terça-feira, agosto 22, 2006

TALENTO MAIS QUE VISÍVEL

EP demo do Pessoas Invisíveis - projeto de Bruno Carvalho que, com menos de 4 meses de formação, venceu a etapa Norte/Nordeste do concurso Trama Universitário - confirma os elogios recebidos e evidencia o talento do band leader para compor belas canções.

De cara, saudado pelos que já ouviram como uma das boas novidades do rock baiano e premiado pelo Projeto Trama Universitário como melhor banda nova na etapa Norte / Nordeste, o Pessoas Invisíveis de Bruno Carvalho, que também toca guitarra no Honkers, Vendo 147 e Fontaka, já chegou causando espécie no cenário. Ouvindo o primeiro EP demo, é possível constatar que não era só hype o boca a boca intenso acerca da banda. O fato é que o negócio é bom mesmo. Em apenas seis faixas, Bruno cravou seis belas canções, baseadas em melodias doces, riffs certeiros e letras românticas (não-piegas, é bom reiterar), que lembram ora um Guided by Voices de boa safra, ora um Los Hermanos destituído do complexo de Chico Buate e da entojada carioquice que fez tanta gente desistir do grupo de Marcelo Camelo. Ora afagam o ouvinte, como em Tudo é seu, ora tocam o puteiro no ambiente, como em Do lado errado (3ª faixa) ou 97 (5ª). A faixa de abertura, Começo do fim, é um rockão de responsa, com um lindo riff (aquele que Bob Pollard esqueceu de gravar) e também uma das melhores canções do ano no rock local - um ano especialmente inspirado, é bom lembrar, com CDs históricos do Cascadura, Ronei Jorge & OLDB, Paulinho Oliveira e Theatro de Seraphin, entre outros. Seis faixas que transcorrem inteirinhas, sem que o dedo do ouvinte siga o impulso tantas vezes recorrente de apertar o botão "skip" do player. Sem dúvida, uma estréia muito promissora, e mais uma carta na mesa do rock baiano. Bruno, que nos Honkers não parecia dar pistas do que compunha para si mesmo em casa, começou muito bem o Pessoas Invisíveis, e para alegria geral da comunidade rocker, deve continuar levando as duas bandas em paralelo enquanto espera uma definição da Trama quanto à turnê prometida aos vencedores do concurso Trama Universitário. Ao vivo, Bruno conta com os músicos Bernardo Moscovits (baixo), André Sober (guitarra) e Glauco Neves (bateria) "não como meros escudeiros, e sim, membros fixos da banda", como faz questão de frisar no release. O negócio agora é ir em frente, que o mais importante, a música - essa já está garantida.
(Foto do P.I. no Calypso surrupiada do fotolog http://ubbibr.fotolog.com/p_invisiveis)

Para baixar todas as músicas do EP e saber um pouco mais sobre a banda, acesse o site do Pessoas Invisíveis no Trama Virtual.

GALGOS ALADOS PARA A BAHIA - Este blog ficou bem feliz com as merecidas premiações que dois clipes do rock baiano ganharam no XIV Gramado Cine Vídeo, na semana passada. Quem trouxe os troféus do galgo alado para Salvador foram o decano do videoclipe baiano, Alexandre Xanxa Guena, com Sete sete (Ronei Jorge & Os Ladrões de Bicicleta), melhor videoclipe na categoria Universitário Brasileiro; e a dupla Rodrigo Luna e Renato C. Gaiarsa, melhor videoclipe / musical na categoria independente, com o clipe Non enhanced head, da boa banda Plane of Mine (cujo CD de estréia, muito bem produzido, vem sendo bastante elogiado por aí - mas eu ainda não ouvi - só conheço a música do clipe. Se alguém da banda tiver interesse em me passar o CD, por favor, entre em contato pelo email ao lado, valeu?). O mais legal disso não são nem os prêmios em si, mas a certeza que temos, vendo os clipes, que a premiação é mais que merecida, visto que ambos os vídeos são muito legais. Veja a lista completa dos premiados do XIV Gramado Cine Vídeo neste link aqui. Por outro lado, realmente é uma pena que Acerto de contas, o caprichado clipe de Ricardo Spencer para a música homônima da Sangria, não tenha cravado uma indicação na categoria Videoclipe Independente do VMB 2006. Culpa dessa molecada que só ouve hardcore dor de corno, por que esses clipes de nulidades como Hateen e NX Zero, só agradam mesmo aos incautos e/ou adolescentes punheteiros.

BANDAS QUE CHEGAM HÁ POUCO DE FORA - Não temos Claro q é rock, Tim Fest, Motomix, nem nenhum desses outros eventos chics alternativos patrocinados por grandes empresas de telefonia, mas em compensação, tem uma galera que não tá nem aí e arregaçou as mangas, trazendo bandas inéditas para Salvador, nos próximos dias. Os destaques vão para a banda homocore (ou punk gay?) Clorox Girls (Portland, EUA) e o genial Júpiter Maçã (RS). O primeiro toca no Calypso no 1º de setembro (sexta-feira), com os Honkers e Pato Rocko. Já o gaúcho psicodélico, aguardado há anos por aqui, desde que lançou o clássico A Sétima Efervescência (1998), toca domingo (3) na Zauber, com os Retrofoguetes, dentro do projeto Gira Independente, que no dia 6 ainda traz para a mesma Zauber a brasiliense Móveis Coloniais de Acaju, Zackarias Nepomuceno (PB) e Ronei Jorge & OLDB. Já no dia 9, encerrando o projeto, festa Nave, pela primeira vez com DJs estrangeiros, no caso, Jan68 (Alemanha) e Charles Morgan (Inglaterra), mais os locais Marcela Bellas, Vicente e os anfitriões Luciano el Cabong Matos e Janocide. Nights que prometem, a conferir.

Iº SEMINÁRIO DE HQ
- Quem tiver de bobeira nesse sábado de manhã (infelizmente, não será o meu caso), pode ir assistir (e participar) da Mesa redonda "O desenho de humor e os quadrinhos na Bahia", com mediação do jornalista Gutemberg Cruz e participação de alguns dos maiores cartunistas da terra, como Flávio Luiz (Correio da Bahia, O Messias, Jayne Mastodonte), Cedraz (Turma do Xaxado), Luís Augusto (Fala, Menino!), Hector Sallas e professor Wilton Bernardo. O bate papo será na Faculdade de Arquitetura da Unifacs (campus de Amaralina), às 9h da matina. É tomar aquela agüinha de coco com duas aspirinas pra curar a ressaca e ir lá conferir. O evento tem a coordenação do artista plástico Chico Mazzoni e maiores informações podem ser conseguidas pelo telefone 3344-7255. Além dessa mesa redonda, o Iº Seminário de HQ ainda conta com palestras de Daniel Paz (na terça 29.08) e Workshop de Charges, Caricaturas e Cartoons na quinta (31.08), com Marto Souza e Marcos Queiroz.
AGENDÃO

Fale mais universitário - 24 de agosto, com Canal Zero / Cascadura / Hajoe - Horário: A partir das 22hrs. - Local:Rock In Rio Café Salvador - Preço: R$ 5,00 venda antecipada e R$ 10,00 na porta - Vendas: DCEs Ufba, Ucsal, Unifacs, Fib, Ftc, Jorge Amado, Rui Barbosa e Universo

Berlinda, Pessoas Invisíveis e Estrada Perdida - 25 de agosto, na Zauber, 21h30 - 7 reais.

JAZZ ROCK QUARTET SEXTA-FEIRA NO CALYPSO - Dia 25/08, Show Vale quanto pesa - O som do Quarteto mescla o som de Billy Cobham com Jimmy Hendrix e Novos Baianos. Foi formada em 2005 inicialmente para acompanhar o guitarrista Luciano Sousa (ex-Som Nosso de Cada Dia). É formada ainda por Didi Gomes (baixo), Lula Nascimento (bateria) e Tavinho Magalhães (guitarra). Enfim, um supergrupo.Primeira banda: JAZZ ROCK QUARTET - Segunda: ALEX POCHAT E OS 5 ELEMENTOS - Horário: 23h30. Vá. Abra sua mente e presencie um verdadeiro delírio sonoro.

"ENQUANTO ISSO, NA SALA DE JUSTIÇA..." - I Festa a Fantasia no Zauber Multicultura. Use a imaginação e saia da normalidade... + Retrofoguetes + ZecaCurydamm + DJ Mangaio (Lampirônicos) + Chill Out (2º andar) + VJ - Projeção de filmes E mais: Malabaristas e Pirofagistas Decoração e iluminação estilizadas As primeiras 40 mulheres fantasiadas ganham um drink flambado. Dia 26 de agosto, às 22hLocal: Zauber Multicultura, Comércio Ingressos a R$ 12 e R$ 15 depois da meia noite. Realização: Líbelula Produções.

Declinium, Theo e Os Irmãos da Bailarina e The Honkers! - 26 de agosto, sábado, Café Calypso - 6 reais - 22 horas

Amplitude Rock 1ª Edição - Com as bandas: Minerva, INtra, Meteora, Maré de Março e Malcolm. Local: Idearium Bar, a partir das 19 horas. Ingresso: R$ 6,00 (No local).

Plane Of Mine - Dia 27 (domingo), no Dubliners' Irish Pub

8 comentários:

Cláudio Moreira disse...

se alguém for de angus young para a festa fantasia vai copiar minha idéia...aí não vale!

Franchico disse...

Cláudio, faz uma guitarrinha de papelão (modelo Gibson SG, claro), pra completar a fantasia, que vai ficar engraçado pra caralho!

miguel cordeiro disse...

o blog

miguelcordeiroarquivos.blogger.com.br

ganha destaque na coluna Online do caderno Digital, no jornal Atarde de hoje, 23 agosto 2006.
O blog tem duas atualizações por semana: aos domigos e às quartas, sempre pela tarde.

Cláudio Moreira disse...

talvez eu não possa ir, mas guitarra de papel aí é de mais, mas qualquer dia desses aí vou sair de angus no red river...duvida?!

Franchico disse...

Te conhecendo de outros carnavais como conheço, Cláudio (desde o de 1991, para ser mais exato - e tenho fotos para provar), não duvido mesmo...

ERRATA do mané aqui - Hateen e NX Zero não estão concorrendo na categoria independente do VMB, como ficou subentendido na nota "Galgos Alados para a Bahia", mais acima, e sim, na categoria Revelação (se não me engano, não tô afim de ir lá conferir, mesmo). A categoria Independente, apesar de não ter o Acerto de contas da Sangria, está até bem boa, com clipes dos grupos Banzé, Faichecleres, Vanguart, Ecos Falsos e Walverdes concorrendo.

Cláudio Moreira disse...

dave lee roth escalado para festival loud....nei bahia, prepara as passagens...vc é o único fã do cara que eu conheço...no van halen, foi a "voz" por trás de grandes álbuns de hard rock da banda...

miwky disse...

pois é, pra quem não lembra ou não leu, pessoas invisíveis foi a primeira entrevista da safra de bandas novas lá do blog, que aliás, ando pensando em retomar por conta das novíssimas coisas que a bahia tá produzindo.

sucesso pra banda!

Franchico disse...

Frank Black não gostou do documentário sobre a turnê de retorno dos Pixies, em 2004. Como o foco dos diretores foi basicamente a tensão e a péssima convivência entre os integrantes da banda, Black classificou o filme de "ingênuo e exagerado". Se ele se incomodou, sinal que deve ser bom e deve ter altas baixarias, o que é ótimo. Tomara que apareça logo em dvd por aqui. Leia:

http://www.omelete.com.br/musica/news/base_para_news.asp?artigo=19410