terça-feira, junho 06, 2006

APELO À RAZÃO - UMA BREVE REFLEXÃO INTERNA E EXTERNA SOBRE O PHODCAST ROCK LOCO

Primeiro de tudo, o óbvio. Ainda estamos tateando no escuro, em busca de um formato. Se é que realmente buscamos um formato. É preciso entender uma coisa: o Rock Loco não sou só eu, ou só Braminha, ou Sora ou Mário ou Don. São várias cabeças, cada uma pensando mais diferente que a outra. Todas a fim de fazer uma coisa que seja legal, anárquica, diferente, bem humorada e rock, claro. Não fazemos reunião de pauta, não fazemos programas temáticos, não planejamos nada.

Separamos uns CDs, compramos umas cervejas e mandamos ver, simplesmente. Como bem disse Luciano Matos na notinha que ele colocou na sua coluna no caderno Dez de hoje, o negócio é "rock de qualidade, humor e papo furado". Bom, papo furado tem a característica óbvia de ser apenas conversa jogada fora, sem pretensões de revolucionar nada, nem reinventar a roda. Dificilmente agrada à todos (e quem já o fez algum dia?).

Se conseguirmos fazer pelo menos isso bem (rock de qualidade, humor e papo furado), eu me dou por satisfeito. Ainda assim, à parte o incidente que desagradou o Clash City Rocker Miguel Cordeiro (e eu não tiro sua razão de forma alguma), sinto que vimos cometendo alguns equívocos na condução do Phodcast, equívocos que podem definir sua sobrevivência ou não, além do interesse das pessoas em ouvi-lo. E agora falo diretamente com meus colegas rockloquistas.

Não somos "humoristas". Somos pessoas bem humoradas. Mesmo assim, estamos muito preocupados em sermos pretensamente engraçados. Tanto, que muitas vezes não o somos mesmo.

Estamos falando de tudo de menos e menos ainda do rock. Seja ele local ou de fora.

Estamos cometendo o mais crasso dos erros para quem quer se fazer entender: diversas vezes, falamos todos ao mesmo tempo. (Doravante, seria bom que falássemos no máximo, apenas duas pessoas por vez).

Tudo bem, o programa é tosco e deve mesmo continuar assim, mas seria legal colocarmos o pé no chão e pensar um pouco antes de botar a boca no microfone. Mais conteúdo, menos gracinha. Nesse último, tive diversos brancos. Que foram pro ar, não me foi dada uma chance de retornar e refazer a fala. Eu não sei, mas eu mesmo não gostaria de ouvir um programa de rádio (ou podcast, o que for), em que as pessoas não parecem saber falar num microfone. Por mais despretensioso que seja o programa. Não gosto de fazer papel de mané num microfone e depois colocar no ar pra todo mundo (que quiser) ouvir.

Essas coisas me custaram algumas horas de sono no fim de semana, pois também fiquei preocupado com o peso que nossas brincadeiras e ousadias despretensiosas ganham numa terrinha tão provinciana e pouco afeita à críticas. Afinal, aqui na Bahia, tudo - necessariamente tudo - tem que ser "lindo". E ai de quem se ousar a dizer o contrário. O vinho do homem da bandana amestrada é sofisticadíssimo sim, e não discuta - e por aí vai. É um dado cultural local típico de província, mesmo, e que atinge à todos nós, por mais liberais e cosmopolitas que nos consideremos. É tempo de encarar essa verdade também.

Enfim, à luz dos últimos acontecimentos dessa semana pra cá (e não me refiro só ao Rock Loco - sejam espertos e lembrem-se do duro golpe que a cena tomou nos últimos dias), suponho que talvez seja hora de assumirmos mais seriamente nossas responsabilidades, partindo de uma consciência mais pé no chão, de sabermos mesmo quem somos neste contexto sócio-político-cultural, nossos papéis dentro dele e o que podemos e o que não podemos fazer. Não nos lambuzemos com o que supomos ser um excesso de liberdade. O rock está na berlinda (e não é a banda do Cebola).

Enfim: gostaria de deixar claro para todas as pessoas e bandas citadas nas maledicências e brincadeiras durante os programas que tudo não passa mesmo de uma grande conversa de mesa de bar, que não devem ser levadas na ponta da faca. E que são passíveis de direito de resposta, basta ter bom humor e entrar em contato com a gente para participar da gravação. E que, continuando o Phodcast, a intenção é evoluir, melhorar, fazer uma coisa realmente legal, com conteúdo, inteligência, bom humor e muito rock n' roll. Acho mesmo que tudo o que fizemos até agora não passou de um rascunho. O Rock Loco tem muito mais a oferecer, e quem continuar nos acompanhando vai perceber isso com o tempo.

(Aos leitores assíduos do blog - aqueles 4 ou cinco, sei lá - perdoem este post em torno do próprio umbigo. Nos próximos, voltaremos à programação normal, com as habituais resenhas e dicas de discos, quadrinhos, filmes etc.).

QUEBRANDO O SILÊNCIO - O informativo Se Ligue dessa semana incluiu em sua última edição uma pequena homenagem ao nosso companheiro (e também rockloquista dos tempos da Primavera FM) Rogério Big Brother. Se Ligue, faço minhas as suas palavras, então, segue o texto reproduzido ipsis literis:

BIGprodutor, BIGprofissional, BIGcompanheiro, BIGsolidário, BIGconhecedormusical, BIGincentivador, BIGrock'nroll, BIGbemhumorado, BIGsonhador,BIGsimpatia, BIGpessoa, BIGcarater, BIGhonestidade, BIGcarinho, BIGamigo, BIGirmão, BIGBrother
Nós do Se Ligue e o Rock'n Roll Baiano te amamos.


HORA DO ROCK 08.06 - Hoje tem Hora do Rock, que continua com o especial Jools Holland. Esta será a vez dos clássicos - vai rolar Johnny Cash, Leonard Cohen, Patti Smith, Lou Reed, Paul Weller, Pete Townshend, Bo Diddley, Elvis Costelo, Joe Strummer, Kinks e Blondie. Ah, tem Ramones na dica. Para ouvir: toda quinta, às 21h, na Globo FM (90,1), ou http://www.gfm.com.br/

AGENDA:

Show de lançamento do Phodcast Rock Loco com as bandas: Theatro de Séraphin, Berlinda e O Vestido Preto de Valentina + Alexandre Matias + djs rockloquistas. Dia: 09/06 (Sexta-feira) Horário: 23:00 Local: Calypso (Travessa Prudente de Morais - Rio Vermelho), Ingresso: R$ 7,00.
DO RELEASE: Na verdade, dia 09/06/2006 será mais uma celebração do "Phodcast" (http://rockloco.podomatic.com) do Rock Loco, que costumava ser um programa de Rock pra lá de louco da Primavera Fm (rádio comunitária), hoje extinta. Acontece que a loucura resistiu por mais um tempo no formato blog (http://rockloco.blogspot.com) e agora retoma o seu vigor, ultrapassando a freqüência modulada para o Podcast, a estratosfera que só a internet permitiria. Para continuar essa celebração os djs Rockloquistas convidam ao solo do Café Calypso as bandas novatas: Berlinda, o vestido preto de Valentina e a experiente Theatro de Séraphin.

MANIAC METAL FEST 3 - Tuatha de Danann, Drearylands, Veuliah, Scarlet Peace e Templarius, 10/06 - Rock In Rio Café (Aeroclube) - 19h, Ingressos: R$ 15,00 antecipados / R$ 20,00 no dia.

Radiola e Vinil 69 dividem o palco do Zauber, sexta - Do release: O Zauber Multicultura (Ladeira da Misericórdia) traz como atração nesta sexta, 9 de junho, às 23h, as bandas Radiola (www.tramavirtual.com.br/artista/radiola) e Vinil 69 (www.vinil69.com.br) que prometem agitar a noite com muito rock-samba-groove, em alto e bom som. Ingresso a R$ 10.

1º ENIG show...!!!! - Vai acontecer no Calypso o 1º ENIG show com as Bandas Os Carcará e a Rosa, Out Space, Stereossomos e Back off Bitch. A banda Stereossomos que recentemente participou de uma coletânea virtual juntamente com bandas de diversas partes do país, (confira matéria clicando no link da coluna ao lado). Curiosos do rock baiano que ainda não tiverem a oportunidade de ver serão bem vindos!!! Sábado, 10 de junho, Horário: 16:00hs Ingresso: 6,00

Festa no Mangue Bicho... - E depois do show do Cordel do Fogo Encantado e Mundo Livre SA na Concha Acústica é a hora da Festa no Mangue, Bicho.....Com Dj Ruy Santana (PEGA) e Dj el Cabong (A Nave) e Dj Alexandre Matias (Trama) com a participação de Clayton Barros (Cordel....) e Bac simpson (Bactéria) (Mundo Livre AS) soltos na buraqueira para participarem da maneira que eles decidirem. Na Zauber, sábado, 10 de junho, Ingresso a R$ 10. Imperdível! Saiba mais www.zauber-multicultura.blogspot.com.

COPA ROCK - Do release: A partir do dia 13, começa a Copa Rock. O evento neste dia contará com a presença de Paulinho Oliveira & banda, mais a Berlinda, deste animal aqui. A esbórnia começa às 15:00, no Calypso, onde poderemos assistir ao jogo, tomar todas e depois assistir às bandas por apenas 6 conto. As bandas entram logo após a partida, no máximo às 18:30. A Copa Rock tentará intrepidamente envolver todos os jogos da nossa seleção, esperamos, até a final. As bandas vão variar de jogo a jogo. Durante os shows, deveremos anunciar as bandas que tocarão no jogo seguinte, e assim por diante. Compareçam, vamos torcer juntos. Ps: Torcedores com camisa da Argentina serão sumariamente hostilizados pela produção. Espero vcs todos lá. Cebola.

25 comentários:

Nei Bahia disse...

Chicão, vamos devagarzinho como se Kta feijão pra fazer arrumadinho.Primeiro, minha decepção foi muito grande comtodos os envolvidos nessa porra toda...vc, Mário, Oswaldão, Miguel e etc.
Praquem tanta justificativa, tanta desculpe, tanta comiseração, somos todos pessoas que querem pensar à margem do pensamento médio, e esse é que tem como seus pilares essa necessidade de tudo tem racional, nada pode ser instintivo e passional.
Se Miguel não gostou de miuuqqii não gostar e Mario rir, isso é natural, como natural foi a reação deles. Não acho que a cada fato parecido deve desencadear esse rosário de discursos e desculpas, pois lugar de chorar é no pé do caboclo ( que tá meio congestionado pelas torcidas de Bahia e Vitória no ultimos meses mais dá sempre pra dar uma choradinha lá).
Me coloco também a disposição pra ser ofendido na próxima edição, para que posso exercer meu direito de resposta e reforçar a presença da torcida azulina junto com meu cada vez mais idolo Roney.

Nei Bahia disse...

me recuso a pedir desculpas pelo erros de digitação!!!

Franciel disse...

Ia apresentar um voto em separado, mas depois do segundo comentário de Nei se recusando a pedir desculpas pelos erros de digitação, acompanho o relator. Desculpas nem pra erro de digitação, quanto mais...Voto com Nei.
Esta é a verdade e dou fé. Publique-se e registre-se.

Davi & Iris disse...

apelar para a razão em alguns momentos até dá certo né!??

aproveitando...
Apareçam lá no blog!! tem uma dica de animação "OUR MAN IN NIRVANA" do Jan Koester, um trabalho incrível que tá passando no festival de cinema universitário lá no rio. ( Ronisvaldo Jorge é um dos jurados do festival).

abraços e continuem...
irizinha que frequenta essa bagaça

Franchico disse...

Nei, vc já está convidado para ser "abusado" em pessoa e exercer seu direito de resposta na sequência! Leve umas duas ou três ou quatro músicas de sua preferência e aguarde a confirmação do dia da gravação!

Mas vc e Franciel se enganam, não se trata de justificação. (Sim, desculpas houveram: se eu acho que ofendi alguém, peço desculpas, foi assim que fui ensinado a fazer desde a infância). O texto desse post é muito mais uma reflexão (como já diz o título) para pensarmos melhor como vai ser esse negócio daqui pra diante. E como vai ser? Eu sei lá! Eu só posso garantir a mim mesmo! E olhe lá!

miwky disse...

Ai, tô com Nei Bahia! Mas, pô, escreva: M-i-w-k-y. Rsrrsrs!!

Chico, eu te disse que o Alexandre Matias (aquele proibido nas Alagoas) vai discotar na noite Calypsiana do Phodcast, tb??? Acrescentaí, please, s'il vous plaît...

Falando nisso, tudo prontinho pros djs??

Ah, eu leio sempre o rockloco e continuo na fé de que a loucura vencerá!!

Franchico disse...

Rê, rê. Essa Miwky é uma galhofeira mesmo... Alexandre Matias... Rê, rê, rê...

sora disse...

Bom,


eu já comecei o rl 3 dizendo que não iria pedir desculpas pelas grosserias cometidas ou a cometer. Vamo nessa então????

Franchico disse...

Bola pra frente, Sora Maia!

Franchico disse...

Mais um grande nome da soul music nos deixou. Billy Preston, cantor e tecladista extraordinário, com serviços prestados aos Beatles (Let it be) e Rolling Stones (no disco Sticky Fingers), faleceu aos 59 anos de insuficiência renal. Rest in peace, Billy.

http://www.sobrecarga.com.br/node/view/10231

silvana disse...

Achei bacana a reflexão de Chico. Autocrítica é sempre bom. E concordo que é preciso um pouco mais de cuidado com o que se fala e como se fala, sim. Afinal, na falta de espaços na mídia para o rock, acho fundamental que o phodcast rock loco sobreviva e se consolide como tal.

Acredito que o principal motivo para a falta de público de rock em Salvador é a ausência de um veículo de comunicação voltado para esse segmento específico, que aglutine as figuras da cena e divulgue as canções e os shows, criando um elo entre a galera que curte e também formando novos rockers que já têm essa identidade latente.

O mais encantandor da cena rocker de Salvador é a diversidade que existe nela. Mas acho que, nesse momento, mesmo com a proposta de ser uma parada bem humorada e tal, o phodcast deve assumir sua responsa e enxergar todos os personagens dessa história como protagonistas - para que tenhamos um final feliz, né não?

silvana disse...

Nove de junho, dia da festa de lançamento do phodcast rock loco no calipso, a partida de Borel para outra dimensão astral completa dois anos. Vamos lembrar dele ao nos divertir, pois assim, estaremos emitindo vibrações positivas. Um beijo a todos.

cebola disse...

Né papo não. Alexandre Matias vai discotecar, Miwky me garantiu.

cebola disse...

Caramba, Sil, não lembrava da data, não, bem lembrado, o convite de Emerson vai estar na porta, nos veremos lá!!!

cebola disse...

...com Billy Preston.

Luciano disse...

Alexandre Matias toca não só na sexta no Calypso, mas sábado na Zauber também, além disso convidei pra ir na gravação do rock loco essa sexta, se rolar. Vai fazer ainda uns vídeos sobre a cena daqui para a Trama Virtual. Tem mais, ele faz duas palestras com Fred 04 nessa quinta e na sexta.

cebola disse...

e se alguem ainda duvida, vai aqui ó: http://www.gardenal.org/trabalhosujo

Franchico disse...

Chiquérrimo! ;-)

Nei Bahia disse...

Chico, era pra eu ter escrito isso no comentário inicila, mais ia ficar muito grande, então vamos lá:
sempre achei que o rockloco precisava de polimento já na época do rádio, que pela minha posição geografica eu cabava ouvindo com frequência, uns acertavam mais que outros. Agora, o universo mudou, é como se vcs estivesem de plantão 24 horas, por isso achei mais do positivo sua reflexão, diga-se de pasagem com extraordinária rapidez.

obs: vou escrever seu nome certinho da próxima vez myugi

Franchico disse...

Valeu Nei e Silvana, pelas reflexões bacanas, com o perdão da rima.

O Matias vai poder dormir - alguma hora, por uma horinha que seja - aqui em Salvador? Agenda cheiaça!

miwky disse...

ô, fanchico... quer aumentar minha fama, man??

não foi galhofa não e inda bem que a massa se encarregou da correção. espalhem ai pros seus amigos que o "padedê" começa ás 22hs, com dois djs, um vai ser rockloquista o outro o Matias.

Franchico disse...

Ô Miwky, quis aumentar nada não. Qdo vc postou o lance do Matias aqui eu ainda não sabia dessa, achei que vc tava brincando, sei lá. Não sabia que o rapaz vinha pra Salvador... Só mais tarde, Greice me confirmou.

miwky disse...

ah, claro. não gozo de nenhuma credibilidade com "sunsê", né??

duelo ao poer do sol de hoje!!

shshshshs!

olha só, "num" inventem de gravar rock loco na sexta, não. a não ser que seja direto do calypso. vamos fingir, que somos pontuais e tals...

seu matias vai registrar isso, espero...

outra notícia excelente é que será rodado em solo um documentário com nossas bandas e outras convidadas, mais cedo. uhú!!

miwky disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Franchico disse...

Ih, Miwky, já era, essa gravação com o cara já está marcada desde ontem (terça) de noite...