cartunista xará deste blogueiro, desmascara Eduardo Cunha em uma HQ sensacional com texto de Antônia Pellegrino:

http://chiqsland.uol.com.br/2015/07/um-pouco-de-cidadania/#comments

Rodrigo Sputter disse...

ainda bem que moro na mesma casa em que nasci...num preciso de reuniões com o vizinhos...

daqui a pouco vão mandar prender a mina da hq...

quase vomitei vendo o video dos pastorzim...será que ficaram com medo de descobrir q são eles??

o Brasil é o único país que se um honesto chamar um poderoso ladrão de ladrão, não é pleonasmo...o cidadão honesto que vai preso...pq não tem como provar o provável...

Eu votei na Genro, que por sinal é uma gracinha, porque gostei do que ela falou sobre casamento gay e drogas...e olha que não sou gay e nunca usei drogas...embora tenha bebido mais umas cerva esses últimos anos do que em toda minha vida...mas ainda assim num sou dos maiores fãs...li em algum lugar que não lembro que o único partido que não tá envolvido em falcatruas é o psol...num sei do pco e pstu...mas embora tenha votado dela...num defendo ninguém não...

soube disso:

http://www.cartacapital.com.br/politica/o-psol-elegeu-um-reacionario-630.html

depois acabei de saber disso:

http://www.cartacapital.com.br/blogs/parlatorio/apos-polemicas-psol-expulsa-deputado-cabo-daciolo-do-partido-5792.html

Pelo menos isso...dá vontade de entregar essa porra pra essa galera...na moral..."qué mizera? tome"...e sabe de uma ?

tou cansado de "defender" minorias...pq pra el@s eu não faço parte dessas minorias...dizem que sou branco...hétero...macho...e pequeno burguês...nunca sofri preconceito na vida...então num levanto bandeira de ninguém mais...mas sempre lutarei contra o racismo...homofobia...e machismo...entre outras coisas...porque o q vejo é cada vez mais o meu funil apertando na vida...e ninguém taí pra me ajudar...vc q num corra pelo seu não...q movimento nium dará pra mim...embora eu seja um cara que embora tenha preconceitos (graças a "deus"), q luta contra essas embecilidas, sempre serei visto como um inimigo...porque sou o q eles dizem acima...bom...macho sou, nasci com um pequeno quimba no meio das pernas...e com um ovo só (o que me rendeu anos de grilo na mente)...branco, só se for "politicamente" na Bahia, porque nunca me considerei...e meus antepassados tem negro, índio...meu avô parte de mão mesmo era negro...meu pai eu num considero branco...minha vó parte de mãe era meia índia...meio cigana...sei lá...enfim...vou pra gringa e num sou branco nem fudeno...e pequeno burguês, queria muito ser...aliás ricão..ia taí fazendo arte e cagando pra o q vai ser meu futuro...enfim...só desabafei aqui pq é um dos poucos lugares da net q se pode falar o q pensa sem ser censurado...e honestamente...sem medos e mimimis...

Rodrigo Sputter disse...

ouvindo o novo do slayer...bota no xulé essas bandas novinhas...Baloff da Head disse que num ouve os caras há exatos 29 anos...quer dizer...nada novo deles dessa época pra k.

Ernesto Ribeiro disse...

Luciana Genro? gracinha???

http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/wp-content/uploads/sites/41/2015/09/montagemperrellaluciana.jpg

Franchico disse...

Compreendo perfeitamente seu desabafo, Sputter. Aqui na Bahia tb sou considerado "homem branco heterossexual", embora nos EUA e Europa devo ser visto como menos que homem e nem um pouco "branco", mas ainda assim, fecho totalmente com feministas, negros e LGBTT (espero ter acertado a sigla) por uma simples questão de justiça. País que massacra mulheres, negros e gays como o Brasil deveria ser considerado zona de desastre pela ONU, passível de intervenção pelas tropas de paz. Ao mesmo tempo, confesso que, aqui na Bahia, jamais me senti menosprezado (muito menos agredido) por essas ditas minorias por ser "homem branco heterossexual". Acho que tudo é uma questão de atitude, de respeito, de olho no olho. Quem respeita o próximo tb é respeitado por ele. No dia que isso não estiver mais valendo, aí acabou tudo, mesmo.

Franchico disse...

RIP Juiz Dredd Megazine

http://www.universohq.com/noticias/mythos-cancela-revista-em-quadrinhos-juiz-dredd-megazine/

Durou até bastante, foram 24 edições sensacionais, valeu. Agora, quem quiser ler Juiz Dredd em português vai ter que se coçar com os encadernados absurdamente caros (e desnecessariamente luxuosíssimos) dessa editora.

Ou então caçar importados.

Emfim, babau.

Rodrigo Sputter disse...

Chiconga...tem os scans...num é a merma coisa...mas se num tem...fazer o q?
parece que a galera só compra pela capa...kd as edições encadernadas baratas?
eu lembro quando eu era guri q comprei uma do skreemer por 50 cents...tava lá embaladinha...ninguém comprava...eu louco pra ler...peguei na hora...empreste pra uma namo, no final dos anos 90, pra ela ler algo legal...aí quando ela terminou comigo, ela que quis, tava afim de outro cabra, jogou fora minha porra, me retei véi...perguntei pq ela num me devolveu...foda...falava com ela de boa...acho q ela pensou..."gibi, serve pra nada"...
~=o(-

Rodrigo Sputter disse...

http://lista.mercadolivre.com.br/skreemer-encadernada#D[A:skreemer-encadernada]

essa aqui...putz...nem acredito...ela me deve pelo menos 45 contos...ehhehehe

Rodrigo Sputter disse...

http://www.universohq.com/noticias/burroughs-da-veneta-leva-para-os-quadrinhos-historia-deste-autor/

parece interessante...só erraram a idade do Burroughs...quer dizer, o ano que morreu...no site...a editora parece boa...