quinta-feira, janeiro 25, 2007

PAGUE AÍ QUE EU TÔ DOIDÃO ( LISTA DE 2006¨)

Não foi um grande ano. Nada de muito interessante, salvo o disco do Sparks. No entanto as mudanças que ocorreram no mundo nos últimos anos graças as novas tecnologias digitais ganham velocidade warp, e técnicas que estavam disponíveis se materializam em brinquedinhos cada vez mas incríveis, viabilzados por "modelos de negocio". O futuro é vortex , digital, e inalcançável. Conversando com o grande Wander Wildner sobre o assunto, ele chamou a atenção sobre a inutilidade de se tentar acompanhar o ultimo lançamento tecnológico,a obsolencia è automática. Mas no Admirável Mundo Novo os tais modelos de negocio estão promovendo uma revolução na vida das pessoas e consequentemente na forma de se obter (consumir?) musica. Nada que não se saiba, apenas é surpreendente a velocidade. Portanto sigo, mais uma vez Ian Hunter que diz "old records never die", Então fico assim, ou é ou vinil ou mp3, abaixo o cd!.
Na cena local não avançamos muito. As mesmas questões de sempre. Alguns dizendo que as coisas estão melhorado, que Salvador já foi pior, e que gente que só faz reclamar não contribui em nada para a "cena". Outros reclamam e dizem Salvador já foi mais do caralho, que nem sempre foi terra tão arrasada assim, que "the good ole days were the days". Só fico pirado com desinformação, e nesta época de info disponível num click, apenas preguiça pode explicar algumas bicudas. Apenas uma coisa se tornou uma constante, a eterna falta de recursos, materiais e intelectuais, que assola esta terra desde Cabral. Pior que a pobreza material é a pobreza espiritual. Algumas pessoas continuam achando (fingindo?) que existe lanche grátis. Não existe lanche grátis, alguém sempre está bancando, consciente (empresas, produtores, politica cultural do estado, os mecenas ou um simples mortal que esta a fim de doar seu trabalho), ou inconscientemente ( os tais incentivos fiscais, ou seja todo mundo). Então dito isso, garção, traz a saideira, e bro, paga aí que eu to doidão.

Minha lista de melhores de 2006

10-) The Spell - Black Heart Procession
Mais um mini classico de Pall e Nathaniel. Sombrio, belas melodias, e inspiração do gótico americano. Não recomendado para pessoas depressivas.

9-) Enemies Like This - Radio Four
De longe a melhor banda associada a DFA. Esqueça Rapture e LCD Soundsystem. Algo de Clash, sem imitação.

8-) Rather Ripped - Sonic Youth
Melhor disco deles em algum tempo, léguas superior a Sonic Nurse e Murray Street.

7-) Jerry Lee Lewis - Last Man Standing
Um disco de duetos. Destaque para as faixas com Jimmy Page e Buddy Guy. A marra do titulo é totalmente justificada e verdadeira (pensem nisto!).

6-) Peel Sessions - P.J. Harvey
Herdeira direta de Patti Smith, e muito alem de uma simples gravação ao vivo em estúdio, Polly Jean faz do seu disco uma homenagem a Peel. Um disco que cresce (epa!) a cada audição.

5-) Return To Cookie Mountain - T.V. On The Radio
Uma banda moderna no bom sentido. Ecos do My Bloody Valentine e musica experimental, tocado com mais vigor e vocais mais vicerais.

4-) Bogary - Cascadura
Uma seqüência virtuosa para Vivendo em Grande estilo, um pouco baladeiro demais a partir da metade do disco, mais sempre muito inspirado .

3-) The Crane Wife - The Decemberists
Uma surpresa. A banda do Oregon, é erudita na linguagem , ao mesmo tempo que é fiel a sua origem indie, mas com uma vertente totalmente original. The Crane Wife é um disco conceitual, sobre um tema inusitado, o assasinato de uma mulher durante a guerra civil americana e musicas de 10 minutos com órgão Hammond. Indie Prog?

2-) Modern Times - Bob Dylan
A única unanimidade que não é burra. Dizer o que?

1-) Hello Young Lovers! - Sparks
Definitivamente foi um ano estranho. Este disco salvou meu ano. Os americanos irmãos Mael, que tiveram seu auge comercial na Inglaterra em pleno Glam. (?), treinados classicamente, que tinham como sua banda de abertura uma tal de Queen( Mercury foi abertamente influenciado pelos arranjos vocais de Russell) , encenam o mais improvavel dos renascimentos. Depois de amargarem ostracismo em boa parte dos 70 , foram resgatados por Giorgio Moroder, ainda na era disco, fazendo uma espécie de eletro-disco (alguém já ouviu a genial When Do I Get to Sing My Way?), voltaram ao ostracismo, quando se reinventaram com o fenomenal Lil´Bethoven 3 anos atrás. Hello Young Lovers aperfeiçoa o conceito, que se mantem indefinível. São dez operetas pop, os arranjos de Ron são classicosos e luxuosos, os vocais de Russell as vezes operisticos, tudo embalado numa AULA sobre o pop nos ultimos 30 anos. As letras, irônicas mordazes e em ultima analise, cruéis constatações da condição humana, aparentemente "no brainers", mas no fundo inteligentíssimas. E ainda um hino pra nossas vidas "Dick Around". Um clássico e um gosto a se adquirir pelos não iniciados.

37 comentários:

marcos rodrigues disse...

Giorgio Moroder está no Panteão, sem dúvida. Guardo em plástico resistente meu vinil de 'From here to eternity', comprado pela minha querida mãe numa tarde de sábado, num Paes Mendonça da vida, naqueles anos de garoto. Thanx, mommy.

Fico feliz que em Salvador alguém, ao menos, esteja antenado ao ponto de fazer todos esses links entre a boa música gestada na segunda metade do século XX e a cena electro novaiorquina desses anos zero. Osvaldo, vc deveria escrever mais. De preferência se candidatar a uma coluna nos vespertinos soteropolitanos. Mais carentes que nunca de conhecimento de causa.

Alguns 'pitacos'. O Radio 4 é biscoito fino, mas o LCD Soundsystem ainda não é uma nome para esquecer.

TV On the Radio foi quase uma unanimidade. Merecida. Mas não dá pra deixar de lembrar tb de Snow Patrol, Raconteurs, do velho Morrisey com 'Ringleader Of The Tormentors' e os escoceses do Camera Obscura.

Tem ainda uma outra turminha que o sr Lúcio Ribeiro e suas crias trataram de 'hypar' e, por consequência, afastar de ouvidos mais cautelosos. Caso do novo rótulo (new rave) para os caminhos 'naturais' do electro, de bandas como Klaxons e outros que retomaram com sobra a praia de Happy Mondays e congêneres. Difícil não desejar uma pista cheia.

No setor independente, ou fora do circuitão, a lista é bem maior e mais difícil de fazer a síntese, então deixa quieto. Mas Bélgica, França e Holanda tem setores anos-luz do resto do mundo. Quem ouviu Charlotte Gaisnbourg (sim, a filha do homem), num disco com os franceses do Air ou dEUS (a banda belga, não o Homem) sabe do que falo.

É claro que não posso concordar, no entanto, que apenas um único trabalho made in Brazil esteja nessa lista. Numa ética enviesada vou me furtar de citar outros conterrâneos :) mas devo dizer que a existência de bandas como os goianos dos Violins e seu 'Tribunal Surdo' (Monstro Discos) me fazem menos cético com o rock feito nesse Brasil de meu Deus, atrás da última tendência 'rocker' ou do som do último nativo 'legítimo' na ilha de Marajó.

Dito tudo isso, fiquei feliz mesmo foi com a premiação do Depeche Mode (25 anos!) como melhor grupo de 2006 pelo MTV Europa por conta do "Playing The Angel". Yeah. Sofisticação e visceralidade; guitarras, sintetizadores e o baile que David Graham dá na meninada. The Killers, Calculators e outros ainda têm muito a aprender.

E nem falei das bandas de dark cabaret como Dresden Dolls e o altamente recomendável trabalho 'Yes, Virgínia'....

Franchico disse...

Brams, se me permite a ousadia, dei uma editadazinha no seu post, inserindo as capinhas de discos e exterminando os indesejáveis pontos de interrogação que aparecem, sabe lá por que, no lugar das aspas. Pode ficar tranquilo, que seu texto, execelente, aliás, não foi modificado em nada. Concordo com Marcos, vc deveria escrever mais - seja aqui ou ali.

Sobre a lista em si, pouco posso opinar, já que não ouvi quase nada do que está aí, tirando uma faixa do TV on The Radio aqui e outra do Sparks ali, cortesia sua mesmo, aliás. Sinceramente, o TVONTR eu não entendi direito, devo tá ficando burro com tanta revista em quadrinhos inútil que leio. Já o Sparks achei sensacional aquela faixa The rythm thief - mas o sujeito tem que entender a letra em inglês para captar a ironia da canção (obrigado senhor pelos meus anos no EBEC).

Post do caralho.

Depois eu posto aqui (ou em outro post) alguns discos de 2006 que ouvi e gostei.

miguel cordeiro disse...

osvaldo é um dos poucos caras das antigas que ainda tem o mérito e o saco de acompanhar as novidades do velho rock cansado de guerra. eu curti os sparks dos mael brothers lá nos anos 70 quando eles sempre apareciam no sabado som da globo. o novo de dylan é fora de série. muitos desses lançamentos eu imagino do que se trata e não tenho o minimo interesse em ouvir, mas cada qual tem suas preferencias e é bom ter respeito por aqueles que falam com conhecimento de causa. ...e libera aí pra mim o couvert de 5 real

Franchico disse...

Ah, a sabedoria alansibeberiana...

TIPOS A SEREM EVITADOS EM 2007

- Cineastas que discutem "políticas de incentivo" no sagrado ambiente do bar;

- Pessoas "com projeto";

- Qualquer cidadã/o que tenha alguma ligação com a Ivete Sangalo, Preta Gil ou genéricos;

- Universitários ricos tocando samba;

- Gente(?) que acha muito bom isso de não poder fumar em restaurantes;

- Integrantes de boy bands de reggae - os famosos falsos hippies sujos;

- Gente que dança e fecha os olhos em show;

- Gente que vai a shows;

- Gente que faz shows.

http://talktohimselfshow.zip.net/

cebola disse...

caralho, vou ser duplamente evitado em 2007, vou e faço shows, que meeerda...
Bom, o segundo grito do podcast clashcityrockers já tá rolando, Nei Bahia detonando, tão esperando o que?

osvaldo disse...

obrigado pelos elogios.mas nao te nho a constancia de franchico, o cara q realmente nao deixa a peteca cair( brigado pela editada e ilustrada).rock è dedicaçao.somos poucos mas somos bons.e marcos o melhor disco nacional(nao lançado) de 2006 è tristes tropicos, com candinho e tudo.o rock triste tem novos reis,messias desça do trono. essa tristeza me mata.

marcos rodrigues disse...

Quem foi rei não perde a majestade. Messias forever. E Artur, rei da nossa távola, cavalga nesses vales desde 85. Às vezes é bom lembrar ;)

cebola disse...

melhor disco do ano pra mim:
1 - Fast Man Raider man - Frank Black: Sons que ecoaram pela Big Pink, em álbum duplo, sem excessos, exceto o de genialidade concentrada - Steve Crooper, Levon Helm, Spooner Oldham, Wayne Jackson, Al Coober, Ian Mclagan...Este me pegou de jeito esse ano...muito. Canções brilhanets, inspiradíssimas, old school, naquela linha dos sonhos: The Band, Flying Burrito Brothers, Tom Petty, por aí...

cebola disse...

merds, leia-se Al Cooper ao invés de coober, afinal, coober de c* é r*.

Nei Bahia disse...

Amanhã tem Paulinho Oliveira novamente no Teatro Sitorne, junto com Mudo Tosco e Carbono 14 (diretamente de Ilhéus).Praticamente na faixa, um quilo de alimento é o ingresso.

Nei Bahia disse...

ALGUÉM TEM QUE DIZER A VERDADE!!!!

"Fundador da Playboy rejeita filha de Ozzy

Parece que não foi dessa vez que a filha de OZZY OSBOURNE. Kelly, vai conseguir o que quer. Depois de declarar abertamente que adoraria posar em uma revista masculina, ela recebeu um "não" de Hugh "The Hef" Hefner, da Playboy.

Hefner, quando questionado sobre o assunto em entrevista para a revista Closer, foi muito direto na sua resposta: "não vai acontecer. Não usamos Photoshop a este ponto"."

Cláudio Moreira disse...

o melhor cd nacional de 2006 foi "Tudo está mudando mas nem sempre pra melhor" da banda carioca Mustang, mas está fora de hype, não tem marketing pesado na jogada e nem a mosntro divulgou direito...quem ouviu sabe do que estou falando...sou suspeito pra falar? então võa ouvir esse belo cd impregnado de rock na alma sem vergonha de sê-lo e sem ter bolor...uma obra atemporal que não reinventa a roda, mas vai muito além!!!!!!!!!! meus amigos, vcs continuam vítimas de modismo às avessas

Cláudio Moreira disse...

agora, brama, fiquei interessado nesse "sparks" aí...influência do queen dos primórdios...hum! as composições de freedie dos primeiros álbuns do queen são sublimes, tenho dito!

Franchico disse...

Podem falar o que quiserem de Tom Waits, mas se ainda existe um único músico íntegro nessa porra, é ele.

http://www.dynamite.com.br/2003a/lernews.cfm?cd_noticia=18774

Um belo exemplo, ainda mais no Brasil, onde os chamados
"artistas" estão sempre prontos a se prostituir por qualquer trocadinho e vendem até bidê pra limpar a bunda, se for necessário. "Fazemos qualquer negócio"...

Franchico disse...

A propósito, não percam amanhã (terça 30 de janeiro), o lançamento do clipe de Vandex, "Erasmo de Rotterdam", lá na Rock It, na Pituba, pertinho da churrascaria Tourão e de um puteiro que esqueci o nome agora.

Vai ter o clipe e um show de Vandex.

O clipe foi dirigido pela minha querida companheira Bel Machado, com os auxílios luxuosos de Sora Maia (na câmera), Bel Pedra e Nancyta, além de Daniel Wildberger (a casa caiu, meu irmão!) na pós produção.

A inspiração (ênfase na piração) foram os velhos musicais do cinema, com números de dança e o maluquete Vandex sassaricando e se prevalecendo entre as moças, cheio de bossa.

(Inclusive, não espalhem, mas fiz uma pontinha, como integrante do grupo de dançarinos Los Mensageros del Meridien, junto com Cury, Mário Jorge, Rex Crotus, T612 e Gil Xuxu Maciel. O que me consola é que eu mal apareço, já que dança nunca foi o meu forte. Espero que todo mundo pisque na hora para não me ver).

Detalhe importante: DE GRÁTIS. É só chegar e curtir.

Olha aqui o release de Sora Maia:



Vandex Lança Novo Musical
Erasmo de Rotterdam é a canção


Na próxima terça-feira, dia 30 de janeiro, Vandex e banda farão show de lançamento do musical dirigido por Isabel Machado a partir da canção Erasmo de Rotterdam. O evento vai acontecer na Rock It!, uma das novas casas de shows da cidade, na Rua Sergipe, 04, Pituba, ao lado da Churrascaria Tourão. A balada começará às 21:00h., com entrada franca.

Erasmo de Rotterdam faz parte do novo repertório do artista que se prepara para a gravação de um novo trabalho. A parceria entre Vandex e Isabel surgiu da vontade da diretora de realizar um clip ao estilo dos velhos musicais, no que foi prontamente atendida pela criação delirante de Vandex, que elogia a loucura e a liberdade, num andamento compatível com o balançar das pernas, saias e quadris.

Vandex, que também é produtor executivo do musical, contou com a apoio da Pernoite Produções e do seu vasto e criativo círculo de amizades que se revezou tanto nas funções técnicas, quanto na falta de vergonha para dançar, mesmo sem saber dançar. Nessa última função, podem ser encontrados importantes músicos da cidade, como Mário Jorge, ex-parceiro da Úteros em Fúria, Rex, da Retrofoguetes ou Cury, da Formidável Família Musical.


Terça-feira, dia 30 de janeiro,

Erasmo de Rotterdam - o musical

@ Rock It!
Rua Sergipe, 04, Pituba (ao lado da Churrascaria Tourão) 21:00h

entrada franca.

TODO MUNDO LÁ AMANHÃ, HEIN!?!

Cláudio Moreira disse...

atenção people!
david bowie pode tocar novamente no brasil! se o guitarrista earl slick estiver ainda no atual grupo dele vou descer de mala e cuia para as terras cariocas!
rock!!!!!!!!!!!!!

Cláudio Moreira disse...

atenção people!
david bowie pode tocar novamente no brasil! se o guitarrista earl slick estiver ainda no grupo dele vai ser o show da década!!!!!!!
rock!!!!!!!!!!!!!

osvaldo disse...

ta realmente rolando a fm pop/rock na 87.9. li na coluna de luciano matos e conferi. ouvi pearl jam, rolling stones, pato fu, paralamas, ou seja o hit parade do pop/rock nas radios neste formato brasil a fora.se continuar pra salvador ta de excelente tamanho, so nao esperem que toquem o seu playlist alternativo particular, isto nao ocorre em nenhuma radio no brasil.bemvindos.

sora disse...

Moçada,


o diário de bordo da gravação do clip de Vandex no wwwmalica.blogspot.com


abçs

Sora

Franchico disse...

Soritcha, esse link tá caindo num site todo em inglês. Qual é o endereço certo?

sora disse...

é esse mesmo.wwwmalica.blogspot.com.

wwwmalica, sem ponto.


atés


Sora

Franchico disse...

A Folha de SP indica alguns blogs bacanas onde é possível baixar vários sons interessantes e "de forma legalizada".

http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u21523.shtml

Luciano disse...

A 88FM está tocando muito também Cascadura. Já ouvi algumas vezes lá. Acho que é um caminho bacana surgindo.

miwky disse...

quem é essa rádio?? é a rádio ufba?? pelo menso é o mesmo dial, não??

osvaldo disse...

acho que não é radio ufba não, parece ser uma radio comercial. tb tenho escutado, não ouvi nenhuma banda daqui.é fundamental que tenha programação local,esperemos.e luciano, vc ta virando vidraça.relax man, é o preço de estar se tornando referencia.

Luciano disse...

A Rádio é de Fábio Cota, entre outros. Fábio Cota era um dos caras dos tempso áureos da 96FM. Eu só ouvi de local lá até agora Cascadura, mas nforam algum as vezes já.
Eu saquei isso, Osvaldo. Eu lamento porque eu não deveria ser o foco de nada, sou apenas um canal de informação.

Nei Bahia disse...

Fábio Cota foi locutor do programa de Blues que eu tive com Fábio na antiga 96fm. Gente da melhor qualidade, honestidade você pode acreditar que vai ter.

Franchico disse...

Fábio Cota, Fábio Casca... tem certeza que não se trata da mesma pessoa não? Alguém - além de Nei, que é suspeito - já viu os dois no mesmo lugar ao mesmo tempo? Será este mais um caso de dupla identidade, como os Márcios Melo / Meirelles?... Cartas para a redação!

brunocarvalho disse...

Eu ouvi uma unica vez e assim que sintonizei tava tocando "Centro do Universo" do Cascadura.
Falando em Cascadura, no sabado tem Cascadura, Pessoas Invisíveis e Vinil 69, na Boomerangue. Sexta tem Zeferina Bomba, com mais duas bandas que eu toco (The Honkers e Vendo 147) e Machina!
Espero vcs lá!

miwky disse...

ok, vou conferir.

mas falando em márcio mello, é ele no jingle de aniversário da tve??

não aguento mais a massa do trampo cantarolando. pior é que tá proibido fazer uso de objeto sonoro.

Franchico disse...

O Musical "Erasmo de Rotterdam" de Vandex e Bel Machado está disponivel no
site www.youtube.com.

Procure por: "Vandex" ou "Erasmo de Rotterdam"
Ou pelo link abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=ZzOOoup0vxc

Abraço a todos!

Vandex

osvaldo disse...

Olha só, o you tube vai começar a ter que se explicar, em compensação vão surgir varios filhotes.

Viacom exige retirada de seus vídeos do YouTube

A Viacom exigiu que o YouTube, empresa do grupo Google, retire todos os vídeos de sua propriedade do ar após um acordo malsucedido entre as duas empresas. Até 100 mil clipes do conglomerado, terão de ser retirados do YouTube, serviço de vídeo mais popular da Internet.

Baseada em um estudo de uma consultoria externa, a Viacom disse que vídeos piratas de seus programas disponíveis no YouTube geram cerca de 1,2 bilhão de acessos.

Em janeiro deste ano, o estúdio Fox também intimou a rede de compartilhamento de vídeos do Google, YouTube, a identificar quem enviou ao site cópias piratas de episódios dos seriados "Os Simpsons" e "24 Horas". A intimação, encaminhada a uma corte distrital da Califórnia em 18 de janeiro, pede para o YouTube identificar o usuário.

A Fox informou que notificou o YouTube sobre os episódios e pediu imediata remoção dos arquivos ou corte o acesso a eles. O mesmo grupo de episódios foi enviado ao site de vídeo LiveDigital, também intimado pela Fox

guided by voices disse...

No fim do ano passado criamos um tópico na comunidade da Nave no Orkut para eleger os 5 melhores álbuns de 2006. No total foram citados 49 discos e houve um empate no resultado: TV On the Radio e Guillemots. Caso interesse a alguém, eis o link: http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=2007490&tid=2503248691210506224&na=1&nst=1

Minha lista pessoal ficou assim:
1. The Who - "Endless Wire"
2. Bruce Springsteen - "We Shall Overcome: The Seeger Sessions"
3. Guillemots - "Trough the Window Pane"
4. TV On The Radio - "Return to Cookie Mountain"
5. The Sunshine Underground - "Raise the Alarm"


No Brasil, meus disco preferido foi o aguardado (eu pelo menos aguardava desde o verão de 2005..) álbum de estréia da Superguidis, ótima banda de Porto Alegre.

guided by voices disse...

Uhn, o link ficou quebrado, que merda. Bem, quem quiser conferir procura lá no Orkut, não é difícil de achar.

Abs,
Jan

Franchico disse...

O convite aí embaixo é pro pessoal do Reidjou, mas caiu no email do blog, então suponho que é dirigido pra nóis tb....

"A Matiz convida toda a produção do Reidjou para o Lançamento do Videoclipe da música "Dueto" (dirigido por Renato Gaiarsa, Rodrigo Luna e Jeronimo Soffer) e do EP de estréia que acontecerá na segunda-feira dia 05/02 no Teatro SESI - Rio Vermelho

O evento terá início as 20h com 3 sessões em sequencia do vídeoclipe, a Matiz fechará com um pocketshow, e logo após confraternizará com amigos na área externa.

Esperamos contar com a presença de vocês lá.

ENTRADA FRANCA

um abraço
Daniel"

cebola disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
cebola disse...

Ah, então aí vai minha listinha dos 5 mais de 06 tb:
1 - Fast man raider man - Frank Black
2 - Last man standing - Jerry Lee Lewis
3 - Modern Times - Bob Dylan
4 - Broken boy soldiers - Raconteurs
5 - American V: A Hundred Highways - Johnny Cash